• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2007.tde-20022009-132823
Documento
Autor
Nome completo
Marília Lage Alencar
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Sipahi, Aytan Miranda (Presidente)
Guarita, Dulce Reis
Miszputen, Sender Jankiel
Oliveira, Claudia Pinto Marques Souza de
Rodrigues, Maraci
Título em português
Estudo da prevalência da doença celíaca em doadores de sangue na cidade de São Paulo
Palavras-chave em português
Biopsia
Doença celíaca/diagnóstico
Doença celíaca/epidemiologia
Doença celíaca/patologia
Etnia e saúde
Prevalência
Testes sorológicos
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A Doença Celíaca pode ser definida como uma intolerância permanente ao glúten e proteínas relacionadas, em indivíduos geneticamente susceptíveis, com lesão não específica, porém característica da mucosa do intestino delgado e que apresenta melhora clínica e histológica com a dieta específica. A recente disponibilidade de testes sorológicos que demonstram alta sensibilidade e especificidade permitiu perceber que a Doença Celíaca evidencia-se mais prevalente do que antes imaginado. A utilização do anticorpo antiendomísio IgA (AAE) e do anticorpo anti-transglutaminase tecidual IgA(tTG) viabilizou a realização de estudos de prevalência em doadores de sangue. O objetivo geral dessa pesquisa visa estimar a prevalência da Doença Celíaca em adultos na cidade de São Paulo, através da investigação de marcadores sorológicos em doadores voluntários em banco de sangue. São Paulo representa uma das maiores metrópoles do mundo e a maior cidade do Brasil, sendo um centro urbano com grande variabilidade étnica e um importante pólo de migração interna, aumentando ainda mais a miscigenação da sua população, o que constitui uma fonte de estudo importante para a previsão de prevalência da doença celíaca em nosso país. O objetivo específico propõe correlacionar essa prevalência com a raça/cor dos doadores de sangue, visto que mantidos os fatores genéticos e ambientais, a prevalência da doença celíaca parece ser a mesma, independentemente da região de residência. METODOLOGIA: Aplicação de questionário demográfico, investigação de sintomas e inquérito sobre ancestralidade, aplicados aos doadores, em um total de 4000 voluntários. Foi realizado em toda a amostra o teste sorológico antitransglutaminase IgA, bem como o teste sorológico com anticorpos IgA antiendomísio. Como o padrão ouro na análise da Doença Celíaca ainda é a biópsia do intestino delgado, o diagnóstico foi confirmado com a realização de endoscopia digestiva alta, com biópsia de duodeno e avaliação dos fragmentos com base nos critérios de Marsh modificado por Oberhuber. RESULTADOS: A idade média dos doadores foi de 31 anos, com 1817 do gênero feminino e 2183 masculino. Quanto à ancestralidade, 29% referiram ascendência européia. Dos 4000 testes, houve concordância dos exames em 11 casos, além de 10 com tTG positivo mas sem correlação com AAE e 3 casos apresentando AAE positivo isoladamente. No exame histopatológico, houve confirmação diagnóstica com achados de atrofia de vilos em 14 casos. CONCLUSÃO: Na cidade de São Paulo a prevalência da Doença Celíaca em doadores de sangue comprovada por biópsia é de no mínimo 1:286, semelhante aos de países europeus e Estados Unidos
Título em inglês
Prevalence of celiac disease among blood donors in São Paulo city
Palavras-chave em inglês
Biopsy
Celiac disease/ epidemiology
Celiac disease/diagnosis
Celiac disease/pathology
Ethinic group and health
Prevalence
Serologic tests
Resumo em inglês
BACKGROUND: Celiac disease is a permanent enteropathy caused by the ingestion of gluten and leads to an immunologically mediated inflammation of the small intestine mucosa. The prevalence of celiac disease varies among different nations and ethnic backgrounds, and its diversity is determined by genetic and environmental factors. More recently, several serological population screenings have shown that the prevalence of the disease is more common than previously imagined. Sao Paulo city is one of the biggest cities in the world, with a large population and with an important history of migratory flow from other countries, mainly European ones, and from other Brazilian cities, also with an important miscegenation. Since Sao Paulo city can be thought as a reflection of ethnic and social characters of the Brazilian population, we have decided to study the prevalence of celiac disease in Sao Paulo city. The aim of the present study was to assess the prevalence of unrecognized adult celiac disease in Sao Paulo and correlate it with further information about ancestry of the population studied. METHODS: We have measured the prevalence of celiac disease by means of a survey of serum markers (IgA transglutaminase antibody-guinea pig and IgA endomysium antibody-human umbilical cord) in 4,000 volunteers donors in the central Blood Bank in Sao Paulo, Pro-Sangue Foundation. The antibody-positive subjects were asked to undergo small-bowel biopsy. RESULTS: There were 1817 female and 2183 male with mean age of 31 years. In the ancestry evaluation of the 4,000 volunteers, we had 68% subjects with Brazilian origin and the remaining from other countries, mainly Italy, Portugal, Spain, and Germany. Of the 4,000 subjects, twenty-four subjects had positive tests, with results of the two antibody tests concordant or not. Ten subjects were positive for IgA-class tissue transglutaminase only. Most donors diagnosed with celiac disease were asymptomatic and when symptomatic the most common symptoms were flatulence and constipation. So far, in 21 positive patients, duodenal biopsies were performed and in 14 patients the diagnosis of celiac disease was confirmed (Marsh criteria modified for Oberhuber). CONCLUSION: Among apparently healthy blood donors, the prevalence of celiac disease is at least 1: 286 donors, similar to that seen in the United States and Europe
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-03-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.