• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2006.tde-14092006-153912
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Tedeschi Matos
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Rodriguez, Tomás Navarro (Presidente)
Chinzon, Decio
Eisig, Jaime Natan
Título em português
"Avaliação do espaço intercelular dilatado da mucosa esofágica antes e após infunsão de ácido clorídrico: marcador da doença do refluxo gastroesofágico (DRGE)"
Palavras-chave em português
Ácido clorídrico
Diagnóstico
Epitélio
Espaço intercelular
Marcadores biológicos
Membrana mucosa
Microscopia eletrônica
Refluxo gastroesofágico/patologia
Resumo em português
O objetivo foi evidenciar a presença do espaço intercelular dilatado do epitélio esofágico após a infusão de ácido clorídrico (HCl) à 0,1N comparando com a infusão de soro fisiológico (SF) em pacientes sem sintomas típicos da DRGE com mucosa esofágica normal e compará-los com os de sintomas típicos e esofagite erosiva. Foram entrevistados e realizaram o exame de endoscopia digestiva alta 60 pacientes destes, 29 foram incluídos no estudo sendo 18 com esôfago normal (9 foram infundidos SF e 9 HCl) e 11 com esofagite erosiva (6 foram infundidos SF e 5 HCl) e foram realizados 4 biópsias da mucosa esofágica (2 antes e 2 depois das infusões). Não foi encontrado diferença estatisticamente significante no espaço intercelular da mucosa esofágica dos pacientes com e sem esofagite erosiva com ácido clorídrico ou soro fisiológico não sendo um marcador da DRGE
Título em inglês
Evaluation of the extended intercellular space of the esophagic mucous membrane before and after infusion of chloridric acid : marker of disease of gastroesophagic reflux
Palavras-chave em inglês
Biological markers
Diagnosis
Epithelium
Extracellular space
Gastroesophageal reflux/pathology
Hydrochloric acid
Microscopy electron
Mucous membrane
Resumo em inglês
The purpose was to prove the presence of extended intercellular space of the esophagic epithelium after chloridric acid infusion (HCI) to 0,1N comparing to the physiologic serum infusion (PS) in patients without typical symptoms of DGER with normal esophagic mucous membrane and compare them to ones with typical symptoms and erosive esophagitis. 60 patients were interviewed and took the high digestive endoscopy; 29 were included in the research, among them 18 with normal esophagus (9 were infused PS, and 9 HCI) and 11 with erosive esophagitis (6 were infused PS and 5 HCI); 4 biopsies of esophagic mucous membrane were made (2 before and 2 after infusions). It was not found any statistically meaningful difference in intercellular space of esophagic mucous membrane in patients with or without erosive esophagitis with chloridric acid or physiologic serum, and thus it is not a DGER
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-10-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.