• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2008.tde-02062008-104303
Documento
Autor
Nome completo
Lourença de Oliveira Franco Dalcanale
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Claudia Pinto Marques Souza de (Presidente)
Mattar, Rejane
Rondo, Patricia Helen de Carvalho
Título em português
Análise das deficiências nutricionais de pacientes em seguimento pós-operatório tardio de cirurgia de Bypass Gástrico em Y de Roux
Palavras-chave em português
Bypass gástrico
Deficiências nutricionais
Obesidade mórbida
Pós-operatório
Resumo em português
Introdução: Apesar de não ser puramente disabsortiva, o Bypass Gástrico em Y de Roux pode provocar alteração da absorção de muitas vitaminas e minerais. Considerando ainda o fato de existirem poucos estudos que relatem o estado geral destes indivíduos, sobretudo com relação aos parâmetros nutricionais em longo prazo, observou-se à necessidade do desenvolvimento de um estudo que verifique a prevalência das carências nutricionais e a efetividade da técnica empregada, bem como o estado geral destes pacientes e suas inter-relações com outros fatores, para especialmente direcionar com maior efetividade as condutas a serem empregadas no pós-operatório pela equipe multidisciplinar. Métodos: 8 homens e 67 mulheres de uma amostra inicial de 130 pacientes compareceram a entrevista. Estes pacientes foram operados pela técnica de Bypass Gástrico em Y de Roux, possuíam entre 18-65 anos e tinham mais que 5 anos de pós-operatório. Foram coletados os seguintes dados: IMC pré e pós-operatório, perda do excesso de peso, queixa de sintomas gastrointestinais, além de dados referente a deficiências nutricionais através da análise de sangue pelos métodos padrões. Resultados: O IMC inicial foi de 56,5 +/- 10 Kg/m2. Após 2 anos, o IMC médio havia caído para 29,4 +/-6 e após 87 meses após a cirurgia, este era de 34,3 +/-10 Kg/m². Uma associação inversa entre perda do excesso de peso (PEP) e tempo de pósoperatório foi observada (P= 0,27; p=0,0183). Após 2 anos apenas 1,33 % (n=1) não atingiu a PEP esperada de 50% do excesso de peso e no momento da entrevista, 30,6% (n=23) não haviam conseguido mantê-la. As deficiências mais comumente verificadas foram as deficiências de vitamina B12 (61,82%) e D (60,53%). Baixos níveis de hemoglobina também foram verificados (50,82%). Vômitos e Síndrome de Dumping foram às queixas gastrointestinais mais observadas 66,19% e 56,76%. Verificou-se correlações significantes entre baixos níveis de hemoglobina e o sexo feminino (p=0,011), % de PEP e ocorrência de vômito com deficiência de vitamina B12 (p=0,028) e (p=0,022). Conclusão: O BGYR é eficiente na promoção e manutenção de perda de peso em longo prazo. Especial atenção deve ser dada aos grupos de maior risco para desenvolvimento de deficiências nutricionais, mulheres em idade fértil, perda de peso excessiva e naqueles que apresentam vômitos freqüentes.
Título em inglês
Prevalence of nutritional deficiencies in patients in long term follow-up after Roux-en-Y Gastric Bypass
Palavras-chave em inglês
Gastric Bypass
Morbid obesity
Nutritional deficiencies
Post-operatory
Resumo em inglês
Background: The goal of this study is determining both the efficacy of the surgery and the prevalence of nutritional deficiencies in the long term after the Roux-en Y Gastric Bypass and search for relations of theses deficiencies with other factors. Methods: 8 men and 67 women consecutives patients, who had 5 years or more after the surgery were assessed during regular visits. Pre and Post-operative BMI, excess weight loss and gastrointestinal symptoms were registered. Nutritional deficiencies were accessed by standard laboratory assays. Result: The initial BMI was 56,5 +/- 10 Kg/m2. After 2 years, the mean BMI had dropped to 29,4 +/-6 and by and average of 87 months it was 34,3 +/-10 Kg/m². A inverse association beetwen Excess Weight Loss (EWL) and time of postoperative was verified (P= 0,27; p=0,0183). After 2 years only 1,33 % (n=1) had not achieve a EWL of at least 50%. At the end, 30,6% (n=23) could not maintain this EWL. The more commom nutricional deficiencies are vitamin B12 (61,82%) and D (60,53%). Low levels of hemoglobin (50,82%) was also verified. Vomiting and dumping syndrome was reffered in 66,19% and 56,76%. Significant correlation and with clinical signify was observed between low hemoglobin levels and femine sex (p=0,011), % of weight loss and the B12 deficiency (p=0,028) and vomiting and deficiency of B12 (p=0,022). Conclusion: The RYGB is efficient to promotes and maintain the weight. Special attention should be given to patients with massive weight loss, frequent vomiting and women in reprodutive age.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
lourencaofdalcanale.pdf (284.22 Kbytes)
Data de Publicação
2008-06-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.