• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2005.tde-29092005-155733
Documento
Autor
Nome completo
Marco Antonio Capelozzi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Tibério, Iolanda de Fátima Lopes Calvo (Presidente)
Abdo, Carmita Helena Najjar
Azevedo Neto, Raymundo Soares de
Bizeto, Luciana
Rocco, Patrícia Hieken Macedo
Título em português
"Determinantes funcionais e morfológicos de ação de droga sobre os pulmões utilizando um modelo experimental em cobaias sob uso do cloridrato de fluoxetina"
Palavras-chave em português
ANTIDEPRESSIVOS DE SEGUNDA GERAÇÃO
COBAIAS
DOENÇAS PULMONARES INTERSTICIAIS/patologia
FLUOXETINA/efeitos adversos
FLUOXETINA/farmacocinética
FLUOXETINA/farmacologia
INFLAMAÇÃO/induzido quimicamente
MECÂNICA RESPIRATÓRIA/efeitos de drogas
NATAÇÃO
ÓXIDO NITRICO
PULMÃO/efeitos de drogas
SISTEMA RESPIRATÓRIO/efeitos adversos
Resumo em português
Muito se tem pesquisado sobre os efeitos adversos dos antidepressivos tricíclicos (p.e. imipramina) sobre o sistema respiratório, embora pouco ou quase nada se encontre com relação a tal aspecto na literatura médica sobre a fluoxetina (Prozac®)– um inibidor seletivo da recaptação de serotonina, até porque esta droga começou a ser utilizada somente há cerca de quinze anos. Ambas substâncias (fluoxetina e imipramina, ou seus congêneres) agem basicamente sobre quadros depressivos, fóbicos e obsessivo-compulsivos, obesidade, anorexia, e outras indicações de várias naturezas, indo desde a ansiedade até a sindrome do pânico. Nota-se entretanto, que na maioria dos pacientes com tais quadros (sob tratamento com a fluoxetina ou não), são muito frequentes as queixas de natureza respiratória, como tosse, falta de ar, “angústia" no peito etc. Alguns efeitos adversos da fluoxetina e seus derivados são descritos na literatura, embora raros. Entre eles, destaca-se o comprometimento do aparelho respiratório na forma de doença pulmonar intersticial, pneumonia de hipersensibilidade e fosfolipidose. Apresentamos a seguir um projeto de trabalho experimental em cobaias com intuito de verificar a ação da fluoxetina sobre o aparelho respiratório, com relação à mecânica pulmonar, influência sobre o óxido nítrico exalado e resposta histopatológica pulmonar frente a possíveis injúrias, comparados a animais controles sem efeito da droga. Nosso modelo descreve um protocolo em que os animais foram submetidos ao cloridrato de fluoxetina por via oral durante 30 dias consecutivos, sendo ainda submetidos a uma reação de estresse tipo pânico– a natação forçada.
Título em inglês
Functional and morphological determinants of drug action on the lungs through an experimental model in guinea pigs under use of fluoxetine
Palavras-chave em inglês
ANTIDEPRESSIVE AGENTS
FLUOXETINE/adverse effects
FLUOXETINE/pharmacokinetics
FLUOXETINE/pharmacology
GUINEA PIGS
INFLAMMATION/chemically induced
INTERSTITIAL/pathology
LUNG DISEASES
LUNG/drug effects
NITRIC OXIDE
RESPIRATORY MECHANICS/drug effects
RESPIRATORY SYSTEM/drug effects
SECOND-GENERATION
SWIMMING
Resumo em inglês
Although high-affinity imipramine binding sites have been reported in both rat and human lung, the role of the lungs in the pharmacokinetics of antidepressants like fluoxetine has not received much attention. Imipramine and fluoxetine have their action in depression, obesity, panic and anxiety among other indications. However, accumulation of selective serotonin-reuptake inhibitors- like fluoxetine, in the human lungs has been reported. Besides, it is very frequent to most patients (under fluoxetine treatment or not) present respiratory symptoms and/or signs, just like dyspnea, cough, chest anguish and so on. There also have been some adverse effects of fluoxetine described in the literature, although being few and isolated ones, related to hypersensitivity pneumonitis, phospholipidosis and interstitial lung disease. The purpose of this project is to investigate the fluoxetine action in respiratory tract, more specifically over the pulmonary interstitium, using an experimental model in guinea-pigs. Our project comprehends an experimental model with the animals under treatment of fluoxetine so that we could evaluate the substance effects on the respiratory system, concerning the mechanics and the lung histopathological aspects, compared to the control animals. We created then a protocol where the animals were treated with fluoxetine for 30 consecutive days and submmited to the forced swimmig test, a kind of panic-like reaction.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2005-10-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.