• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2007.tde-29012008-143805
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Cardoso Guedes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Brito Neto, Rubens Vuono de (Presidente)
Bevilacqua, Maria Cecilia
Gomez, Maria Valeria Schmidt Goffi
Título em português
Telemetria de resposta neural: repercussões dos fatores etiológicos e no reconhecimento de fala após o implante coclear
Palavras-chave em português
Implante coclear
Percepção de fala
Potenciais evocados auditivos
Telemetria
Resumo em português
INTRODUÇÃO: O Potencial de Ação Composto Evocado Eletricamente(PACEE) é a medida da atividade sincrônica das fibras neurais eliciadas pelo implante coclear. O potencial é registrado diretamente da cóclea, utilizando os eletrodos como geradores do estímulo e gravadores da resposta, procedimento denominado Telemetria de Resposta Neural (TRN). A análise das características da resposta neural pode ser útil no conhecimento sobre a funcionalidade do nervo auditivo e das estruturas neurais sobreviventes. A presença do PACEE pode estar, portanto, relacionada ao resíduo auditivo e influenciar no desempenho para processar os estímulos de fala. OBJETIVO: Identificar os possíveis fatores associados à ausência do PACEE na condição intra-operatória e avaliar a repercussão da ausência de resposta neural no desempenho em testes de reconhecimento de fala após 06 meses de uso contínuo do implante coclear. MÉTODOS: Clínico longitudinal retrospectivo. Participaram do estudo todos os indivíduos operados entre 2003 e 2006 com o implante N24 e cujos exames evidenciaram inserção completa e ausência de alterações nas impedâncias (n = 97). A ausência da resposta neural foi estabelecida quando não se encontrava registro de onda com reprodutibilidade em nenhuma das séries de otimização em todos os eletrodos pesquisados. Os processadores de fala foram ativados com parâmetros sugeridos pelo fabricante e os níveis de corrente determinados pelo método psicoacústico. Os testes de percepção de fala foram realizados após seis meses de uso contínuo e sem leitura orofacial ou apoio de gestos. Os indivíduos foram divididos em grupos de acordo com a presença do PACEE: Grupo "TRN presente" e Grupo "TRN ausente". A média dos resultados nos testes de reconhecimento de fala foi comparada entre os dois grupos utilizandose o teste não paramétrico U de Mann-Whitney, Teste exato de Fisher e teste do Quiquadrado. RESULTADOS: No Grupo TNR ausente a prevalência de surdez por meningite foi de 48% e no Grupo TNR presente de 13.9% (p < 0,001). O risco relativo para um indivíduo com surdez pós-meningite não apresentar respostas neurais para o estímulo elétrico no intra-operatório é 3.1 vezes maior do que o de um indivíduo com surdez por outras causas. A amostra foi estratificada por etiologia. Os resultados mostraram forte associação entre a ausência do PACEE e piores resultados em testes de reconhecimento de fala. OS resultadoS dos indivíduos em que o potencial foi ausente foram significantemente menor que a média dos indivíduos com PACEE presente (p = 0,002), independente da etiologia da surdez. CONCLUSÃO: A ausência do PACEE em usuários do implante coclear sugere pobre capacidade de despolarização e de condução neural diante da estimulação elétrica. A etiologia de surdez por meningite esteve associada à ausência do potencial e à piores resultados nos testes de reconhecimento de fala. Independentemente deste fator, a presença do potencial no momento intra-operatório esteve associada ao melhor desempenho para processar estímulos de fala, sugerindo um bom prognóstico com o dispositivo.
Título em inglês
Neural response telemetry: repercussions of etiological factors and speech recognition after cochlear implant
Palavras-chave em inglês
Cochlear implantation
Evoked potentials auditory
Speech perception
Telemetry
Resumo em inglês
INTRODUCTION: The Electrically Evoked Compound Action Potential (ECAP) is the register of synchronic activity o neural fibers stimulated by Cochlear Implant. The potential is registered directly from the cochlea using the electrodes as stimulus probe and recorder. This procedure is called Neural Response Telemetry (NRT). The analysis of ECAP can be useful to understand the auditory system function and the surviving neural population. The ECAP presence could be, though, related to auditory residual and influence the ability to process the speech stimulus. Objective: to identify the factors associated to the absent NRT responses and the consequence repercussions for speech recognition after six months of cochlear implant use. METHODS: longitudinal retrospective clinical study. Selection criteria: individual who received N24 cochlear implant model between 2003 and 2006 and presented exams showing complete insertion of electrode array and normal impedances results (n = 97). The NRT absent responses were established when there was no reproducible register in any optimization series of all electrodes searched. The implant speech processors were mapped according to the manufactures default. The current levels were determined by psychoacoustic method. The speech perception battery tests were performed after six months of continual use of device, without lipreading or gestures. The individuals were divided in two groups: Group "NRT present" and Group "NRT absent". The average of speech perception tests results were compared between groups using the non-parametric Mann-Whitney U test, Exact Fisher's test and Chi-square test. RESULTS: In NRT absent group the prevalence of post meningitis hearing loss was 48% and in NRT present group of 13.9% (p < 0.001). The results showed strong association between the absence of ECAP and lower performance in speech recognition sentence test. In these results, the average of subjects whose potential were absent was significantly lower than the ones with ECAP present by intraoperative NRT, regardless the hearing loss etiology (p = 0.002). CONCLUSION: The ECAP absence in cochlear implant users suggests poor neural conduction under electrical stimulus. The post meningitis hearing loss was associated to the absence of potential and poor performance in the speech recognition tests. However, the presence of reproducible ECAP waves was associated to a better performance in processing speech stimulus and suggests a good prognosis with the cochlear implant device.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-03-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.