• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2007.tde-19022009-140127
Documento
Autor
Nome completo
Lucinda Simoceli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Bittar, Roseli Saraiva Moreira (Presidente)
Brito Neto, Rubens Vuono de
Ganança, Fernando Freitas
Jacob Filho, Wilson
Lavinsky, Luiz
Título em português
Integração sensorial, limite de estabilidade corporal e melhora clínica em idosos vestibulopatas submetidos a dois programas de reabitação vestibular
Palavras-chave em português
Idoso
Posturografia
Queda
Reabilitação vestibular
Tontura
Resumo em português
Forma de estudo: Ensaio clínico randomizado cego. Objetivo: Comparar a variação dos limites de estabilidade corporal, integração sensorial e melhora clínica dos pacientes após terapia de Reabilitação Vestibular (RV), segundo dois métodos distintos: a reabilitação vestibular clássica com treinamento global do sistema de equilíbrio (RVC) e a adaptação do Reflexo Vestíbulo-ocular (RVO). Casuística e Método: 39 pacientes, acima de 65 anos, com distúrbio de equilíbrio e indicação de tratamento pela RV foram selecionados e alocados aleatoriamente em dois grupos: Protocolo de Cawthorne e Cooksey modificado (Grupo RVC), e adaptação do RVO (Grupo RVO). Os pacientes foram avaliados antes e após o tratamento pelos protocolos de Integração Sensorial e Limite de Estabilidade da Posturografia Dinâmica Computadorizada (PDC), pela escala clínica Disability Index (DI) e por auto-avaliação fundamentada na porcentagem referida de melhora. Resultados: Dentre os 39 pacientes alocados, completaram adequadamente o estudo 16 indivíduos do Grupo RVC e 16 do Grupo RVO. Os grupos mostraram-se homogêneos quanto à faixa etária, sexo e alterações de equilíbrio observadas. Após o tratamento, ambos os grupos apresentaram variações semelhantes dos parâmetros posturográficos e da escala clínica adotada, bem como da auto-avaliação. Conclusão: Os dois protocolos foram semelhantes quanto a sua eficácia para o restabelecimento do equilíbrio corporal dos pacientes
Título em inglês
Sensory organization, limits of postural stability and clinical improvement in elderly with vestibulopathy submitted to two vestibular rehabilitation programs
Palavras-chave em inglês
Dizziness
Ederly
Fall
Posturography
Vestibular rehabilitation
Resumo em inglês
Study design: Blind randomized clinical trial. Objective: To compare the variation of the sensory organization, limits of postural stability and clinical improvement in elderly patients after Vestibular Rehabilitation (VR) therapy using two different methods: classical vestibular rehabilitation (CVR) with global training of balance system and adaptation of vestibulo-ocular reflex (VOR). Material and Method: Thirty-nine patients aged over 65 years with balance disorders and indication of VR therapy were selected and randomly allocated into two groups: Cawthorne-Cooksey modified protocol (CVR Group) and adaptation of VOR protocol (VOR Group). Patients were assessed before and after treatment with Sensory Organization Test (SOT) and Limits of Stability (LOS) by Computerized Dynamic Posturography (CDP), using clinical scale Disability Index (DI) and self-assessment based on reported percentage of improvement. Results: The study comprised 16 subjects in the CVR group and 16 in the VOR group who fully complied with the treatment. The groups showed similar age range, gender and balance abnormalities. After treatment, both groups presented similar variations of CDP tests and similar results in the clinical scale and in the self-assessment. Conclusion: Both VR protocols showed similar results in effective expansion of limits of stability, scores of sensory organization test and subjective clinical improvement of patients
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
lucindasimoceli.pdf (1.85 Mbytes)
Data de Publicação
2009-03-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.