• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2019.tde-28022019-102024
Documento
Autor
Nome completo
Karina de Barros Pellegrinelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Moreno, Ricardo Alberto (Presidente)
Louzã Neto, Mario Rodrigues
Paiva, Cláudia Márcia Miranda de
Rocca, Cristiana Castanho de Almeida
Título em português
Existe associação entre a forma que os pais com TBI foram cuidados na sua infância e a forma como eles cuidam dos seus filhos na vida adulta?
Palavras-chave em português
Comportamento infantil/psicologia
Cuidados parentais
Psicopatologia
Relações familiares
Relações pai-filho
Transtorno bipolar
Resumo em português
Introdução: Nos últimos anos, têm crescido os estudos científicos focados em caracterizar o cuidado parental disfuncional como um possível fator associado ao risco de desenvolvimento de Transtorno Bipolar (TB) nos filhos e em incorporar esses resultados nas orientações para o cuidado parental nas diretrizes de psicoeducação. Objetivos: Verificar se existe associação entre o cuidado recebido durante a infância e o cuidado destinado aos filhos de pacientes bipolares. Caracterizar o cuidado parental bipolar destinado aos filhos e recebido durante a infância com foco em variáveis como: rejeição, superproteção e calor emocional. Método: Grupo experimental: 73 pacientes com filhos e TBI, eutímicos (YMRS <= 12, HAMD <= 7), com idades entre 22 e 65 anos, atendidos no ambulatório de atenção terciária e num de atenção secundária foram avaliados. Grupo controle: 24 voluntários sadios do ponto de vista físico e mental, com idades entre 22 e 65 anos. Instrumentos de avaliação: SCID - CV, YMRS, HAM-D, EMBU-S (para acessar as memórias dos adultos sobre as práticas educativas dos seus pais), EMBU-P (para avaliar o relacionamento dos adultos com seus filhos). Resultados: Os dados indicam que houve associação entre a memória de calor emocional paterna e materna recebida durante a infância e o calor emocional destinado aos filhos (p=0,013; p=0,013). Houve também associação entre a memória de superproteção materna e a superproteção destinada para o filho (p=0.003). Em relação aos dados de rejeição, não foram encontradas associações significativas (p > 0.90). Os resultados nos mostraram que a memória de calor emocional materno foi menor no grupo TBI do que no controle saudável (p=0.036). Conclusão: Há uma associação da memória do calor emocional recebido do pai e da mãe com o calor emocional destinado à criança, da memória de superproteção materna e paterna, com a superproteção destinada ao filho. Além disso, os pacientes bipolares lembraram de terem recebido menos calor emocional de suas mães quando comparados aos do controle saudável
Título em inglês
The influence of child-rearing history in the parental care provided by bipolar
Palavras-chave em inglês
Bipolar disorder
Child behavior/psychology
Child rearing
Family relations
Father-child relations
Psychopathology
Resumo em inglês
Introduction: In recent years there has been growing scientific studies focused on characterizing the dysfunctional parenting as a possible factor associated with the risk of Bipolar Disorder (BD) development and incorporating guidance for parental care in psychoeducation guidelines. Objectives: Check if there is an association between the care received during childhood and the care given to the children of bipolar patients. Characterize the bipolar parental care given to the children and received during childhood focusing on variables such as rejection, over protection and emotional warmth. Method: As experimental group: 73 patients with children and BDI euthymic (YMRS <= 12, HAMD <= 7) aged between 22 and 65 years, treated at the tertiary care outpatient clinic and in a secondary care unit were evaluated. As control group: 24 healthy volunteers from the physical and mental point of view, aged between 22 and 65 years. Assessment tools: SCID - CV, YMRS, HAM-D, EMBU-S (to access adult memories of their parents rearing practices), EMBU-P (to assess adult´s relationship with their children). Results: The data indicate that there was an association between the paternal and maternal emotional warmth memory received during childhood and the emotional warmth transmitted to the child (p=0.013; p=0.013). There was also an association between the maternal overprotection memory and the overprotection for the child (p=0.003). Regarding rejection data, no significant associations were found (p > 0.90). The results also showed us that the maternal emotional warmth memory was lower in the BDI group than in the healthy control (p=0.036). Conclusion: There is an association between the memory of the emotional warmth received from the father and the mother in the emotional warmth destined to the child, between the memory of the overprotection received from the mother and the overprotection destined for the child. In addition, bipolar patients remember having received less emotional warmth from their mothers when compared with healthy control
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-03-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.