• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2017.tde-06062017-084608
Documento
Autor
Nome completo
Guilherme Castro Boulos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Lotufo Neto, Francisco (Presidente)
Elkis, Helio
Pereira, Luciano
Santana, Carmen Lúcia Albuquerque de
Título em português
Estudo sobre a variação de sintomas depressivos relacionada à participação coletiva em ocupações de sem-teto em São Paulo
Palavras-chave em português
Assentamentos urbanos
Depressão
Entrevista
Movimentos sociais
Questionários
Resumo em português
O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) é hoje o maior movimento popular urbano no Brasil. Este trabalho tem o objetivo de verificar a hipótese de redução sintomas depressivos após o envolvimento de pessoas em atividades coletivas nas ocupações de sem-teto. A escolha metodológica para atingir os objetivos foi a combinação de métodos quantitativos e qualitativos. A primeira coleta foi feita por meio de questionários com indivíduos que estavam se juntando a novas ocupações no final de 2014 e início de 2015. A segunda parte da pesquisa utilizou o método qualitativo. Neste caso, a coleta de dados foi feita através de entrevistas individuais. No total, havia 268 pessoas envolvidas na resposta ao questionário inicial. No segundo momento, 15 participantes que mostraram remissão significativa nos sintomas depressivos foram convidados para a entrevista individual. Foram analisados: depressão, ansiedade, solidão, relação social e religiosidade. Todas as variáveis consideradas, com exceção da religiosidade, apresentaram variações. Os resultados confirmaram as principais hipóteses estabelecidas nos objetivos deste trabalho: a relação entre o envolvimento nas ações coletivas das ocupações e a remissão dos sintomas depressivos e a relação entre depressão e isolamento social. As entrevistas nos mostram que a maioria dos participantes mencionou a recepção e apoio encontrado na ocupação como o aspecto mais importante na sua melhoria
Título em inglês
Relationship: depression and participation in a social movement
Palavras-chave em inglês
Depression
Interview
Questionnaires
Social movements
Urban settelments
Resumo em inglês
The Homeless Workers Movement (HWM or MTST, in Portuguese) is today the largest urban popular movement in Brazil. This paper has the objective to verify the hypothesis of depressive symptoms' reduction after people involvement in the collective actions in the MTST occupations. The methodological choice to reach the objectives was the combination of quantitative and qualitative methods. A first data collection was made through questionnaires with individuals who were joining new occupations in the end of 2014 and beginning of 2015. The second part of the research has used the qualitative method. In this case, the data collection was made through individual interviews. In total, there were 268 people involved in the response to the initial questionnaire. In the second moment, the 15 participants who showed a larger remission in the depressive symptoms were invited to the individual interview. We analyzed: depression, anxiety, loneliness, social relation and religiosity. All variables considered, besides religiousness, presented variations. The results confirmed the main hypotheses established in this work's objectives: the relation between engagement in MTST's occupations and remission of depressive symptoms and the relation between depression and social isolation. The interviews show us that most of the participants has mentioned the reception and support found in the occupation as the most important aspect in their improvement
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-06-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.