• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2006.tde-20092006-150115
Documento
Autor
Nome completo
Rosalvo Zósimo Bispo Júnior
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Camargo, Olavo Pires de (Presidente)
Etchebehere, Mauricio
Ferreira, Fábio de Oliveira
Título em português
"Fatores prognósticos e alterações da proteína mdm2 no lipossarcoma primário de extremidades"
Palavras-chave em português
Extremidade inferior
Extremidade superior
Imunohistoquímica
Lipossarcoma/cirurgia
Lipossarcoma/patologia
Prognóstico
Proteínas proto-oncogênicas
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi estudar a expressão protéica de mdm2 e avaliar a sua relação com alguns aspectos anatomopatológicos, visando também identificar fatores prognósticos no que diz respeito à sobrevida livre de recidiva local (SLRL), sobrevida livre de metástase (SLM) e sobrevida global (SG), em pacientes portadores de lipossarcoma primário de extremidades. Vinte e cinco entre 50 pacientes admitidos no Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – IOT/HC/FMUSP, entre 1968 e 2004, foram eleitos para o estudo. As probabilidades de sobrevida acumuladas foram feitas pela técnica de Kaplan-Meier e as curvas de sobrevida comparadas pelo teste de Log Rank. A validade estatística foi estabelecida para valores de p<0,05. As associações entre os índices positivo ou negativo para o mdm2 com outras variáveis foram feitas utilizando-se o teste exato de Fischer. A expressão imunoistoquímica da proteína mdm2 não foi considerada de valor prognóstico em nenhuma das sobrevidas estudadas (SLRL, SLM ou SG). Os fatores adversos que influenciaram o risco de recidiva local na análise univariada foram: o gênero masculino (p = 0,023), subtipo histológico pleomórfico (p = 0,027) e alto grau histológico (p=0,007). Em relação a SLM a idade inferior a 50 anos (p = 0,040), o gênero masculino (p = 0,040), o subtipo pleomórfico (p < 0,001), o alto grau histológico (p = 0,003) tiveram um pior prognóstico. Os fatores adversos para SG foram: idade inferior a 50 anos (p = 0,040); o gênero masculino (p = 0,040); o subtipo pleomórfico (p < 0,001) e o alto grau histológico (p = 0,003).
Título em inglês
Prognostic factors and expression of protein mdm2 in patients with primary extremity liposarcoma
Palavras-chave em inglês
Immunohistochemistry
Liposarcoma/pathology
Liposarcoma/surgery
Lower extremity
Prognosis
Proto-Oncogene proteins
Upper extremity
Resumo em inglês
The purpose of this was to study the expression by imunohistochemistry of mdm2 and your correlation with anatomopathological selected variables, aiming at identifying prognostic factors concerning to local recurrence free survival (LRFS), metastases free survival (MFS) and overall survival (OS) in patients with liposarcomas primary extremities. This study included 25 patients registred in the Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - Brazil, from 1968 to 2004. The accumulated survival probabilities were calculated by Kaplan-Meier method and survival curves were compared using the logrank test. Statistical significance was defined as a p value less than 0,05. Associations between expression of mdm2 and other variables were analyzed using Fischer’s exact test. The expression by imunohistochemistry of mdm2 was not significant factor for LRFS, MFS or OS. The adverse factors for LRFS in univariate analysis were male gender (p = 0,023), pleomorfic histologic subtypes (p = 0,027) and high grade tumor (p = 0,007). For MFS age < 50 years (p = 0,040), male gender (p = 0,040), pleomorfic histologic subtypes (p < 0,001) and high grade tumor (p = 0,003) had worse prognostic. Negative prognostic factors for OS were age < 50 years (p = 0,040), male gender (p = 0,040), pleomorfic histologic subtypes (p < 0,001) and high grade tumor (p = 0,003).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
rosalvozosimo.pdf (1.32 Mbytes)
Data de Publicação
2006-10-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.