• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2006.tde-07082006-093452
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Cristina de Souza
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Miyadahira, Seizo (Presidente)
Nomura, Roseli Mieko Yamamoto
Okumura, Maria
Título em português
"Cardiotocografia estimulada em gestações de baixo risco: estudo comparativo da resposta cardíaca fetal à estimulação vibratória e sônica"
Palavras-chave em português
Cardiotocografia
Estimulação acústica
Freqüência cardíaca
Monitorização fetal
Vibração
Resumo em português
Trata-se de estudo prospectivo, comparativo da resposta da freqüência cardíaca fetal (FCF) à estimulação vibratória e sônica, quanto à amplitude e duração, em 113 fetos de gestações de baixo risco. A população estudada foi discriminada em quatro grupos: 1) 25 semanas a 28 semanas e seis dias; 2) 29 semanas a 32 semanas e seis dias; 3) 33 semanas a 36 semanas e seis dias e 4) 37 a 42 semanas. Comparando-se a amplitude e a duração da resposta da FCF na faixa três e na faixa quatro, a resposta à estimulação vibratória foi menor que a sônica. Nas faixas um e dois não houve diferença nas respostas. Conclui-se que a estimulação vibratória promove resposta fetal (FCF) menos intensa com amplitude e duração de resposta menor quando comparada à estimulação sônica em faixa de idade gestacional mais tardia
Título em inglês
Stimulated cardiotocography in low-risk pregnancies: comparative study of fetal cardiac response to vibratory and sonic stimulation
Palavras-chave em inglês
Acoustic stimulation
Cardiotocography
Fetal monitoring
Heart rate
Vibration
Resumo em inglês
This prospective study compares the response in terms of fetal heart rate acceleration after vibratory and sonic stimulation, in a sample of 113 fetuses of low-risk pregnancies. The study population was divided into four groups according to gestational age: group 1 - 25 weeks to 28 weeks and 6 days; group 2 - 29 weeks to 32 weeks and 6 days; group 3 - 33 weeks to 36 weeks and 6 days, and group 4 - 37 to 42 weeks. Comparing the amplitude and duration of the cardioacceleratory response between group 3 and 4, the response after vibratory stimulation was lower than sonic. In the groups 1 and 2, the response was similar. The study concludes that vibratory stimulation promotes a less intense response with amplitude and duration lower than sonic stimulation in latter gestational age
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-08-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.