• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2018.tde-02072018-154226
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Cristina Ferreira Mikami
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Brizot, Maria de Lourdes (Presidente)
Abrão, Ana Cristina Freitas de Vilhena
Francisco, Rossana Pulcineli Vieira
Martinelli, Silvio
Título em português
Aleitamento materno em gêmeos: efeito do aconselhamento pré-natal e fatores associados ao desmame
Palavras-chave em português
Aconselhamento
Aleitamento materno
Desmame
Fatores associados ao desmame
Gravidez de gêmeos
Lactente
Taxas de aleitamento materno
Resumo em português
OBJETIVOS: Descrever as taxas de início de aleitamento materno em gêmeos; investigar o efeito do aconselhamento pré-natal nas taxas de aleitamento materno total e exclusivo em gêmeos e identificar os fatores associados ao desmame e os fatores citados por mães de gêmeos como motivo para a interrupção da amamentação, durante os primeiros seis meses de vida dos lactentes. MÉTODOS: Estudo prospectivo em que cento e setenta e uma grávidas de gêmeos foram randomizadas para grupo aconselhamento pré-natal ou grupo controle. Dados de aleitamento materno foram coletados por entrevistas pessoais presenciais em três diferentes momentos após o parto: 30 a 40 dias (Período 1), 90 dias (Período 2) e 180 dias (Período 3). RESULTADOS: A análise foi composta por 68 grávidas de gêmeos no grupo aconselhamento pré-natal e 60, no grupo controle. Cento e vinte e três mães de gêmeos iniciaram amamentação (96,1%). Não houve diferença significativa nas taxas de aleitamento materno total entre o grupo aconselhamento pré-natal e grupo controle nos tempos analisados: Período 1 [razão de chances (RC) 1,87, intervalo de confiança (IC) de 95% 0,71 - 4,95], Período 2 [RC 1,50, IC 95% (0,72 - 3,10)], Período 3 [RC 1,06, IC 95% (0,51 - 2,19)]. Não foi observada também diferença nas taxas de aleitamento materno exclusivo entre os grupos: Período 1 [razão de chances (RC) 0,76, intervalo de confiança (IC) de 95% 0,28 - 2,11], Período 2 [RC 1,59, IC 95% (0,36 - 6,87)], Período 3 [RC 0,83, (IC 95% 0,10 - 6,45)]. Ao considerar-se a correlação entre gêmeos de mesma mãe, também não houve diferença entre as razões dos riscos (RR) para desmame no grupo aconselhamento pré-natal e GC até 180 dias de vida dos lactentes, RR 2,091 (IC 95% 0,27 - 15,77). A análise da associação dos fatores (maternos, obstétricos, neonatais e relacionados ao processo de amamentação) com o desmame em gêmeos durante os primeiros 180 dias de vida, avaliados pela metodologia das análises de sobrevivência, evidenciou maior risco de parada da amamentação nas participantes com: modo de amamentação não-exclusivo (p = 0,004, modelo de regressão de riscos proporcionais de Cox); ausência de ajuda durante o período de lactação (p = 0,001); dificuldade para amamentar (p = 0,003); duração da amamentação prévia menor do que 12 meses (p = 0,001); e peso do nascimento do recémnascido inferior a 2.300g (p < 0,001). Os fatores mais citados por mães de gêmeos como motivo para desmame, nos três períodos analisados, foram oferta inadequada de leite materno, comportamento dos lactentes e retorno ao emprego/ trabalho. CONCLUSÕES: Em gêmeos, o aconselhamento pré-natal não aumentou significativamente as taxas de aleitamento materno. Foram identificados os principais fatores associados ao desmame em lactentes gêmeos nos primeiros 180 dias de vida. Esse conhecimento pode ajudar a melhorar as estratégias para aumentar as taxas de aleitamento materno em gêmeos
Título em inglês
Breastfeeding in twins: effect of prenatal counseling and factors associated with weaning
Palavras-chave em inglês
Breast feeding
Breast feeding rates, Factors associated with weaning
Counseling
Infant
Pregnancy twin
Weaning
Resumo em inglês
OBJECTIVES: To describe the rates of initiation of breastfeeding in twins; to evaluate the effect of antenatal counseling on the rates of any and exclusive breastfeeding in twins; and to identify the factors associated with weaning and the factors cited by mothers of twins as a reason for breastfeeding cessation during the first six months of twin infants' age. METHODS: A prospective trial in which one hundred and seventy-one women pregnant with twins were randomized into the prenatal counseling group or control group. Breastfeeding data were collected through personal interviews at three different times after birth: 30-40 days (Time 1), 90 days (Time 2) and 180 days (Time 3). RESULTS: The analysis comprised 68 women pregnant with twins in the prenatal counseling group and 60 in the control group. One hundred and twenty-three mothers of twins initiated breastfeeding (96.1%). There was no significant difference in the any breastfeeding rates between prenatal counseling group and control group in the analyzed times: Time 1 [odds ratio (OR) 1.87, 95% confidence intervals (CI) 0.71 - 4.95], Time 2 [OR 1.50, 95% CI (0.72 - 3.10)], Time 3 [OR 1.06, 95% CI (0.51 - 2.19)]. There was also no difference in the exclusive breastfeeding rates among the groups: Time 1 [OR 0.76, 95% CI (0.28 - 2.11)], Time 2 [OR 1.59, 95% CI (0.36 - 6.87)], Time 3 [OR 0.83, 95% CI (0.10 - 6.45)]. When considering the correlation between twins of the same mother, no difference was found between prenatal counseling group and control group, once the hazard ratio (HR) for weaning was 2,091 [95% CI (0.27 - 15.77)]. The analysis of the association of factors (maternal, obstetric, neonatal and related to the breastfeeding process) with weaning in twins during the first 180 days of life, evaluated by survival analysis methodologies, demonstrated a higher risk of breastfeeding cessation in the participants with: non-exclusive breastfeeding mode (p = 0.004, Cox proportional hazards regression model); absence of help during the lactation period (p = 0.001); difficulty in breastfeeding (p = 0.003); duration of previous breastfeeding less than 12 months (p = 0.001); and birth weight of the newborn of less than 2300g (p < 0.001). The main reasons for weaning cited by mothers of twins were insufficient breast milk supply, infant's behavior and returning to work. CONCLUSIONS: In twins, prenatal counseling did not significantly increase breastfeeding rates. The main factors associated with weaning in twin infants during the first 180 days of life were identified. This knowledge can help improve strategies to increase breastfeeding rates in twins
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.