• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2015.tde-23092015-151132
Documento
Autor
Nome completo
Patrícia Helena Figueirêdo do Vale Britto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Brucki, Sônia Maria Dozzi (Presidente)
Chaves, Márcia Lorena Fagundes
Yassuda, Monica Sanches
Título em português
Test of Practical Judgment" (TOP-J): adaptação brasileira em amostra de indivíduos cognitivamente saudáveis, com comprometimento cognitivo leve e demência
Palavras-chave em português
Comprometimento cognitivo leve
Demência
Demência frontotemporal
Doença de Alzheimer
Julgamento
Testes neuropsicológicos
Resumo em português
INTRODUÇÃO: Julgamento é a capacidade de tomar decisões após cuidadosa consideração das informações disponíveis, soluções possíveis, resultados prováveis e fatores contextuais. Do ponto de vista neuropsicológico, o conceito de julgamento envolve memória, linguagem, atenção, raciocínio e principalmente funções executivas. Perda de julgamento tem sido descrita em Comprometimento Cognitivo Leve (CCL) e demência. O Test of Practical Judgment (TOP-J) é uma medida originalmente americana, desenvolvida para avaliar o julgamento prático em adultos mais velhos. É um questionário aberto de 15 itens (TOP-J/15) ou de 9 itens (TOP-J/9) no qual os participantes escutam breves cenários sobre os problemas cotidianos e relatam em voz alta as soluções propostas. Este estudo teve como objetivos a adaptação do TOP-J para uso no Brasil, a elaboração de uma versão reduzida deste instrumento e verificação da acurácia de ambas a versões em amostra da população brasileira composta de controles cognitivamente saudáveis e pacientes com Comprometimento Cognitivo Leve (CCL), doença de Alzheimer (DA) e demência frontotemporal variante comportamental (DFT). MÉTODOS: A amostra foi composta por 85 indivíduos, com idade mínima de 50 anos e escolaridade mínima de 4 anos, sendo 24 controles, 26 CCL, 20 DA e 15 DFT. Os participantes foram submetidos a avaliação neuropsicológica e ao TOP-J. RESULTADOS: No TOP-J/15 versão brasileira (TOP-J/15-Br) e no TOP-J/9 versão brasileira (TOP-J/9-Br) (versão reduzida), o desempenho de controles foi estatisticamente superior ao desempenho de pacientes com CCL, DA e DFT e o desempenho de CCL foi superior ao de pacientes com DA e DFT. No TOP-J/15-Br, a confiabilidade verificada pelo alfa de Cronbach foi de 0,69 e o melhor ponto de corte para distinção de controles e pacientes foi de 30 (sensibilidade de 91,7%; especificidade de 59% e área sob a curva de 0,80). No TOP-J/9-Br, o alfa de Cronbach foi de 0,68 e o melhor ponto de corte para distinção entre julgamento de controles e de pacientes foi 19, com sensibilidade de 79,2, especificidade de 72,1 e área sob a curva de 0,82. CONCLUSÕES: O TOP-J/15-Br e o TOP-J/9-Br apresentaram características psicométricas robustas para o uso pretendido com amostra da população brasileira. Ambos foram capazes de identificar prejuízo de julgamento já em pacientes com CCL e diferenciaram julgamento de controles do julgamento de pacientes com boa sensibilidade e especificidade
Título em inglês
Test of Practical Judgment (TOP-J): Brazilian adaptation in a sample of cognitively healthy individuals, mild cognitive impairment and dementia
Palavras-chave em inglês
Alzheimer disease
Dementia
Frontotemporal dementia
Judgment
Mild cognitive impairment
Neuropsychological tests
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Judgment is the ability to make sound decisions after careful consideration of available information, possible solutions, likely outcomes and contextual factors. From a neuropsychological perspective, the concept of judgment involves memory, language, attention, reasoning and specially the executive functions. Loss of judgment has been described in Mild Cognitive Impairment (MCI) and dementia. The Test of Practical Judgment (TOP-J) is an originally American measure created for evaluate practical judgment in older adults. It is a 15-item (TOP-J/15) or 9- item (TOP-J/9) open-ended questionnaire in which participants listen to brief scenarios about everyday problems and report aloud their proposed solutions. This study aimed the adaptation of the TOP-J for use in Brazil, the development of a reduced version of this instrument and the verification of accuracy of both the versions in Brazilian sample composed of cognitively healthy controls and patients with mild cognitive impairment (MCI), Alzheimer's disease (AD) and frontotemporal dementia behavioral variant (FTD). METHODS: The sample consisted of 85 subjects with a minimum age of 50 years and minimum education of 4 years, being 24 controls, 26 MCI, 20 AD e 15 FTD. The participants were submitted to a neuropsychological assessment and TOP-J. RESULTS: In the TOP-J/15 Brazilian version (TOP-J/15-Br) and in the TOP-J/9 Brazilian version (TOP-J/9-Br) (reduced version), performance of controls was statistically better than the performance of MCI, AD and FTD patients, and performance of MCI was statistically better than AD and FTD patients. In TOP-J/15-Br, the reliability verified by Cronbach's alpha was 0.69 and the best cutoff for distinction between controls and patients was 30 (sensibility of 91,7%; specificity of 59% and area under the curve of 0,8). In the TOP-J/9-Br, Cronbach's alpha was 0.68 and the best cutoff point for distinguishing between judgment of controls and judgment of patients is 19, with a sensitivity of 79,2, specificity of 72,1 and area under the curve of 0.82. CONCLUSIONS: The TOP-J/15-Br and the TOP-J/9-Br showed robust psychometric characteristics for the intended use with a sample of the Brazilian population. Both were able to identify deficits of impaired of judgment already in patients with MCI and were able to distinguish judgment of controls from judgment of patients with good sensitivity and specificity
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-09-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.