• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2015.tde-26102015-145744
Documento
Autor
Nome completo
Paulo Henrique dos Santos Mota
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Viana, Ana Luiza D Avila (Presidente)
Bousquat, Aylene Emilia Moraes
Fausto, Marcia Cristina Rodrigues
Título em português
A configuração do programa academia da saúde como estratégia para a promoção à saúde
Palavras-chave em português
Ação intersetorial
Brasil
Federalismo
Política de saúde
Promoção da saúde
Serviços de saúde
Sistema Único de Saúde
Resumo em português
A população brasileira caminha para mudança no perfil demográfico, acompanhada de processo de transição epidemiológica com crescente número de acometidos por doenças crônicas não transmissíveis. Entre as estratégias do Ministério da Saúde está o Programa Nacional de Promoção à Saúde com intuito de promover a qualidade de vida e reduzir vulnerabilidade e riscos à saúde. Aliado a este, em 2011 é lançado o Programa Academia da Saúde. Os polos do programa são espaços dotados de equipamentos, estrutura e profissionais, com objetivo de promover à saúde e produzir o cuidado. Estudo buscou analisar o programa Academia da Saúde em dois municípios do estado de São Paulo em relação ao ciclo da política e identificar limites na inserção na rede de atenção à saúde. Para a análise referente ao ciclo da política, os dados foram extraídos por meio de revisão bibliográfica e análise documental. Já para o estudo de caso empírico, visando à identificação dos limites do programa, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com gestores e profissionais. Foram entrevistados 05 gestores e 10 profissionais. A análise foi feita a partir das dimensões: contexto político e histórico, modelo de organização e modelo de gestão dos polos através de aproximações sucessivas. Foram criados banco de dados na plataforma Stata 12, realizando-se uma análise descritiva simples das informações processadas. A entrada na agenda nos municípios estudados vai ao encontro das políticas adotadas no âmbito do governo federal por meio dos métodos de indução utilizados pelo ministério da saúde. O processo de indução se acentuou pela pouca presença do governo de estado na tomada de decisão e implantação de programas federais. O envolvimento estadual ocorreu de forma formativa. Os projetos de implantação são inespecíficos, trazendo poucos dados sobre sua proposta de ação, integração com a rede de atenção à saúde, mais especificamente à Atenção Básica, e com a rede intersetorial de apoio à comunidade. A articulação com a rede de assistência ocorre de forma irregular e frágil. A falta de conhecimento dos objetivos do Programa por parte dos profissionais e gestores, o que atrapalhava as relações de trabalho. Apesar de pertencer a rede de atenção, o programa está contextualmente deslocado, uma vez que não existe integração entre esse serviço e outros. Os serviços são realizadas de forma isolada por cada profissional e por cada equipamento de saúde. Apesar de introduzido em um contexto de mudanças de relações entre os entes federativos configura-se como uma ação que ainda é implantada por meio de forte indução federal ao município e através de incentivos e recursos financeiros para subsidiar uma agenda federal
Título em inglês
The configuration of the health academy program as a strategy for health promotion
Palavras-chave em inglês
Brazil
Federalism
Health policy
Health promotion, Intersectoral action
Health services
Unified Health System
Resumo em inglês
The Brazilian population is heading towards change in demographic profile, accompanied by epidemiological transition with increasing number of affected by chronic diseases. One of the Ministry of Health's strategies is the National Program Promoting Health with a view to promoting quality of life and reduce vulnerability and risk to health. Allied to this, in 2011 the Ministry of Health launched the Health Academy Program. The program centers are spaces with equipment, structure and professionals, in order to promote health and care delivery. This study investigates the Health Academy program in two cities in the state of São Paulo in relation to the political cycle and identify limits on inclusion in the network of health care. For the analysis regarding the policy cycle, the data were extracted through literature review and document analysis. As for the empirical case study, aimed at identifying the program limits, semi-structured interviews with managers and professionals were held. We interviewed 05 managers and 10 professionals. The analysis was made from the dimensions: political and historical context, organizational model and management model of the poles through successive approximations. A simple descriptive analysis of the information processed were created database in Stata 12 platform is performing. The agenda entry in the cities studied meets the policies adopted within the federal government through the induction methods used by the health ministry. The induction process was accentuated by the poor state of government presence in decision making and implementation of federal programs. The state involvement occurred formative way. The implementation of projects are nonspecific, bringing little data on its proposed action, integration with the network of health care, specifically the Primary, and the intersectoral network of community support. The articulation with the assistance of network occurs irregularly and fragile. Lack of knowledge of the aims for professionals and managers, which hindered labor relations. Although attention belong to the network, the program is shifted contextually, since there is no integration between the service and others. Services are held in isolation for each professional and each health unit. Although introduced in a context of changing relations between the federal entities is configured as an action that is still implemented through strong federal induction to the municipality and through incentives and financial resources to support a federal agenda
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.