• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Simone Basile Alves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Viana, Ana Luiza D Avila (Presidente)
Bataglia, Walter
Costa, Laís Silveira
Marques, Cristiano Corrêa de Azevedo
Novaes, Hillegonda Maria Dutilh
Título em português
Como os acordos de parceria podem melhorar o desempenho das atividades de PD&I na área de fármacos e medicamentos
Palavras-chave em português
Acordo de parcerias
Alianças
Biotecnologia
Capacidade de gestão
Capacidade de gestão de parcerias
Desempenho
Inovação
Pesquisa e desenvolvimento
Resumo em português
Ambientes altamente dinâmicos, complexos e que envolvam conhecimento, alta tecnologia, e recursos diversos, estimulam acordos de parcerias, que passam a ser um meio de transferência de conhecimento e tecnologia, de acesso a ativos complementares e de busca da inovação. Neste trabalho, coloca-se a questão de como os acordos de parcerias e sua gestão, mais especificamente, os acordos das Parcerias de Desenvolvimento Produtivo (PDPs), podem melhorar o desempenho das atividades de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD e I) na área de fármacos e medicamentos. A relevância da pesquisa está em realizar um estudo qualitativo que contribua com estudos teóricos, quantitativos e qualitativos anteriores sobre alianças no setor farmacêutico, mas buscando ampliar esse entendimento para as PDPs, que são estratégicas para o Complexo Econômico Industrial da Saúde (CEIS) e para o atendimento das demandas da sociedade, no que se refere à produção de medicamentos para o Sistema Único de Saúde (SUS). Para estudar esta questão, optou-se por mapear as PDPs, no setor de biotecnologia, por ser este setor altamente complexo e dependente de conhecimento multidisciplinar, caracterizando-se pela distribuição dos conhecimentos e recursos necessários entre os agentes, e que precisa estabelecer parcerias para acessar esses recursos e buscar capacidades complementares. Destaca-se também o fato de o governo brasileiro ter escolhido o setor de biotecnologia como um dos eixos centrais de sua política industrial, por meio de diversos programas de incentivo. Para a realização do estudo, utilizou-se a metodologia de estudos de casos múltiplos. Foram selecionadas PDPs de duas organizações de grande porte e entrevistados diretores e gerentes (níveis hierárquicos 2 e 3). Concluiu-se com esse estudo que há uma relação positiva entre os acordos de parceria e o bom desempenho nas atividades PD e I das organizações envolvidas, desde que haja uma boa capacidade de gestão dos acordos por parte dos parceiros, e ainda, que a boa capacidade de gestão desses acordos aumenta a credibilidade dessas organizações, colocando-as numa posição competitiva no mercado nacional. Adicionalmente, foi possível identificar que o bom desempenho das PDPs tende a garantir a produção de medicamentos no Brasil, atendendo as demandas da sociedade e contribuindo para desenvolvimento do CEIS. Nesse trabalho, também se confirmou evidências de estudos anteriores que demonstraram a importância da relação de confiança entre os parceiros para o bom desempenho das PDPs
Título em inglês
How partnership agreements can improve the performance of PD & I activities in the area of pharmaceuticals and medicines
Palavras-chave em inglês
Alliances
Biotechnology
Innovation
Management capacity
Management capacity of partnerships
Partnership agreements
Performance
Research and development
Resumo em inglês
Highly dynamic, complex and involving high-tech environments, with knowledge and resources distributed among different agents resources, stimulate partnership agreements, which become a mean of transferring knowledge and technology, and access to complementary assets and achieve innovation. In this work, the question is how the partnership agreements and their management, more specifically, the agreements of the Productive Development Partnerships (PDPs), can improve the performance of Research, Development and Innovation (RD&I) activities in the area of drugs and medicines. The relevance of the research is to conduct a qualitative study in order to contribute to previous theoretical, quantitative and qualitative studies about alliances in the pharmaceutical sector, and also to expand this understanding for PDPs, which are strategic to the Economic Industrial Complex of Health (CEIS) in Brazil, as they stimulate the domestic production of medicines to meet the Unified System of Health (SUS) demands. In order to study this issue, we choose to map the PDPs in the pharmaceutical biotechnology sector, as this is a highly complex and multidisciplinary knowledge sector, characterized by the distribution of knowledge and resources among the agents that needs to establish partnerships to access these resources and seek complementary capabilities. It is also worth to note the fact that the Brazilian government has chosen the biotechnology sector as one of the central axes of its industrial policy through various incentive programs. For this study we choose the methodology of multiple case studies. PDPs were selected from two large organizations. Directors and managers were interviewed (hierarchical levels 2 and 3). It was concluded that there is a positive relationship between the partnership agreements and the good performance in the RD&I activities of the organizations involved in this study, since there is a good management capacity of the agreements by the partners. It was also concluded that good management capacity of these agreements increases the credibility of these organizations, putting them in a competitive position in the national market. Additionally, it was possible to identify that the good performance of the PDPs tends to guarantee the production of medicines in the national market, meeting the demands of the SUS and contributing to the development of the CEIS. In this study, it was also possible to confirm the evidences from previous studies that demonstrated the importance of the trust relationship between the partners for the good performance of partnerships
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.