• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2005.tde-16052005-112538
Documento
Autor
Nome completo
Sergio Marcio Pacheco Paschoal
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Litvoc, Julio (Presidente)
Jacob Filho, Wilson
Kimura, Miako
Novaes, Hillegonda Maria Dutilh
Ramos, Luiz Roberto
Título em português
"Qualidade de vida do idoso: construção de um instrumento de avaliação através do método do impacto clínico"
Palavras-chave em português
avaliação
idoso
qualidade de vida
questionários
saúde do idoso
Resumo em português
Medir qualidade de vida na velhice é um processo difícil, não só por causa da complexidade e subjetividade do constructo Qualidade de Vida, mas, também, por causa da heterogeneidade da Velhice. Além disso, a dificuldade é ainda maior, pois há paucidade de instrumentos construídos especificamente para essa faixa etária, nenhum deles adaptado ao nosso contexto sócio-cultural. A construção de um instrumento é complexa e demorada. São inúmeras etapas a vencer. Previamente a esse trabalho, partindo do constructo que desejava medir, Qualidade de Vida na Velhice, o pesquisador optou por conhecer o quanto os idosos realizam do que consideram importante para suas vidas e se isso corresponde ao grau de satisfação/insatisfação com suas vidas. O valor do constructo é a diferença entre a importância atribuída a cada item e o quanto vivencia daquele item. Optou, a seguir, pela metodologia clinimétrica de construção de instrumentos, escolhendo o Método do Impacto Clínico. Depois, através de entrevistas com idosos de um programa de promoção de saúde, levantou a multidimensionalidade do constructo, os determinantes de boa e má qualidade de vida na velhice, medos e desejos, selecionando 139 itens, todos relevantes para a Qualidade de Vida na Velhice. No presente trabalho, o objetivo principal foi “construir um instrumento de avaliação da qualidade de vida do idoso, com base em informações fornecidas pelos próprios idosos, utilizando o método do impacto clínico” e os objetivos específicos foram “conhecer a percepção de idosos em relação à valorização de temas relevantes de suas vidas e de seu processo de envelhecimento, identificar os itens mais relevantes para a Qualidade de Vida na Velhice e definir a composição multidimensional do constructo”, executando, então, a redução dos itens e sua distribuição em dimensões. Realizou 193 entrevistas (71 homens e 122 mulheres), divididas em quatro cotas: idosos doentes de um ambulatório de Geriatria, idosos doentes com dificuldade de sair de casa, idosos saudáveis de grupos de terceira idade e idosos saudáveis de programa de atividade física regular. Os entrevistados avaliaram cada item em relação à importância para a qualidade de vida na velhice, numa escala de Likert de cinco pontos. Para cada item, o produto da proporção de idosos que apontaram aquele item como relevante para a qualidade de vida na velhice (freqüência) pela importância média dada àquele item (importância) resultou no impacto daquele item para a qualidade de vida do idoso. De acordo com seu escore de impacto, em ordem decrescente, elaborou-se uma lista de impacto. Para reduzir o número de itens, a fim de compor o instrumento final, foram selecionados os primeiros 46 itens, de escore mais alto. Três especialistas, ou em envelhecimento, ou em qualidade de vida, distribuíram esses itens em dimensões. Colocados os itens e as dimensões na estrutura previamente elaborada, após eliminar os itens redundantes, o resultado final compôs uma nova escala de avaliação de qualidade de vida de idosos, construída em nosso meio, segundo a opinião dos próprios idosos e que precisará, num momento posterior, ter a sua acurácia avaliada.
Título em inglês
"Quality of life of the elderly: constructing an instrument for assessment by means of the clinical impact method"
Palavras-chave em inglês
elderly
elderly's health
evaluation
quality of life
questionnaires
Resumo em inglês
Measuring quality of life among the elderly is a difficult process, not only because of the complexity and subjectivity of the construct Quality of Life, but also due to the heterogeneity of Old Age. Furthermore, the difficulty is still greater, for there are few instruments constructed specifically for this age group, none of which are adapted to our socio-cultural context. Constructing an instrument is a slow and complex procedure. There are innumerous phases to be surpassed. Before initiating this study, the point of departure was the construct it intended to measure, that is, Quality of Life in Old Age. The author chose to investigate how much of what the elderly consider important in their lives they are able to carry out and whether this corresponds to the degree of satisfaction/dissatisfaction with their lives. The value of this construct is the difference between the importance attributed to each item and how much of that item is experienced in their lives. The clinimetric methodology of constructing instruments was then utilized and the Clinical Impact Method was chosen. The next step was to conduct interviews with elderly people who were participating in a program of health promotion. These interviews expressed the multidimensional aspect of the construct, the determinants of good or bad quality of life among the elderly, as well as their fears and desires. One hundred and thirty-nine (139) items were selected, all of which were relevant to Quality of Life in Old Age. In this study, the main objective was to “construct an instrument for assessing the quality of life of the elderly, based on information provided by the elderly themselves and utilizing the clinical impact method” and the specific objectives were to “become familiar with the perspective of the elderly with respect to themes which they consider relevant in their lives and in the process of growing old, identify the most relevant items for the Quality of Life in Old Age and define the multidimensional composition of the construct” executing then a reduction of these items and their distribution in dimensions. One hundred and ninety-three (193) interviews were conducted (with 71 men and 122 women), divided in four quotas: sick elderly people being treated in a Geriatric out-patient service, sick elderly people who had difficulty leaving their homes, healthy elderly people who were participating in senior groups and healthy elderly people participating in a program promoting regular physical activities. People interviewed evaluated each item with respect to its importance for the quality of life in old age in a five point Likert scale. For each item the product of the proportion of the interviewees which pointed out that item as being relevant to the quality of life in old age (frequency) times the average importance given to that item (importance) resulted in the impact of that item on the quality of life of the elderly. According to the impact score, in decreasing order, a list of impact was elaborated. In order to reduce the number of items on the list, so as to construct a final instrument, the first 46 items with the highest scores were selected. Three specialists, either in quality of life or in growing old, distributed these items in their respective dimensions. The items and the dimensions were plotted in a previously elaborated structure, after eliminating redundant items. The final result composed a new scale for evaluating quality of life among the elderly, constructed in our socio-economic and political context, according to the opinions of the elderly themselves and which would need to be evaluated for its accuracy in the future.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2005-08-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.