• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Regina Celia Vilanova Campelo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Heraclito Barbosa de (Presidente)
Campêlo, Viriato
Cucato, Gabriel Grizzo
Nobre, Moacyr Roberto Cuce
Título em português
Aptidão física relacionada com a saúde em crianças e adolescentes: validação de métodos para estudos epidemiológicos multicêntricos
Palavras-chave em português
Adolescente
Aptidão física
Autorrelato
Criança
Estudos de validação
Inquéritos e questionários
Reprodutibilidade dos testes
Testes de campo
Resumo em português
Introdução: A aptidão física (AF) tornou-se uma importante condição a ser avaliada em estudos epidemiológicos, visto que, seus valores reduzidos estão diretamente associados à mortalidade precoce. Diante disto, sua avaliação em populações se faz necessária e, para tanto, é importante desenvolver métodos simples, precisos e de baixo custo. E mais, se tais métodos pudessem ser aplicados em população pediátrica, maior seria sua utilidade do ponto de vista de intervenção precoce. Objetivos: Determinar a confiabilidade e a validade de critério e de constructo do questionário de aptidão física, IFIS-LP (International Fitness Scale - versão para língua portuguesa), para uso em populações pediátricas saudáveis. Métodos: Estudo observacional de confiabilidade e validade realizado com 300 alunos, matriculados em escolas da rede pública e privada na cidade de Teresina-Piauí com idades entre 3 a 17 anos, de ambos os sexos. As análises foram estratificadas por grupo etário: crianças (3 a 10 anos) e adolescentes (11 a 17 anos). O IFIS-LP foi de aplicação autorreferida, no entanto, para as crianças, pela limitação, foi respondido pelos pais/responsáveis. Para o estudo de confiabilidade, os participantes responderam ao questionário, duas vezes, com intervalo de quinze dias. Para testar a validade de critério observou-se a concordância entre questionário e testes físicos: teste de corrida de 20 metros (20 metre shuttle run test); força de preensão manual; salto de extensão parado; salto de impulsão vertical; corrida 4X10 metros; equilíbrio flamingo; sentar e alcançar. Para validade de constructo observou-se a concordância entre o questionário e pressão arterial elevada (PAE). A concordância entre teste e reteste do questionário foi avaliada pelo coeficiente Kappa (k). Sensibilidade (S), Especificidade (E), e acurácia do questionário foram estimadas assumindo como padrão ouro: os testes físicos ajustados por idade e sexo, avaliados acima ou igual ao percentil 90 (P90) como boa/ótima AF para crianças, e os pontos de corte preconizados pela literatura, para os adolescentes; e PAE - considerando a pressão arterial sistólica ou diastólica considerando sexo, idade e altura > P95. Significância estatística adotada (p < 0,05) e k >= 0,40. Resultados: A média de idade das crianças foi de 6,7 anos (n = 190 crianças) e dos adolescentes 14,6 anos (n = 110 crianças). A confiabilidade (k) do IFIS-LP para aptidão física geral em crianças foi de 0,99 e para aptidão cardiorrespiratória em adolescentes de 0,97. O IFIS-LP mostrou validade de critério moderada: 0,40 <= k <= 0,65 em crianças e 0,40 <= k <= 0,54 em adolescentes. Observou-se em crianças 89,6% <= S <= 96,8%, 46,4% <= E <= 69,3% e acurácia variando de 70,5% a 85,8%; em adolescentes, 90,7% <= S <= 95,4%, 43,5% <= E <= 52,2% e acurácia variando de 75,5% a 83,4%. O IFIS-LP também apresentou validade de constructo moderada com k = 0,43 para aptidão física geral em crianças e k = 0,45 para velocidade/agilidade em adolescentes. Observou-se em crianças 78,6% <= S <= 93,3%, 40,0% <= E <= 100% e acurácia variando de 74,2% a 89,0%; em adolescentes, 40,0% <= S <= 80,0%; 77,7% <= E <= 92,6%, e acurácia variando de 78,0% a 84,4. Conclusão: A versão em português do IFIS-LP, é um método confiável e válido para mensurar a aptidão física em população pediátrica saudável. Por sua praticidade, custo reduzido e fácil logística na aplicação recomendamos o seu uso para esta finalidade
Título em inglês
Physical fitness health-related in children and adolescents: validation of methods for epidemiological multicentre studies
Palavras-chave em inglês
Adolescents
Children
Field tests
Physical fitness
Reproducibility of results
Self-report
Surveys and questionnaires
Validation studies
Resumo em inglês
Background: Physical fitness (PF) has become an important condition to be evaluated in epidemiological studies, since its reduced values are directly associated with early mortality. Given this, its evaluation in populations is necessary and, for that, it is important to develop simple, accurate and low cost methods. Moreover, if such methods could be applied in the pediatric population, it would be more useful from an early intervention point of view. Aim: To determine the reliability and validity of criteria and constructs of the physical fitness questionnaire, IFIS-LP (International Fitness Scale - Portuguese version) for use in healthy pediatric populations. Methods: Observational study of reliability and validity performed with 300 students, enrolled in public and private schools in the city of Teresina-Piauí, ages 3 to 17, of both sexes. The analyzes were stratified by age group: children (3 to 10 years) and adolescents (11 to 17 years). The IFIS-LP was self-referenced, however, for the children, due to the limitation, it was answered by the parents/responsible. For the reliability study, the participants answered the questionnaire twice, with interval of fifteen days. In order to test the criterion validity, the agreement between questionnaire and physical tests: 20 meter run test, handgrip strength, extension jump, vertical boost jump, 4 X 10 shuttle run test; flamingo balance; sit and reach. The agreement between the questionnaire and high blood pressure (HBP) was observed for construct validity. The agreement between test and retest of the questionnaire was evaluated by Kappa coefficient (k), sensitivity (S), specificity (Sp) and accuracy of the questionnaire were estimated assuming gold standard: the physical tests adjusted for age and gender, evaluated at or above the 90th percentile (P90) as good/optimal PF for children, and the cut-off points recommended by the literature for adolescents; and HBP - considering systolic or diastolic blood pressure considering sex, age and height > P95. Statistical significance adopted (p < 0,05) and k >= 0.40. Results: The mean age of the children was 6.7 years (n = 190 children) and the adolescents 14.6 years (n = 110 children). The reliability (k) of the IFIS-LP for general physical fitness in children was 0.99 and for cardiorespiratory fitness in adolescents of 0.97. The IFIS-LP showed moderate criterion validity: 0.40 <= k <= 0.65 in children and 0.40 <= k <= 0.54 in adolescents. It was observed in children 89.6% <= S <= 96.8%, 46.4% <= Sp <= 69.3% and accuracy ranging from 70.5% to 85.8%; in adolescents, 90.7% <= S <= 95.4%, 43.5% <= Sp <= 52.2% and accuracy ranging from 75.5% to 83.4%. The IFIS-LP also had moderate construct validity with k = 0.43 for general physical fitness in children and k = 0.45 for speed/agility in adolescents. It was observed in children 78.6% <= S <= 93.3%, 40.0% <= Sp <= 100% and accuracy ranging from 74.2% to 89.0%; in adolescents, 40.0% <= S <= 80.0%; 77.7% <= Sp <= 92.6%, and accuracy ranging from 78.0% to 84.4%. Conclusion: The Portuguese version of the IFIS-LP is a reliable and valid method to measure physical fitness in a healthy pediatric population. For its practicality, reduced cost and easy logistics in the application we recommend its use for this purpose
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.