• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2015.tde-13052015-082521
Documento
Autor
Nome completo
Fabiana Maluf Rabacow
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Malik, Ana Maria (Presidente)
Germani, Ana Claudia Camargo Gonçalves
Sznelwar, Laerte Idal
Franca, Ana Cristina Limongi
Levy, Renata Bertazzi
Título em português
Estilo de vida de trabalhadores, absenteísmo e gastos com serviços de saúde
Palavras-chave em português
Absenteísmo
Aviação
Custos de cuidados de saúde
Estilo de vida
Estudos de coortes
Saúde dos trabalhadores
Resumo em português
Este estudo objetivou analisar a relação entre estilo de vida e absenteísmo e a relação entre estilo de vida e gastos com serviços de saúde em trabalhadores de uma empresa de viação aérea. Foi realizado um estudo longitudinal retrospectivo que avaliou 2201 trabalhadores de uma companhia aérea em São Paulo, SP. Os desfechos de interesse foram absenteísmo por doença e gastos com serviços de saúde. As variáveis independentes obtidas por entrevista foram sexo, idade, nível educacional, tipo de trabalho, estresse e fatores relacionados ao estilo de vida (índice de massa corporal, atividade física e tabagismo). Além disso, o risco para doenças coronarianas foi estimado com base nas medidas de pressão arterial, colesterol e níveis de glicemia. O número de dias de absenteísmo durante os 12 meses de seguimento foi obtido junto aos registros da companhia aérea e as informações sobre gastos com serviços de saúde foram obtidas junto à operadora de saúde responsável pelo plano de saúde dos funcionários da empresa. Foi realizada regressão logística para determinar a influência das variáveis sócio-demográficas, tipo de trabalho e estilo de vida no absenteísmo e regressão linear multivariada para estudar a associação das as variáveis independentes com gastos diretos com saúde e indiretos com absenteísmo. Durante os 12 meses de seguimento do estudo, 53.5% dos sujeitos tiveram pelo menos um episódio de afastamento por doença e entre esses, a média de absenteísmo foi de 8.3 dias de trabalho. A média de gastos por trabalhador com serviços de saúde foi de US$505. Tanto absenteísmo quanto gastos com saúde foram maiores em mulheres. Após ajuste pelas variáveis sócio demográficas, tabagismo foi associado a maior absenteísmo e excesso de peso foi associado a maiores gastos com saúde. Estes resultados reforçam a importância de ações de promoção de saúde que estimulem uma dieta saudável, atividade física e cessação do tabagismo na população estudada, a fim de controlar absenteísmo e reduzir gastos com serviços de saúde
Título em inglês
Lifestyle factors, sick leave and health care costs
Palavras-chave em inglês
Absenteeism
Aviation
Cohort studies
Health behavior
Health care costs
Occupational health
Resumo em inglês
This study aimed to analyze the relationships among lifestyle-related factors with sick leave and health care costs in workers of a Brazilian airline company. In this longitudinal study with one-year follow-up among 2201 employees of a Brazilian airline company, sick leave and health care costs were the primary outcomes of interest. Independent variables collected by interview at enrolment in the study were gender, age, educational level, type of work, stress, and lifestyle related factors (body mass index, physical activity and smoking). In addition, the risk for coronary heart disease was determined based on measurement of blood pressure, total cholesterol and glucose levels. Total number of days on sick leave during 12 months follow-up was available from the company register and information about health care costs was obtained from the health care insurance. Logistic regression analysis was used to determine the influence of socio-demographic, type of work and lifestyle-related factors on sick leave, and multivariate linear regression analysis was performed to study the association of health care costs with the independent variables. During the 12 month follow-up period, 53.5% of the subjects had at least one sickness absence episode and among them, the average sick leave was 8.3 workdays. The average expenditures per worker with health care was US$505. Both sick leave and health care costs were higher among women. After adjustment by socio-demographic variables, smoking was determinant for more days of sick leave and excess weight was determinant for higher health care costs. Physical inactivity was not associated with sick leave or health procedures total costs, but it was associated with higher odds for hospitalization. These results suggest that healthy diet, physical activity and anti-tobacco actions are important targets for health promotion in this study population, in order to reduce health care costs and productivity loss costs
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.