• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2014.tde-26022015-095301
Documento
Autor
Nome completo
André Murad Faria
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Madson Queiroz de (Presidente)
Alves, Venancio Avancini Ferreira
Antonini, Sonir Roberto Rauber
Bachega, Tânia Aparecida Sartori Sanchez
Kater, Cláudio Elias
Título em português
Papel do LIN28, uma proteína ligadora de RNAs, na tumorigênese adrenocortical
Palavras-chave em português
Carcinogênese
Carcinoma adrenocortical
Expressão gênica
Marcadores biológicos de tumor
MicroRNAs
Prognóstico
Proteínas de ligação a RNA
Proteínas de neoplasias
Regulação neoplásica da expressão gênica
Sobrevida
Resumo em português
INTRODUÇÃO: O carcinoma adrenocortical é uma neoplasia rara que carreia um prognóstico reservado. Recentemente, uma série de estudos demonstrou o potencial do perfil de miRNAs na diferenciação entre adenomas e carcinomas adrenocorticais, estratificação de risco e prognóstico. Entretanto, pouco se sabe ainda sobre a regulação pós-transcricional de miRNAs. Nesse contexto, o LIN28 é uma proteína ligadora de RNAs altamente conservada que surgiu como um modulador do let-7, uma importante família de miRNAs amplamente conhecida por seus efeitos supressivos tumorais. Além do let-7, o LIN28 também mostrou regular e ser regulado pelo mir-9, mir-30 e mir-125. OBJETIVOS: Analisar a expressão gênica e proteica do LIN28 em uma grande coorte de tumores adrenocorticais (TACs) de adultos e pediátricos, além de investigar a variação no número de cópias dos genes LIN28A e LIN28B e a expressão dos miRNAs regulatórios do LIN28 (família let-7, mir-9, mir-30 e mir-125) em um subgrupo desta coorte. MÉTODOS: A expressão proteica do LIN28 foi avaliada em um total de 266 TACs de adultos (78 adenomas e 188 carcinomas) e 44 pediátricos (35 clinicamente benignos e 9 clinicamente malignos). A expressão dos genes LIN28A e LIN28B foi avaliada em um subgrupo de 86 TACs adultos e pediátricos e a análise da variação no número de cópias destes genes em 58 TACs. O estudo de expressão das famílias dos miRNAs let-7, mir-9, mir-30 e mir-125 foi realizado em 28 carcinomas adrenocorticais de adultos. RESULTADOS: Em adultos, o gene LIN28A mostrou-se hiperexpresso em carcinomas agressivos quando comparado a adenomas [7,0 (0 a 174,3) vs. 3,6 (0 a 18,3); p = 0,006, respectivamente] e observou-se uma tendência a maior expressão quando comparados a carcinomas não agressivos [7,0 (0 a 174,3) vs. 7,1 (0 a 17,1); p = 0,092]. A expressão do LIN28B foi negativa na grande maioria (92%) dos TACs de adultos. Curiosamente, uma imunorreatividade fraca para o LIN28 foi significativamente associada com diminuição da sobrevida livre de doença nessa população (p = 0,01), mas para sobrevida global apenas uma tendência foi observada (p = 0,117). Na análise multivariada, somente o índice Ki67 >= 10% (RR 5,7, 95% IC 3,0-10,8; p= 0,0001) e imunorreatividade fraca para o LIN28 (RR 2,3, 95% IC 1,2-4,4; p = 0,008) foram preditores independentes de recorrência em adultos. De forma interessante, a expressão do mir-9, um regulador negativo do LIN28A/B, foi significativamente maior em carcinomas agressivos quando comparados a não agressivos [2076 (36 a 9307) vs. 133,4 (2,4 a 5193); p = 0,011] e fortemente associada com a redução da sobrevida global (p = 0,01) e livre de doença (p = 0,01). Na população pediátrica, não se observou diferença significativa entre expressão da proteína LIN28, assim como dos genes LIN28A e mir-9, entre tumores clinicamente benignos e malignos. Nas crianças, a hiperexpressão do LIN28B foi significativamente associada com redução da sobrevida livre de doença (p = 0,026), mas não da sobrevida global (p = 0,406). A análise da variação do número de cópias mostrou que somente uma criança com tumor virilizante benigno apresentou amplificação do LIN28B e uma mulher com carcinoma adrenocortical metastático apresentou deleção do LIN28B. Não houve variação no número de cópias para o gene LIN28A. Um índice de Ki67 >= 20% nas crianças foi capaz de discriminar pacientes com pior prognóstico: houve uma associação significativa tanto com diminuição da sobrevida global (p = 0,015) como da sobrevida livre de doença (p = 0,001) em 36 TACs pediátricos com Weiss >- 3. CONCLUSÕES: A imunorreatividade fraca para o LIN28 foi associada à diminuição da sobrevida livre de doença em uma grande coorte de carcinomas adrenocorticais de adultos. O gene LIN28A teve expressão aumentada em carcinomas agressivos de adultos, sugerindo uma regulação pós-transcricional negativa da expressão proteica do LIN28. A hiperexpressão do mir-9, um regulador negativo do LIN28, mostrou-se um importante preditor de desfecho desfavorável nos adultos. Adicionalmente, a hiperexpressão do gene LIN28B mostrou-se um potencial marcador de mau prognóstico na população pediátrica. Um índice de Ki67 >= 10% em adultos e >= 20% em crianças foram associados a mau prognóstico
Título em inglês
Role of LIN28, an RNA-binding protein, in adrenocortical tumorigenesis
Palavras-chave em inglês
Adrenocortical carcinoma
Carcinogenesis
Gene expression
MicroRNAs
Neoplasm proteins
Neoplastic regulation of gene expression
Prognosis
RNA-binding protein
Survival
Tumor biologic markers
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Adrenocortical carcinoma is a rare neoplasm with overall poor prognosis. Recently, several studies demonstrated the potential of miRNA profiling in differentiating between adrenocortical adenomas and carcinomas, risk stratification and prognosis. Nevertheless, little is known about posttranscriptional regulation of miRNAs. LIN28 is a highly conserved RNA-binding protein that has emerged as a modulator of the processing of let-7, an important family of miRNAs widely known for its tumor-suppressive effects. Besides from let-7, LIN28 has also shown to regulate and be regulated by mir-9, mir-30 and mir-125. OBJECTIVES: To analyze LIN28 gene and protein expression in a large cohort of adult and pediatric adrenocotical tumors (ACTs), and investigate the copy number variation analysis for LIN28A and LIN28B genes and the expression of LIN28 regulatory microRNAs (let-7 family, mir-9, mir-30 e mir-125) in a subgroup of this cohort. METHODS: LIN28 protein expression was assessed in a total of 266 adult (78 adenomas and 188 carcinomas) and 44 pediatric ACTs (35 clinically benign and 9 clinically malignant). LIN28A and LIN28B gene expression was evaluated in a subgroup of 86 adult and pediatric ACTs and copy number variation analysis of these genes in 58 ACTs. The expression of let-7 family, mir-9, mir-30 and mir-125 was performed in 28 adult carcinomas. RESULTS: In adults, LIN28A gene was overexpressed in aggressive carcinomas when compared with adenomas [7.0 fold change (from 0 to 174.3) vs. 3.6 (from 0 to 18.3); p = 0.006, respectively] and a trend towards greaten expression when compared with non-aggressive carcinomas [7.0 (from 0 to 174.3) vs. 7.1 (from 0 to 17.1); p = 0.092]. LIN28B expression was undetectable in the great majority (92%) of adult ACTs. Surprisingly, weak LIN28 staining was significantly associated with reduced disease-free survival in this population (p = 0.01), but for overall survival only a trend was detectable (p= 0.117). In the multivariate analysis, only Ki67 index >- 10% (HR 5.7, 95% CI 3.0-10.8; p = 0,0001) and weak LIN28 staining (HR 2.3, 95% CI 1.2-4.4; p = 0,008) were independent predictors of recurrence in adult patients. Interestingly, mir-9 expression, a negative LIN28A/B regulator, was significantly higher in aggressive than in non-aggressive ACCs [2076 (from 36 to 9307) vs. 133.4 (from 2.4 to 5193); p = 0.011] and was highly associated with reduced overall survival ( p= 0.01) and disease-free survival (p = 0.01). In the pediatric population, no significant difference was observed in the expression of LIN28 protein and LIN28A and mir-9 gene expression between clinically benign and clinically malignant tumors. Additionally. overexpression of LIN28B was significantly associated with reduced disease-free survival (p = 0.026), but not with overall survival (p = 0.406). Copy number variation analysis showed that only a child with a virilizing benign tumor had LIN28B amplification and a woman with a metastatic adrenocortical carcinoma had LIN28B deletion. No LIN28A copy number variation was detected. A Ki67 >= 20% in children was able to discriminate patient with worse prognosis: there was a significant associtation with reduced overall (p = 0,015) and disease-free survival (p = 0,001) in 36 pediatric ACTs with Weiss >- 3. CONCLUSIONS: Weak LIN28 staining was associated with reduced disease-free survival in a large cohort of adult adrenocortical carcinoma. LIN28A had higher expression in aggressive carcinomas in adults, suggesting there might be negative posttranscriptional regulation of LIN28 protein expression. Interestingly, overexpression of mir-9, a negative LIN28A regulator, predicted poor outcome in adult patients. In addition, LIN28B overexpression was an potential marker of poor prognosis in the pediatric population. A Ki67 index >- 10% in adults and >- 20% in children were associated with poor prognosis
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AndreMuradFaria.pdf (11.15 Mbytes)
Data de Publicação
2015-03-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.