• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2008.tde-13012009-112707
Documento
Autor
Nome completo
Léia Cristina Rodrigues da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Benard, Gil (Presidente)
Goto, Hiro
Yamashita, Jane Tomimori
Título em português
Avaliação do efeito do bloqueio de Fator de Necrose Tumoral alfa (TNF-) na resposta imune in vitro aos antígenos de Mycobacterium tuberculosis em pacientes com psoríase
Palavras-chave em português
Fator de necrose tumoral-alfa/antagonistas&inibidores
Mycobacterium tuberculosis/imunologia
Psoríase
Tuberculose
Resumo em português
O Fator de Necrose Tumoral-alfa (TNF-alfa) possui um importante papel na imunopatogênese da psoríase e agentes biológicos, como os inibidores de TNF-alfa, têm apresentado bons resultados no tratamento desta. No entanto, estes agentes foram associados ao aumento de casos de reativação de tuberculose entre os pacientes que os utilizaram. Este estudo foi realizado com o intuito de avaliar a resposta imune de pacientes com psoríase grave, ativa, sem tratamento, frente a antígenos de Mycobacterium tuberculosis (Mtb), e o efeito dos inibidores de TNF-alfa nesta resposta. Estudamos 24 pacientes com psoríase grave divididos em 2 grupos: não reatores (n = 14) e reatores (n = 10) ao teste intradérmico com PPD. Como controle, utilizamos um total de 26 indivíduos sadios, também separados em 2 grupos segundo a reatividade ao PPD (PPD-, n = 13; PPD+, n = 13). Em uma segunda etapa estudamos 11 pacientes com psoríase leve a moderada, também sem tratamento, PPD (-) para avaliarmos a importância da gravidade da psoríase na resposta aos antígenos micobacterianos. Avaliamos a resposta imunológica in vitro através da linfoproliferação, quantificação da produção de IFN-gama (ELISA) e quantificação de células produtoras de IFN-gama (ELISPOT), na presença e ausência dos inibidores de TNF-alfa (infliximab e etanercepte), utilizando os antígenos purificados ESAT-6, Ag85B e o antígeno bruto sonicado da cepa H37Rv (AgSMtb), e o mitógeno fitohemaglutinina (PHA). Os pacientes com psoríase grave PPD (-) apresentaram reposta linfoproliferativa e níveis de IFN-gama menores que nos controles PPD (-). Os pacientes com psoríase leve a moderada apresentaram resposta imune intermediária entre controles e pacientes graves. Em relação aos inibidores de TNF- alfa, verificou-se que infliximab e etanercepte apresentaram diferença em suas capacidades de inibição, sendo que somente o infliximab ocasionou a inibição total de TNF-alfa. Em contrapartida o etanercept manteve a produção de TNF-alfa, e em alguns casos elevou sua produção. Estes diminuíram apenas parcialmente a reatividade in vitro dos pacientes com psoríase, uma vez que a secreção de IFN-gama e o número de células produtoras de IFN-gama não foram alterados na presença dos inibidores. A secreção de IL-10 foi diminuída tanto na presença do infliximab, quanto na presença do etanercepte. Os dados obtidos permitem concluir que (a) os pacientes com psoríase grave PPD (-) apresentam uma baixa reatividade in vitro, principalmente das respostas que avaliam linfócitos T de memória central, aos antígenos de Mtb, sendo que essa baixa reatividade não está totalmente relacionada com a gravidade da doença, uma vez que os pacientes com psoríase leve a moderada apresentaram resposta intermediária a dos controles e pacientes com psoríase grave; (b) e que apesar dos inibidores de TNF- alfa promoverem uma inibição parcial da resposta imune, a reativação da tuberculose estaria mais relacionada à própria ausência de TNF-alfa, não compensada pela atuação isolada, e provavelmente insuficiente, de IFN-gama na manutenção do granuloma, do que a outras substanciais modificações na resposta imunológica frente aos antígenos micobacterianos.
Título em inglês
Evaluation of the effect of TNF-alpha inhibitors in the in vitro immune response to Mycobacterium tuberculosis antigens in patients with psoriasis
Palavras-chave em inglês
Mycobacterium tuberculosis/immunology
Psoriasis
Tuberculosis
Tumor necrosis factor-alpha/antagonists&inhibitors
Resumo em inglês
Tumor necrosis factor alpha (TNF-alpha) has a pivotal role in psoriasis pathogenesis and biologic agents, such as TNF-alpha inhibitors, have provided good results in its treatment. However, the use of these agents has been associated with an increase in the number of cases of tuberculosis reactivation. This study aimed to evaluate the immune response of severe psoriasis patients, with active, untreated disease to relevant Mycobcterium tuberculosis antigens, and the effect of the TNF-alpha inhibitors (infliximab and etanercept) in this response. Twenty four severe psoriasis patients were enrolled and divided in two groups according to their reactivity to the tuberculin skin test: TST (n= 14) and TST + (n=10). As controls, we studied 26 healthy donors, also divided in two groups to the TST reactivity (TST -, n=13; TST+, n=13). Eleven mild to moderate psoriasis patients, untreated, TST (-) were studied to evaluated the role of psoriasis severity in the immune response to the mycobacterial antigens. Immune responses were evaluated in vitro by the lymphocyte proliferative response (LPR) assay, ELISA for IFN-? secretion by peripheral blood mononuclear cells and enumeration of IFN-? secreted cells (ELISPOT) induced in response to the purified antigens ESAT-6, Ag85B and a crude sonicated antigen preparation from H37Rv Mtb strain (AgSMtb), as well as to the mitogen phytohemagglutinin (PHA), in the presence or absenceinflimab/etanercept. The LPR and IFN-g secretion to Mtb antigens were lower in TST- severe psoriasis patients than TST- controls. Mild to moderate psoriasis patients had intermediate responses, between controls and severe psoriasis patients. The TNF-a inhibitors infliximab and etanercept showed differences in their inhibitiory activity, since only infliximab was capable to neutralize all TNF-a. On the other hand, etanercept kept TNF-alpha production, and in some cases even increased its production. The TNF-alpha inhibitors diminished partially the in vitro patients immune responses, since the IFN-? secretion and enumeration of IFN-? secreted cells were not affected. IL-10 secretion was diminished with both TNF-a inhibitors. In conclusion: (a) TST(-) severe psoriasis patients have decreased in vitro reactivity, mainly in those responses that evaluate central memory T-cell responses, to Mtb antigens, and this decrease could not be fully explained by disease severity, since mild psotiasis patients had intermediate responses; (b) and despite the fact that TNF-alpha inhibitors promote a partial immune response inhibition, tuberculosis reactivation could be related more with the lack of TNF-alpha, which was probably not compensated by the IFN-g activity alone, probably insufficient, to the support granuloma formation, than other defects of the immune response to Mtb antigens.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-01-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.