• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Vaz Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Montero, Edna Frasson de Souza (Presidente)
Colleoni Neto, Ramiro
Rasslan, Roberto
Costa, Cleinaldo de Almeida
Parreira, José Gustavo
Título em português
Efeito da pentoxifilina sobre a coagulopatia em modelo suíno de múltiplos traumas
Palavras-chave em português
Choque hemorrágico
Modelos animais
Pentoxifilina
Transtornos da coagulação
Trauma
Tromboelastografia
Resumo em português
Aproximadamente 5,8 milhões de pessoas morrem anualmente vítimas de trauma no mundo. A reposição volêmica inicial dos pacientes graves politraumatizados com choque hemorrágico tem características distintas hoje quando comparada à proposta não mais do que uma década atrás. A infusão reduzida de fluidos associada à transfusão precoce de hemoderivados é o padrão adotado em portadores de hemorragia maciça, no que se chama na literatura de damage control resuscitation (DCR). Entretanto, a administração precoce de componentes do sangue, implica em limitações de armazenamento, transporte, disponibilidade, compatibilidade, reações transfusionais e custo. Assim, estratégias medicamentosas que possam beneficiar o paciente politraumatizado no tratamento do sangramento devem ser desenvolvidas. As pesquisas atuais buscam medidas que possam agir na resposta inflamatória e na coagulopatia envolvidas nas lesões traumáticas e no choque hemorrágico. Desta forma, decidiu- se avaliar o potencial da administração precoce de Pentoxifilina (PTX) em associação com Ringer lactato (RL) e seus efeitos na coagulopatia associada ao trauma. Foi utilizado modelo experimental suíno de choque hemorrágico e politrauma. Foram utilizados 23 suínos, machos, da raça Landrace, com peso médio de 28,5 kg randomizados em 3 grupos: Controle (n=5), RL (n=5) e PTX (n=7). Os animais foram submetidos à anestesia geral, exceto o grupo controle, a uma fratura de fêmur, seguido de choque hemorrágico controlado e, por fim, uma lesão hepática como hemorragia não controlada. Foram analisados parâmetros hemodinâmicos, laboratoriais e gasometria, testes de coagulação padrão e tromboelastometria. Os animais submetidos ao experimento apresentaram taquicardia, hipotensão arterial, hipotermia, acidose, redução de hemoglobina e alteração nos testes de coagulação e viscoelásticos. O lactado no tempo Final mostrou-se mais elevado no grupo PTX, quando comparado ao grupo RL (p=0,01). Os dados da tromboleastometria não mostraram diferença entre os grupos submetidos ao experimento. No tempo Final, observou-se uma redução do fibrinogênio menor no grupo tratado com PTX, quando comparado ao grupo RL (p < 0,01). A análise dos efeitos da pentoxifilina associada à reanimação volêmica sugere melhora dos níveis de fibrinogênio após sua administração seguindo a hemorragia e trauma
Título em inglês
Effect of pentoxifylline on coagulopathy in a multiple trauma swine model
Palavras-chave em inglês
Animal models
Blood coagulation disorders
Pentoxifylline
Shock hemorrhagic
Thromboelastometry
Trauma
Resumo em inglês
Approximately 5.8 million people die each year victim of trauma worldwide. The initial volume replacement of severely injured patients with hemorrhagic shock has different characteristics today than a decade before. Low-volume fluid resuscitation associated with early transfusion of blood products is the standard adopted in patients with massive hemorrhage, so called damage control resuscitation (DCR). However, early administration of blood components implies limitations in storage, transport, availability, compatibility, transfusion reactions, and cost. Thus, drug strategies that may benefit the severely injured patient in the treatment of bleeding should be developed. Current research seeks measures that can modulate the inflammatory response and coagulopathy involved in traumatic injuries and hemorrhagic shock. Therefore, we decided to evaluate the role of early administration of Pentoxifylline (PTX) in association with RL and its effects on coagulopathy and traumatic inflammatory response. A porcine model of multiple trauma and hemorrhagic shock was used. Twenty-three Landrace male pigs were used, with a mean weight of 28.5 kg randomized into three groups: Control (n=5), RL (n=5), and PTX (n=7). The animals were submitted to general anesthesia (except the control group), femur fracture, followed by controlled hemorrhagic shock, and, finally, a hepatic injury (as uncontrolled hemorrhage simulation). Hemodynamic parameters, laboratory tests, standard coagulation tests and thromboelastometry were analyzed. The animals submitted to the experiment presented tachycardia, hypotension, hypothermia, acidosis, hemoglobin decrease and impaired coagulation and viscoelastic tests. Lactate levels at the end of the experiment were higher in the PTX group when compared to RL (p=0,01). Data extracted from thromboelastometric tests have shown no difference between the groups submitted to the protocol. Fibrinogen reduction (consumption) were significantly lower in the PTX group when compared to RL (p < 0,01). The analysis of pentoxifylline effects suggests less fibrinogen consumption after PTX administration
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-07-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.