• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Veronese
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Darrieux, Francisco Carlos da Costa (Presidente)
Hajjar, Ludhmila Abrahão
Pimenta, João
Samesima, Nelson
Título em português
Avaliação clínica e prospectiva do efeito da quimioterapia ACT no intervalo QTc em pacientes com neoplasia de mama
Palavras-chave em português
Antraciclinas
Cardiotoxicidade
Intervalo QTc
Neoplasia de mama
Prolongamento intervalo QTc
Quimioterapia
Resumo em português
Introdução: A cardiotoxicidade aguda e subaguda pode ser caracterizada pelo prolongamento do intervalo QT corrigido (QTc) e demais medidas derivadas do intervalo QTc, como: a dispersão do intervalo QTc (QTdc) e a dispersão transmural da repolarização (DTpTe). No entanto, ainda não foi determinado se pacientes com neoplasia de mama submetidas ao esquema quimioterápico com antraciclina, ciclofosfamida e taxano (ACT) podem apresentar prolongamento do intervalo QTc, da QTdc e da DTpTe. Os objetivos deste estudo foram 1. avaliar o efeito da quimioterapia ACT no intervalo QTc, 2. avaliar o efeito da quimioterapia ACT na QTdc e na DTpTe, 3.avaliar os biomarcadores cardioespecíficos como a troponina e o peptídeo natriurético do tipo B (BNP), e 4. avaliar manifestações clínicas de cardiotoxicidade, como a presença de: arritmias cardíacas, insuficiência cardíaca (ICC), angina e morte cardiovascular em pacientes com neoplasia de mama. Métodos: Trata-se de um estudo de coorte prospectivo em que 23 pacientes com neoplasia de mama não metastática foram acompanhadas durante o tratamento quimioterápico com o esquema ACT. As medidas do intervalo QTc, da QTdc e da DTpTe foram determinadas pelo eletrocardiograma (ECG) de 12 derivações antes do início da quimioterapia (basal), após a primeira fase com antraciclina e ciclofosfamida (AC), e ao final do tratamento com taxano (T). Biomarcadores como troponina e BNP também foram analisados. Resultados: Quando comparado aos valores basais, houve prolongamento do intervalo QTc após a primeira fase da quimioterapia - AC, 439,7 ms ± 33,2 vs 472,5 ms ± 36,3, (p = 0,001) e ao final do tratamento com taxano, 439,7 ms ± 33,2 vs 467,9 ms ± 42,6, (p < 0,001). A dosagem média de troponina sérica, quando comparada aos valores basais, apresentou elevação após o término da primeira fase da quimioterapia - AC, 6,0 pg/mL [min-max. 6,0 - 22,0] vs 23,0 pg/mL [min-max. 6,0 - 85,0], (p < 0,001) e ao final do tratamento com taxano, 6,0 pg/mL [min-max. 6,0 - 22,0] vs 25,0 pg/mL [min-max. 6,0 - 80,0], (p < 0,001). A QTdc, a DTpTe e os níveis séricos de BNP não mostraram diferenças com significância estatística. Durante o seguimento clínico não houve nenhum óbito e nenhuma constatação de angina, ICC e arritmias cardíacas. Conclusão: Em pacientes com neoplasia de mama não metastática submetidas à quimioterapia com esquema ACT, houve prolongamento do intervalo QTc e elevação dos níveis séricos de troponina
Título em inglês
Clinical and prospective evaluations of the effect of ACT chemotherapy on the QTc interval in patients with breast cancer
Palavras-chave em inglês
Anthracyclines
Breast cancer, Chemotherapy
Cardiotoxicity
QTc interval
QTc prolongation
Resumo em inglês
Background: Acute and subacute cardiotoxicity are characterized by prolongation of the corrected QT interval (QTc) and other measures derived from the QTc interval, such as the QTc dispersion (QTdc) and the transmural dispersion of repolarization (DTpTe). Although anthracyclines prolong the QTc interval, it is unknown whether breast cancer patients who undergo a chemotherapy regimen with anthracycline (A; doxorubicin), cyclophosphamide (C) and taxane (T; ACT regimen) may present with QTc, QTdc and DTpTe prolongation. Methods: Twenty-three patients with breast cancer were followed up in a prospective study during ACT chemotherapy. QTc, QTdc and DTpTe measurements were determined by a 12-lead electrocardiogram (EKG) prior to chemotherapy (baseline), after the first phase of anthracycline and cyclophosphamide (AC), and after T treatment. Biomarkers such as troponin and B-type natriuretic peptide (BNP) were also measured. Results: When compared to baseline values, the QTc interval showed a statistically significant prolongation after the AC phase (439.7 ± 33.2 msec vs 472.5 ± 36.3 msec, p = 0.001) and after T treatment (439.7 ± 33.2 msec vs 467.9 ± 42.6 msec, p < 0.001). Troponin levels were elevated after the AC phase (23.0 pg/mL [min-max: 6.0 - 85.0] vs 6.0 pg/mL [min-max: 6.0 - 22.0], p < 0.001) and again after T treatment (25.0 pg/mL [min-max: 6.0 - 80.0] vs 6.0 pg/mL [min-max: 6.0 - 22.0], p < 0.001) compared to the baseline values. Conclusion: In patients with non-metastatic breast cancer who underwent ACT chemotherapy, a statistically significant QTc prolongation and an elevation in serum troponin levels were observed
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.