• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2011.tde-24052011-121237
Documento
Autor
Nome completo
Elaine Rufo Tavares
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Diament, Jayme (Presidente)
Alves, Renato Jorge
Chagas, Antonio Carlos Palandri
Faludi, André Arpad
Izar, Maria Cristina de Oliveira
Título em português
Veiculação de quimioterápicos isolados ou em combinação através de nanoemulsões lipídicas para o tratamento da aterosclerose: estudos em coelho
Palavras-chave em português
Aterosclerose
Colesterol
Etoposide
Nanopartículas
Paclitaxel
Resumo em português
Aterosclerose é uma doença inflamatória e proliferativa que tem início quando fatores de risco alteram o endotélio vascular. Células inflamatórias e vasculares liberam citocinas e fatores de crescimento que estimulam a proliferação e migração das células de músculo liso e a síntese de componentes da matriz extracelular. A nanoemulsão lipídica LDE se concentra em regiões onde a proliferação celular e a inflamação são maiores, tornando-se um veículo para fármacos. O etoposide, fármaco antiproliferativo, ainda não foi explorado no tratamento da aterosclerose. O paclitaxel recobre stents utilizados em angioplastia para evitar a reestenose. A associação do LDE-etoposide ao LDE-paclitaxel aumentaria o efeito antiproliferativo dos fármacos isolados, por agirem em diferentes fases do ciclo celular. Este estudo tem por objetivos avaliar a eficácia do tratamento com LDE-etoposide e com a combinação LDE-etoposide/LDE-paclitaxel da aterosclerose induzida por dieta rica em colesterol em coelhos; comparar a eficácia dos tratamentos; no grupo de tratamento mais eficaz e no grupo Controle, avalia a expressão protéica de receptores de lipoproteínas, citocinas, MMP9 e marcadores de proliferação celular. Para tanto, 27 coelhos receberam dieta rica em colesterol por 8 semanas. Depois de 4 semanas, foram divididos em 3 grupos: grupo Controle, que recebeu 6 mL de solução salina intravenosa; LDE-etoposide, que recebeu dose de 6mg/kg; e grupo Combinação, que recebeu LDE-etoposide/LDE-paclitaxel nas doses de 6mg/kg e 4mg/kg, respectivamente. Os tratamentos foram administrados uma vez por semana durante 4 semanas. Foram avaliados perfil lipídico, hematológico, ponderal e o consumo de ração. Após a eutanásia, as lesões ateroscleróticas macroscópicas foram medidas. Depois, o arco aórtico foi analisado por morfometria e por imunohistoquímica. Foi observado que não houve diferença no perfil ponderal e no consumo de ração entre os grupos de estudo. No perfil lipídico, ao final do estudo, as concentrações de colesterol total e de triglicérides aumentaram em todos os grupos. O perfil hematológico mostrou redução do número de hemácias nos grupos de tratamento ao final do estudo. Em comparação com o grupo Controle, os animais tratados com LDE-etoposide apresentaram lesões ateroscleróticas 11 vezes menores e o grupo Combinação, apresentou lesões 3 vezes menores. Na análise morfométrica, a área total e a espessura da aorta foram menores no grupo LDE-etoposide quando comparado com os outros dois grupos. O grupo tratado com LDE-etoposide apresentou presença de macrófagos e de células de músculo liso menor que os grupos Controle e Combinação. Como o tratamento com LDE-etoposide apresentou uma maior eficácia, a avaliação dos outros fatores foi feita apenas neste grupo e no grupo Controle para comparação. O grupo LDE-etoposide apresentou menor expressão protéica dos receptores de lipoproteínas, das citocinas inflamatórias, da MMP9 e dos marcadores de proliferação celular topoisomerase II e tubulina. As avaliações mostraram que o tratamento com LDE-etoposide foi mais eficaz no tratamento das lesões ateroscleróticas induzidas em coelhos do que a combinação entre LDE-etoposide/LDE-paclitaxel
Título em inglês
Vehiculation of chemotherapeutic agents isolated or in combination by lipid nanoemulsions in atherosclerosis treatment. studies in rabbit
Palavras-chave em inglês
Atherosclerosis
Cholesterol
Etoposide
Nanoparticles
Paclitaxel
Resumo em inglês
Atherosclerosis is an inflammatory and proliferative disease that is triggered by risk factors damaging vascular endothelium. Inflammatory and vascular cells release cytokines and growth factors, promoting the proliferation and migration of smooth muscle cells and extracellular matrix elements synthesis. LDE, an artificial nanoemulsion, concentrates in areas of greater proliferation and inflammation rates and can be used as a vehicle to direct drugs to those cells. Etoposide, an antiproliferative drug, have not been studied in atherosclerosis treatment. Paclitaxel is used in drug-eluting stents to avoid restenosis. The association of LDE-etoposide and LDE-paclitaxel would enhance the antiproliferativo effect of the isolated drugs, due to act in different cell cycle phase. The aim of this study was to evaluate the effectiveness of the treatment with LDE-etoposide and with LDE-etoposide/LDE-paclitaxel of atherosclerosis induced by a cholesterol-rich diet in rabbits; compare the effectiveness of these treatments; in the most effective treatment group and in Control group, evaluate the protein expression of lipoprotein receptors, cytokines, MMP9 and cell proliferation markers. To do so, 3 groups of 9 rabbits were fed a cholesterol-rich diet during 8 weeks then the animals were separated in 3 groups: Control, intravenously injected with 6mL of saline solution; LDE-etoposide, injected with a dose 6mg/kg; and Combination, injected with LDE-etoposide/LDE-paclitaxel in a dose of 6mg/kg and 4mg/kg, respectively. Treatments were administered once a week during 4 weeks. Lipids, blood cell count, weight and food intake were evaluated. The animals were sacrificed and the macroscopic atherosclerotic lesions were measured. Later, the aortic arch was analyzed by microscopic morphometry and by immunohistochemistry. It was seen that there was no difference in food intake and weight between study groups. Total cholesterol and triglycerides concentration increased in all groups. Blood cell count showed reduction of red blood cell in treatment groups at the end of the study. Animals treated with LDE-etoposide showed 11-fold less lesions and Combination group showed 3-fold less lesions than Control group. By morphometric analysis, total area and thickness of aorta were smaller in LDE-etoposide group than the other groups. LDE-etoposide group showed less macrophages and smooth muscle cells than Control and Combination groups. As treatment with LDE-etoposide showed a better efficacy, evaluation of other factor were performed only in LDE-etoposide and Control group, to perform a comparison. LDE-etoposide showed less protein expression of lipoprotein receptors, cytokines, MMP9, and of cell proliferation markers topoisomerase II and tubulina. The analysis showed that LDE-etoposide treatment was more effective in treating atherosclerotic-induced lesions in rabbits than the combination between LDE-etoposide/LDE-paclitaxel
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ElaineRufoTavares.pdf (2.19 Mbytes)
Data de Publicação
2011-05-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.