• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2015.tde-14122015-161555
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Barbosa Esper
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Silva, Expedito Eustáquio Ribeiro da (Presidente)
Góis, Aécio Flávio Teixeira de
Hueb, Whady Armindo
Mangione, José Armando
Martinez Filho, Eulogio Emilio
Título em português
Aplicação do escore angiográfico SYNTAX em pacientes diabéticos, com doença aterosclerótica coronária obstrutiva multiarterial submetidos à terapia de revascularização miocárdica
Palavras-chave em português
Angioplastia
Diabetes Mellitus
Doença da artéria coronariana
Fatores de risco
Revascularização miocárdica/cirurgia
Syntax escore
Resumo em português
INTRODUÇÃO: O SYNTAX escore avalia a complexidade da doença arterial coronária (DAC). As diretrizes de revascularização miocárdica recomendam a sua utilização para auxiliar na escolha da melhor estratégia de tratamento (cirurgia ou angioplastia) nos pacientes com DAC estável. O diabetes está associado a DAC de maior complexidade. Poucos estudos avaliaram a aplicação do SYNTAX escore em pacientes diabéticos com DAC multiarterial. OBJETIVOS: Avaliar o SYNTAX escore como preditor de eventos cardiovasculares adversos maiores (ECAM) nos grupos angioplastia coronária (ATC) e cirurgia de revascularização miocárdica (RM) em pacientes diabéticos com DAC multiarterial. Comparar a RM e ATC em relação aos ECAM nas categorias do SYNTAX escore baixo, intermediário e alto. MÉTODOS: Estudo prospectivo, centro único, com pacientes diabéticos com DAC multiarterial randomizados para ATC ou RM. O SYNTAX escore foi calculado post hoc por avaliador independente. Pacientes foram categorizados de acordo com o SYNTAX escore: baixo ( <= 22), intermediário ( > 22 e < 33) e alto ( >= 33). Foi avaliada prospectivamente a incidência de ECAM compostos por infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral, necessidade de nova revascularização e mortalidade. RESULTADOS: Pacientes diabéticos (n=191) com DAC multiarterial, foram randomizados para realização de RM (n=95) ou ATC com stent farmacológico (n=96). Foram excluídos da população 3 pacientes: um caso devido a desistência da RM após randomização e dois casos com coronariografias sem condições técnicas de cálculo do SYNTAX escore. Total de 188 pacientes, 96 no grupo ATC e 92 no grupo RM, foram acompanhados por tempo mediano de 6,5 anos (variando de 0,1 a 8,6 anos). Foi observada maior incidência de ECAM nos pacientes com SYNTAX escore intermediário no grupo ATC (17,6% baixo, 52,5% intermediário e 40,9% alto, p=0.02). Não foi observada diferença de ECAM entre as diferentes categorias de SYNTAX escore no grupo RM (13.5% baixo, 15.6% intermediário e 34.8% alto, p=0.10). O SYNTAX escore não foi fator de risco independente para ECAM no grupo ATC (HR=1,02; IC de 95% de 0,99 a 1,06, p=0,115). O SYNTAX escore apresentou calibração inadequada (?mid=23,25) e baixa capacidade discriminatória (área abaixo da curva ROC = 0.63) para ECAM no grupo ATC. No grupo RM o SYNTAX escore não foi preditor independente de ECAM (HR=1,03; IC de 95% de 0,99 a 1,07, p=0,14). Quando comparados os grupos ATC e RM de acordo com a categoria de SYNTAX escore foi observada maior incidência de ECAM no grupo angioplastia com SYNTAX escore intermediário (52,5% no grupo ATC vs 15,6% no grupo RM, p=0.002). Não foi observada diferença de ECAM nos pacientes com SYNTAX escore baixo (17,6% no grupo ATC vs 13,5% no grupo RM, p=0,59) e alto (40,9% no grupo ATC vs 34,8% no grupo RM, p=0.68) entre a ATC e RM. CONCLUSÕES: O SYNTAX escore não foi preditor independente de ECAM nos grupos angioplastia e cirurgia. Quando comparados os grupos ATC e RM foi observada maior incidência de ECAM no grupo ATC com SYNTAX escore intermediário
Título em inglês
SYNTAX Score application in diabetic patients with multivessel coronary artery disease randomized to CABG versus PCI - insights on the long-term follow-up
Palavras-chave em inglês
Angioplasty
Coronary artery disease
Diabetes Mellitus
Myocardial revascularization/surgery
Risk factors
Syntax score
Resumo em inglês
AIMS: Evaluate the SYNTAX score (SS) in predicting major adverse cardiovascular events (MACCE) in coronary angioplasty (PCI) and surgery (CABG) groups in diabetic patients with symptomatic multivessel Coronary Artery Disease (CAD). Comparing CABG and PCI according SS category. METHODS AND RESULTS: Single center study including 188 patients randomized to PCI (n=96) or CABG (n=92), followed for a median of 6.5 (0.1 to 8.6) years. There were no differences in MACCE in the CABG group regardless of the SS categories (13.5% low, 15.6% intermediate, 34.8% higher, p=0.10), while in the PCI group significant differences in MACCE were detected (17.6% low, 52.5% intermediate and 40.9% higher, p=0.02). In the PCI and CABG groups SS did not predict MACCE in the Cox regression analysis (p > 0,05). Comparing PCI and CABG according SS category there was a higher incidence of MACCE in patients with intermediate SS in the PCI group (52.5% in PCI group vs 15.6% in CABG group, p=0.002) and no difference were observed in patients with low (17.6% in PCI vs 13.5% in CABG, p=0.59) and high SS ( 40.9% in PCI vs 34.8% in CABG, p=0.68). CONCLUSIONS: In diabetic patients with multivessel CAD the SS was not an independent risk factor for MACCE in the PCI and CABG groups. Diabetic patients with intermediate SS showed higher MACCE in the PCI group versus CABG
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-12-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.