• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Monique Aparecida Voltarelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Nascimento, Maria Letícia Barros Pedroso (Presidente)
Castro, Lucia Rabello de
Gobbi, Marcia Aparecida
Gouvea, Maria Cristina Soares
Muñoz, Lourdes Gaitán
Título em português
Estudos da infância na América do Sul: pesquisa e produção na perspectiva da sociologia da infância
Palavras-chave em português
América do Sul
Campo científico
Estudos sociais da infância
Sociologia da infância
Resumo em português
Nos últimos anos, pode-se visualizar o aumento das produções e das publicações sobre o tema da infância pela ótica dos cientistas sociais, que a têm investigado sob nova perspectiva, assim como discutido e verificado outras possibilidades metodológicas de se realizar pesquisas com e sobre crianças, num movimento de busca de compreensão do seu papel e do da infância no mundo contemporâneo. Ao considerar que o campo da sociologia da infância tem produção internacional e que pesquisadores de diferentes países têm apresentado suas pesquisas em congressos da área e publicado seus trabalhos em livros ou periódicos, verificou-se que há pouca informação sobre estudos da infância na América do Sul. Esta pesquisa propôs-se a investigar o desenvolvimento do campo em ao menos dois países deste continente, a fim de compreender o que se tem pesquisado e produzido na perspectiva da sociologia da infância. A investigação mapeou, considerando o período de 2010 a 2013, as produções de autores sul-americanos hispano-falantes, por meio da consulta a diferentes bases de dados, da realização de visitas aos países escolhidos para melhor conhecimento da produção, e de entrevistas com os pesquisadores. Para a compreensão da configuração do campo na América do Sul, recorreu-se ao conceito de campo científico em Bourdieu, sendo que, com as contribuições da obra desse autor, juntamente com a realização da análise de conteúdo, foram identificados os temas consagrados nas publicações, as abordagens teóricas, os caminhos metodológicos, as áreas predominantes nos estudos, e os elementos que estruturam o campo na Argentina e no Chile, países investigados. Considera-se que o campo da sociologia da infância e o campo interdisciplinar dos estudos sociais da infância convivem nesses países, como resultado das diferentes formações dos pesquisadores do campo e dos variados contextos de vida das crianças. Constata-se que, num primeiro momento, as produções europeia e norte-americana tiveram grande influência na realização de investigações científicas nos países investigados, mas conclui-se que os movimentos próprios do campo podem estruturar outros caminhos para as produções e teorizações da infância no hemisfério sul.
Título em inglês
Childhood studies in South America: research and production from the perspective of sociology of childhood
Palavras-chave em inglês
Scientific field
Social studies of childhood
Sociology of childhood
South America
Resumo em inglês
In recent years, we have seen an increase in the productions and publications on the theme of childhood from the perspective of the social scientists who have investigated childhood by discussing it applying other methodologies when conducting research with and about children. It has led to a new movement which aims at understanding the role of children and childhood in the contemporary world. Considering the worldwide width of sociology of childhood, little has been shown in conferences and literature about childhood studies in South America. Having noticed this lacking, the present research headed to investigate the development of the field in at least two South American countries in order to understand what has been researched and produced from the sociology of childhood perspective. The study mapped the production of South American and Spanish-speaking authors from 2010 to 2013, by consulting different databases, visiting the selected countries and interviewing researchers so to have a better understanding of the productions. In order to comprehend the field in South America configuration, we adopted the concept of the scientific field of Bourdieu, and with his theoretical background and the content analysis, we were able to identify the themes consecrated, the theoretical approaches, the methodological procedures, the predominant areas, and also the elements that structure the field in Argentina and Chile, the investigated countries. We noticed that the field of the sociology of childhood and the interdisciplinary field of social studies of childhood coexist in these countries, which is due to the different academic background the researchers of the field have and the varied contexts of children's life. Initially, European and North American productions had a great influence on the conduct of scientific research in the countries investigated, but the movements of the field can structure other pathways for the productions and theorizations of children in the Southern Hemisphere.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-12-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.