• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Paula Mendonça de Menezes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Ehrenberg, Mônica Caldas (Presidente)
Azevedo, Marta Maria do Amaral
Lima, Tânia Stolze
Título em português
Corpo preparado, alma protegida: jeitos de cuidar e modos de aprender no crescimento da criança Yudja
Palavras-chave em português
Antropologia da criança
Corporalidade
Formas de conhecimento
Infância indígena
Resumo em português
Essa pesquisa de cunho etnográfico teve como objetivo compreender o universo sociocultural da criança para o povo indígena Yudja, habitante do Parque Indígena do Xingu, ao norte de Mato Grosso. O universo sociocultural da criança é desvelado nesse estudo por meio dos cuidados destinados às crianças e uma análise dos modos de aprender, tanto no âmbito escolar quanto das relações sociais presentes na aldeia. A análise desenvolvida parte do estudo das concepções e teorias circunscritas à antropologia da criança e etnologia indígena, como a noção de pessoa, a concepção de criança; a corporalidade e os modos de construção e circulação de conhecimento para essa sociedade, Esse estudo teve a intenção de contribuir com as discussões que apontam potencialidades em aproximar as áreas da educação e antropologia, para melhor compreensão, no caso dessa pesquisa, das diversas possibilidades de infância e do lugar que a criança ocupa em uma sociedade assim como as formas de conhecimentos empreendidas em diferentes contextos. Essa pesquisa permitiu articular a corporalidade como aspecto fundamental na definição de cuidados voltados às crianças yudja e aos modos de construção do conhecimento durante seu crescimento. Essa articulação gira em torno da ideia da formação de um corpo preparado e alma protegida como algo da essência da infância para os Yudja.
Título em inglês
Prepared body, protected soul: manners of taking care and ways of learning in the development of the Yudja child
Palavras-chave em inglês
Child anthropology
Corporality
Forms of knowledge
Indigenous childhood
Resumo em inglês
This ethnographic research aimed to understand the socio-cultural universe of childhood among the Yudja indigenous people living in Xingu Indigenous Park, in northern Mato Grosso State, Brazil. To get acquainted with that universe, the research tried to identify and analyze indicators such as the care treatment their children get, ways of learning that they are exposed to, in at school life as well within the social interaction system prevailing in the indigenous village. Analysis based on studies of the concepts and theories rooted in child anthropology and indigenous ethnology: the idea of person, the concepts of infancy and corporality, the means and ways knowledge is constructed and circulate in the community. Such analysis should enrich the debate about the potencial convergence between the fields of education and anthropology in order to achieve a fully understanding, among other issues, of childhood's multiple possibilities, of the place a child is assigned to in a given social group, as well as the strategy to learn these variables in different contexts This research allowed to articulate the corporality as a fundamental aspect in the definition of care aimed at the Yudja children and the ways of building knowledge during their growth. This articulation works around the idea of the formation of a prepared body and a protected soul as part of the essence of childhood for the Yudja.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-02-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.