• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2012.tde-29112012-104200
Documento
Autor
Nome completo
Marívia Perpetua Sampaio Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Paro, Vitor Henrique (Presidente)
Muramoto, Helenice Maria Sbrogio
Russo, Miguel Henrique
Título em português
Supervisão escolar: desafios e compromissos com a educação emancipatória
Palavras-chave em português
Administração escolar
Assistência às escolas
Educação emancipatória
Política pública
Qualidade da educação
Supervisão escolar
Resumo em português
Esta dissertação discute a supervisão escolar a partir do exame de sua origem histórica, baseando-se em pesquisa documental acerca do tema. Considerando a função do supervisor escolar conforme o que consta nos documentos legais, em outras publicações oficiais e o observado na prática desta profissional no universo da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (SME-SP), a investigação realizada ressalta possibilidades e limites dessa atuação profissional diante do compromisso com a educação pública. Com a intenção de trazer à tona a origem da supervisão escolar, foi necessário recorrer à história da educação no Brasil e no município de São Paulo, no período compreendido entre 1956 e 2004. Para isso, foi consultada a bibliografia sobre o assunto e foram examinados documentos oficiais do acervo da SME-SP. Partindo da compreensão de que a supervisão escolar pertence ao conjunto de meios para a realização do processo educativo, tendo como fim a formação humana, e que é inserida nesse processo por meio da administração escolar, nossa opção foi partir do conceito de administração em geral, com o propósito de entender a essência da administração e deixar bem claro o que preconiza a chamada teoria geral da administração, ou seja, que esta não é geral, como propalado pelo senso comum, mas restrita ao capitalismo. Examinar os conceitos de administração e administração escolar e, em seguida, situar a supervisão escolar teve como objetivo tomá-la como objeto deste estudo e buscar compreender qual a sua contribuição para uma educação emancipatória. Buscamos a melhor apreensão das ideias de gerência, burocracia e empresa, pois são termos recorrentes nos textos relacionados a administração, administração escolar e supervisão escolar. A partir da concepção de educação como atualização histórico-cultural do homem, e concebendo que este humano se constitui sujeito na relação com seus semelhantes, procuramos destacar a diferença entre educação emancipatória e educação bancária. Assim, enquanto esta considera o aluno como um receptáculo vazio que vai recebendo informações e instruções, aquela reconhece o homem como ser histórico, produtor de sua existência, em sua relação com o mundo e, portanto, promove a pergunta à realidade, que se faz a partir da inquietação e da dúvida, em oposição à constatação e à conformação silenciosas. Na direção dessa busca de problematização da realidade, foi imprescindível discutir a importância da assistência às escolas e sua abrangência. Na perspectiva de avançar quanto a essa assistência às escolas, foi citada a intersetorialidade como possibilidade de uma política pública integrada, baseada no diálogo entre diferentes setores do governo, com vistas à transformação da realidade percebida quando da problematização. Finalmente, diante do estudo realizado, as sínteses, ainda que provisórias, demonstram que há a possibilidade de transformação da supervisão escolar, destacando a assistência às escolas e ao seu projeto político-pedagógico, caracterizando o compromisso com a educação emancipatória.
Título em inglês
School supervision: challenges and commitment to emancipatory education
Palavras-chave em inglês
Assistance to schools
Emancipatory education
Public policy
Quality of education
School administration
School supervision
Resumo em inglês
This work is to discuss school supervision, from its historical origin examination, based in documental research about the theme. Considering school supervisor role according to legal documents, in other official publication and the observed in this professional practice at the Municipal Secretary of Education of São Paulo (SME-SP), the performed investigation highlights possibilities and limits of this professional practice against the public education compromise. Having the intention to bring up the origin of school supervision, it was necessary to refer to history of education in Brazil and São Paulo municipality, in the period between 1956 and 2000. For this, it was consulted the literature on the matter and examined official documents of SME-SP collection. From the comprehension that school supervision belongs to the media set for education process performance, having as purpose human development and that is inserted on this by school administration, our option was to start from general administration concept, with the intention of understand administration essence and clear what advocates the so-called general administration theory, in other words, that this is not general as is vaunted by the common sense, yet, restricted to capitalism. Examination of administration and school administration concepts and, then, locate school supervision had as purpose take it as object of this study and understand its contribution for an emancipatory education. We searched the best prehension of management, bureaucracy and enterprise ideas, as they are recurring basis in texts related to administration, school administration and school supervision. From the conception of education as historic and cultural actualization of man and, understanding that this human being is constituted as subject in the relation with his equals, we seeked to contrast the difference between emancipatory education and banking education. Thus, while the last one considerate the student as an empty vessel that receives information and instruction, the first one recognizes man as a historic being, producer of its existence, in its relation with the world, and, so, promotes the question to reality, that is made of unrest and doubt, in opposition to silent finding and resignation. On the search directions of reality problematization, it was indispensable to argue about the importance of school assistance and its scope. With the expectation of going forward in the school assistance, it was mentioned the intersectorial as possibility of an integrated public policy, based in dialogue among different departments of the government, aiming the transformation of the realized reality when the problematization was made. Finally, facing the performed study, the synthesis, although still transitory, show that it is possible to change school supervision, contrasting the assistance to school and its pedagogical and politic project, characterizing the compromise with emancipatory education.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-12-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.