• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2011.tde-28062011-102117
Documento
Autor
Nome completo
Adir da Luz Almeida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Marta Maria Chagas de (Presidente)
Freitas, Marcos Cezar de
Giglio, Celia Maria Benedicto
Nunes, Zilda Clarice Rosa Martins
Souza, Maria Cecilia Cortez Christiano de
Título em português
Viajando pelo agridoce toque da ciência (o serviço de Ortofrenia e Higiene Mental no Rio de Janeiro de 1930: seus efeitos na escola, família, comunidade)
Palavras-chave em português
antropologia histórica
educação
higiene mental
Resumo em português
O foco da pesquisa são as ações do Serviço de Ortofrenia e Higiene Mental, Seção do Instituto de Pesquisas Educacionais, da Diretoria Geral de Educação e Cultura do Rio de Janeiro de 1930, durante a chefia de Arthur Ramos (1934-1939). A intervenção do Serviço junto às chamadas Escolas Experimentais, buscou prevenir comportamentos considerados inadequados das crianças; objetivo que procura alcançar fazendo deslocamento conceitual de criança anormal para criança problema. Problemas que para o médico-antropólogo Arthur Ramos, e muitos dos seus colaboradores podem e devem ser resolvidos, já que são oriundos das relações produzidas pelos diversos grupos sociais dos quais as crianças fazem parte: família, escola, comunidade onde vivem Inicialmente levadas em seis escolas chamadas de experimentais, têm a pretensão de estender-se para todas as escolas públicas e, dessa forma, produzir, através da escola, novas formas de viver, agir, pensar na população em geral. A partir dos cinco anos que esteve à frente do SOHM, Ramos escreve o livro A Criança Problema, que tem como base empírica as fichas das crianças consideradas problemas. O tratamento teórico-metodológico dado ao trabalho advém da historiografia francesa ligada à história social e cultural no diálogo com a antropologia, buscando as contribuições da sociologia, da análise do discurso, e da micro-história italiana; utilizadas como ferramentas de trabalho, destacando o trabalho com as fontes. A articulação com a Antropologia tornou-se fundamental, para melhor vislumbrar as ações de Arthur Ramos, já que este buscou firmar-se no campo da Antropologia e seus escritos sobre educação é dirigido aos educadores, não sendo como educador que se identifica e nos seus combates políticos não é este lugar que busca ocupar. Buscar trançar foco e fundo constituiu-se no movimento da pesquisa e da escrita.
Título em inglês
Travelling through the Bittersweet Touch of Science (The Service of Orthophrenia and Mental Hygiene in Rio de Janeiro in the 30s: its effects on School, Family and Community).
Palavras-chave em inglês
education
historical anthropology
mental hygiene
Resumo em inglês
The focus of this research are the actions of the Service of Orthophrenia and Mental Hygiene (SOMH), Section of the Educational Researches Institute, from the General Board of Education and Culture of Rio de Janeiro of 1930, during the direction of Arthur Ramos (1934-1939). The intervention of the Service together with the so called Experimental Schools, sought for the prevention of behaviors considered inappropriate for children; goal that intends to achieve doing conceptual displacement of abnormal child to problematic child. Problems that for the physician-anthropologist Arthur Ramos, and many of his collaborators may and must be solved, since they result from relations produced by several social groups which the children belong to: family, school, community where they live. Initially, taken into six so-called experimental schools, they intend to expand to all public schools and, thus, produce, through school, new ways of living, acting and thinking of population in general. From the five years in which he was the head of SOMH Ramos writes the book A Criança Problema, which has as empirical basis the files of children considered problematic. The theoreticalmethodological treatment given to the work accrues from the French historiography connected to the social and cultural history in the dialog with anthropology, seeking for contributions from sociology, speech analysis, and from the Italian micro-history; used as work tools, highlighting the work with the sources. The articulation with Anthropology became essential for better understanding of the actions of Arthur Ramos, provided that he aimed to settle down in the field of Anthropology and his papers on education are addressed to educators, even though he is not identified as an educator himself and in his political struggles this is not the place he aims to engage. The search for connecting focus and funds constituted the movement of the research and the writing.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ANEXOS.pdf (60.25 Kbytes)
BIBLIOGRAFIA.pdf (73.43 Kbytes)
CONCLUSAO.pdf (249.94 Kbytes)
PRETEXTUAIS.pdf (46.11 Kbytes)
PRIMEIRAPARTECAP1.pdf (610.97 Kbytes)
PRIMEIRAPARTECAP2.pdf (10.72 Mbytes)
PRIMEIRAPARTECAP3.pdf (193.67 Kbytes)
PRIMEIRAPARTECAP4.pdf (574.02 Kbytes)
SEGUNDAPARTECAP1.pdf (3.57 Mbytes)
SEGUNDAPARTECAP2.pdf (172.69 Kbytes)
Data de Publicação
2011-07-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.