• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2015.tde-22062015-133448
Documento
Autor
Nome completo
Guilherme Magalhães Vale de Souza Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Aquino, Julio Roberto Groppa (Presidente)
Carvalho, José Sergio Fonseca de
Fonseca, Márcio Alves da
Título em português
Da popularização da filosofia à expertise filosófica: uma problematização do papel do intelectual na mídia (Revista CULT 1997-2013)
Palavras-chave em português
Expertise
Função pública do filósofo
Governamentalidade
Mídia
Popularização da filosofia
Resumo em português
O presente trabalho visa a uma discussão crítica acerca das relações entre filosofia e mídia. Para tanto, valemo-nos das teorizações foucaultianas acerca da problemática da governamentalidade, por meio de um procedimento analítico inspirado na obra Arqueologia do saber. Partiu-se de um primeiro mapeamento de enunciados de diferentes naturezas que se dedicaram a debater desdobramentos da popularização da filosofia e a difundir produções culturais alegadamente filosóficas. Em seguida, tendo uma revista brasileira de jornalismo cultural CULT Revista Brasileira de Cultura como plataforma empírica de investigação, mapearam-se todos os artigos e entrevistas realizados por e com filósofos ou com alguma formação em filosofia num período de quase 17 anos, de 1997, ano de fundação da revista, até 2013, totalizando 186 fascículos. A análise debruçou-se sobre os diversos modos de abordagem temática, teórica e metodológica presentes nos artigos da referida revista, optando por categorizar os escritos segundo suas estratégias discursivas proeminentes. Inventariamos profissões dos autores, correlações narrativas, temas gerais, teorizações, os objetos privilegiados e conceitos-chave. Deste modo, procuramos problematizar determinados jogos de governo de si e dos outros, articulados pela assiduidade, adensamento e desaparecimento de certos tipos de estratégias, auscultando também o que seria o papel relegado ao filósofo como pensador e/ou intelectual público ante seu presente em suma, a função pública do filósofo na mídia. Nossa hipótese de trabalho apostou numa possível conversão da prática filosófica em uma expertise da conduta humana, por meio de sua aliança com práticas de cunho estético e psicopedagógico, findando por participar de tal modo no rol das estratégias contemporâneas de governo de si e dos outros.
Título em inglês
The popularization of philosophy to philosophical expertise: one questioning the role of the intellectual in the media (Magazine CULT 1997-2013)
Palavras-chave em inglês
Expertise
Governmentality
Media
Popularization of philosophy
Public role of the philosopher
Resumo em inglês
This paper aims at a critical discussion on the relations between philosophy and the media. For this purpose, we make use of Foucault's theories about the problematics of governmentality through an analytical procedure inspired by the Archaeology of knowledge. We started from an initial mapping of different kinds of statements who were dedicated to discussing about the unfoldings of the popularization of philosophy, and to spreading allegedly philosophical cultural productions. Having a Brazilian magazine of cultural journalism CULT Revista Brasileira de Cultura as our empirical research platform, we have mapped all articles and interviews by and with philosophers or by authors with some philosophical background within a period of almost 17 years, from 1997, the magazine's founding year, until 2013, totaling 186 issues. The analysis has scrutinized the diverse modes of thematical, theoretical and methodological approaches within the magazine articles, by opting to categorize them according to their prominent discursive strategies. We inventoried authors' institutional affiliations, the styles of the narratives, the general themes, the theories, the privileged objects and key concepts. Therefore, we have tried to problematize certain games of government of the self and others, articulated by attendance, density and disappearance of certain types of strategies, also observing what role would be relegated to the philosopher as a thinker and/or a public intellectual at his present in short, the philosophers public role on the media. Our working hypothesis bets on a possible conversion of the philosophical practice into an expertise of the human conduct, by its alliance with aesthetic and psychopedagogical practices, participating in such a way in the list of contemporary strategies of government of the self and others
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-07-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.