• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2008.tde-18062008-150730
Documento
Autor
Nome completo
Rosangela de Araujo Medeiros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Kenski, Vani Moreira (Presidente)
Couto, Edvaldo Souza
Mrech, Leny Magalhaes
Título em português
A relação de fascínio de um grupo de adolescentes pelo Orkut: um retrato da modernidade líquida.
Palavras-chave em português
Adolescentes
Fascínio
Internet
Modernidade líquida
Narcisismo
Orkut
Sociedade do espetáculo
Resumo em português
Esta pesquisa tem o objetivo de abordar uma questão específica da subjetividade na época hipermoderna: a relação de fascínio de um grupo de adolescentes com o site de relacionamentos online Orkut, tendo como pano de fundo a contemporaneidade e os valores da cultura narcísica e da cultura do espetáculo que a sustentam. Para tanto, discorre sobre três aspectos que se inter-relacionam: o contexto da hipermodernidade líquida e digital; as peculiaridades do Orkut e as características psíquicas dos adolescentes. A conjunção desses fatores explica o fascínio, de ordem subjetiva, como uma construção social. Essa análise tem um viés psicossocial, respaldado em autores tais como Zygmunt Bauman, Gilles Lipovetsky, Christopher Lasch e Guy Debord, que interseccionam idéias do campo da Sociologia com conceitos da Psicanálise. Esse quadro teórico desenhou-se a partir de um estudo realizado em duas etapas: a primeira de cunho quantitativo, envolveu 473 adolescentes e pré-adolescentes de uma escola da periferia de São Paulo, com vistas a identificar os usos do computador e da Internet. Nessa amostra, constatou-se que 72 % dos participantes não tinham computador em suas residências, entretanto esta carência não representou impedimento no acesso ao uso, porque 87% utilizavam a máquina em diferentes espaços. Contudo, a escola foi a menos citada e o Orkut um dos usos recorrentes. Para investigar, então, o uso desse site, realizou-se entrevistas semi-estruturadas, com um grupo de 10 adolescentes participantes da primeira etapa. A análise das entrevistas permitiu caracterizar o Orkut como um palco no qual podem ser pseudo-realizados os ideais da sociedade narcísica. Por isso é fascinante, captura o desejo do sujeito. É um espaço virtual em que o adolescente pode 'sair' momentaneamente de um estado de insatisfação, conflito e ruptura, para um lugar onde pode estar, ter e (a)parecer. Dessa forma, a idealização costura a relação de fascínio pelo Orkut, atrelada às possibilidades de socialização. Verificou-se que os adolescentes buscam responder aos apelos dessa hipermodernidade, mas não deixam de ter prazer em suas atividades corriqueiras do mundo jovem. Culto à aparência, ao hedonismo, à glamourização da auto-imagem, reconhecimento social, fama, popularidade, amizade, vício são temas discutidos neste trabalho e coexistem no Orkut com o interesse de comunicação, reafirmando que, mesmo incentivado o hiper-individualismo e a criação de narcisos digitais, somos seres sociais.
Título em inglês
The fascination of a group of teenagers by Orkut - portrait of modernity.
Palavras-chave em inglês
Adolescents
Contemporaneity
Fascination
Internet
Narcissism
Net modernity
Orkut
Society of the spectacle
Resumo em inglês
This research aims to address a specific issue of subjectivity in the hipermodern era: the fascination of a group of teenagers with the site of online relationships Orkut, the background of the present and the values of culture and the culture of narcissist spectacle that gives the support. To this end, we talk about three things that are inter-related: the context of hipermodernidade net and digital; the peculiarities of Orkut and the psychological characteristics of adolescents. The combination of these factors explains the fascination of subjective order as a social construction. This analysis has a psychosocial bias, based in authors such as Zygmunt Bauman, Gilles Lipovetsky, Chistopher Lasch and Guy Debord, who explore ideas in the field of sociology with concepts of psychoanalysis. This theoretical framework is developed from a study conducted in two stages: the first is quantitative, involving 473 adolescents and preadolescents of the poor suburb of an school in Sao Paulo, with the objective of identifying the uses of the computer and the Internet. In this sample, it was found that 72% of participants had no computer in their homes, however this lack of access was not impediment to the use, because 87% use the machine in different spaces. However, the school was the least commented and the Orkut one of the most applicant uses. In order to investigate, then, the use of this site, took place semi-structured interviews with a group of 10 teenagers participants of the first stage. The analysis of the interviews allowed to characterize Orkut as a local in which can be pseudo-realized the ideals of a narcissist society. So it is fascinating, capturing the desire of the subject. It is a virtual space where adolescents can 'exit' momentarily from a state of dissatisfaction, conflict and disruption, to a place where you can be, show yourself. Thus, the idealization build the fascination for the relationship of Orkut provides,linked to the possibilities of socialization. It was found that teenagers try to respond to the calls of hipermodernity , but they still have pleasure in their usual activities in the world. Worship the appearance, the hedonism, glamourization of self-image, social recognition, fame, popularity, friendship, addictions , are topics discussed in this paper and in the Orkut coexist with the interest of communication, reaffirming that even encouraged the hyper-individualism and creation narcisos of digital era, we are social beings.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-09-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.