• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2019.tde-11122018-102642
Documento
Autor
Nome completo
Angélica Kuhn
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Pierro, Maria Clara di (Presidente)
Biccas, Maurilane de Souza
Mello, Roseli Rodrigues de
Palomar, Francisco Javier Díez
Soares, Leôncio José Gomes
Título em português
Tempos e espaços da educação de jovens e adultos: estudo de casos de centros públicos exclusivos da modalidade
Palavras-chave em português
Educação ao longo da vida
Educação de jovens e adultos
Educação popular
Organização escolar
Tempos e espaços escolares
Resumo em português
Esta pesquisa analisa e compara modelos atuais de organização de escolas voltadas para atender exclusivamente jovens e adultos com baixa escolaridade. Para isso, recorreu-se à modalidade de pesquisa qualitativa, conhecida como estudo de casos múltiplos. A pesquisa emergiu da constatação de que apesar dos avanços no plano legal e nas políticas educacionais das últimas décadas, persiste, no Brasil, uma expressiva demanda potencial para a Educação de Pessoas Jovens e Adultos (EPJA), posta à margem pelo sistema público de ensino, além do declínio no número de matrículas e de persistirem os altos índices de abandono dos estudantes desta modalidade. A tese sustenta que um dos principais motivos para tal paradoxo é a rigidez da organização escolar que dificulta o atendimento da diversidade presente na EPJA e a persistência do paradigma da educação compensatória, que sustenta práticas pouco condizentes com o perfil do público jovem e adulto. Com base em evidências de pesquisas anteriores, a investigação opera com a hipótese de que escolas organizadas para atender exclusivamente a EPJA respondem de modo mais apropriado às necessidades e condições de aprendizagem deste grupo social e geracional, ao invés dos cursos noturnos oferecidos em escolas organizadas para atender prioritariamente crianças e adolescentes. Para verificar tal hipótese, o estudo foi desenvolvido em três centros públicos: o Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos (CIEJA) Marlúcia Gonçalves de Abreu, localizado na Zona Leste da cidade de São Paulo; o Centro Municipal de Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (CEMEFEJA) Paulo Freire, situado no centro da cidade de Campinas, e a Escola de Adultos La Verneda-Sant Martí, localizada no bairro Sant Martí, em Barcelona, Espanha. Os estudos de caso seguiram um protocolo comum a partir do qual foram levantados os seguintes aspectos em cada uma das instituições: perfil socioeconômico e cultural dos educandos; perfil dos educadores em relação às condições de trabalho e oportunidades de formação continuada; as instalações físicas; a assistência aos estudantes; o currículo e as propostas pedagógicas; a flexibilidade da organização dos tempos e espaços de aprendizagem; a gestão escolar; o comportamento das matrículas, o fluxo e o rendimento escolar, bem como os índices de certificação. O estudo revelou que o fato de estarem focados nas questões que circundam as especificidades da EJA favorece a flexibilidade para atender de modo mais satisfatório as necessidades e possibilidades deste público de acessar e permanecer na escola, o que não impede que algumas práticas pedagógicas e de gestão recaiam no paradigma da educação compensatória, sobretudo nos casos do CIEJA e do CEMEFEJA, com exceção feita à Escola de Adultos La Verneda-Sant Martí, pois ela se aproxima da concepção de educação permanente, ao longo da vida, em perspectiva crítica, sobretudo em relação à gestão, realizada por duas associações dirigidas por estudantes, com participação paritária de toda a comunidade escolar e do entorno.
Título em inglês
Times and spaces of the youth and adult education: case studies of exclusive public centers of the modality
Palavras-chave em inglês
Lifelong education
Popular education
School organization
School time and space
Youth and adult education
Resumo em inglês
The research analyses and compares current organization models of schools dedicated exclusively to the attend of young people and adults with low schooling. This research came from the observation that despite advances in the legal and educational policies of the last decades, there remains a huge potential demand for Youth and Adult Education (EJA - Educação de Jovens e Adultos -), which is not being covered by the public school system, in contrast , there has been a decline in the number of enrollments and the high dropout rates of students of this modality persist. The thesis argues that one of the main reasons for this paradox is the rigidity of school organization which makes it difficult to attend to the diversity present in the EJA and the persistence of the compensatory education paradigm, which supports practices that are inconsistent with the profile of young and adult public. Based on evidence from previous researches, this research works with the hypothesis that schools that are organized to attend exclusively the EJA respond more appropriately to the needs and learning conditions of this social and generational group than the evening courses offered in schools that are organized to attend primarily children and adolescents. To verify this hypothesis, the study was developed in three public centers: the Integrated Center for Youth and Adult Education (CIEJA - Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos) Marlúcia Gonçalves de Abreu, located in the East Zone of the city of São Paulo; the Municipal Center of Elementary Education and Youth and Adult Education (CEMEFEJA - Centro Municipal de Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos) Paulo Freire, located in the center of the city of Campinas and the La Verneda-Sant Martí Adult School, located in the Sant Martí neighborhood in Barcelona, Spain. The case studies followed a common protocol from which the following aspects were raised in each of the institutions: the students' socioeconomic and cultural profile; the teachers' profile regarding working conditions and opportunities for continuing education; the physical facilities; the student assistance; the curriculum and pedagogical proposals; the flexibility of the organization of learning times and spaces; the school management; the enrollments behavior, school flow and achievement, as well as certification rates. The study revealed that the fact that they are focused on the issues that surround the specificities of the EJA favors the flexibility to meet in a more satisfactory way the needs and possibilities of this public to access education and to remain in school, which does not prevent some pedagogical and management practices from falling into the compensatory education paradigm, especially in the cases of CIEJA and CEMEFEJA. Exception made to the La Verneda-Sant Martí Adult School which approaches the concept of lifelong education in a critical-emancipatory perspective, especially in relation to management, which is carried out by two student-led associations, with equal participation of the entire school community and the surrounding community.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ANGELICA_KUHN_rev.pdf (7.45 Mbytes)
Data de Publicação
2019-01-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.