• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Kinoshita Barros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Jovanovic, Vojislav Aleksandar (Presidente)
Almeida Filho, Jose Carlos Paes de
Fernandez, Isabel Gretel Maria Eres
Piasecka-till, Aleksandra Marcela
Pietraroia, Cristina Moerbeck Casadei
Título em português
Crenças e expectativas sobre ensinar/aprender a ser professor de língua estrangeira: (representações de graduandos, formadores e agentes governamentais: o caso da formação docente inicial na Unifesspa)
Palavras-chave em português
Crenças
Ensino superior
Ensino/aprendizagem
Expectativas
Formação inicial de professores
Língua estrangeira
Resumo em português
Este estudo investiga implicações de crenças e expectativas de governo, graduandos e formadores sobre o processo de ensino/aprendizagem de inglês como língua estrangeira durante a formação inicial de professores em um curso de licenciatura em Letras Inglês. A relevância de estudar esse tema está atrelada ao fracasso do ensino/aprendizagem de inglês como Língua Estrangeira na Educação Básica pública brasileira (BRASIL, 2012a, 2013b, 2013f, 2013g, 2013h; LIMA, 2011; LEFFA, 2011; RUIZ; 2009; MASCARENHAS, 2007; PAIVA, 2003), muitas vezes atribuída à falta de competência linguística dos professores de inglês (SILVA, 2013a, 2013b; PAVAN, 2012; LIMA, 2011, BARCELOS, 1995; ALMEIDA FILHO, 2010). Nosso objetivo é compreender crenças e expectativas de governo, graduandos e formadores sobre o ensino/aprendizagem de inglês como língua estrangeira durante a formação inicial de professores de inglês para a Educação Básica e, a partir dessa compreensão, chegar às representações sobre o processo de ensinar/aprender o idioma na região estudada, levando-nos a abrir perspectivas para aplicações e caminhos para a formação de professores ao contrapor teoria informal a Teoria Formal como parte da formação deste profissional. Para alcançar o objetivo traçado desenvolvemos uma investigação de cunho qualitativo com quantificação de argumentos que envolve aplicação de questionários, grupos focais e entrevistas, cujos dados exploramos utilizando a análise de conteúdo. Também incluímos estudo documental e pesquisa bibliográfica com base em referencial teórico relativo a estudos sobre essas questões na área de Linguística Aplicada que tiverem como foco investigações a respeito de crenças e expectativas em relação ao ensino/aprendizagem de línguas e formação docente (ALMEIDA FILHO, 2010 e 2017; BARCELOS, 1995 e 2001; HYMES, 1972; LEFFA, 2001; LIMA, 2011; LOVE, 2012; PAJARES, 1992; PAVAN, 2012; SAMURA, 2015). Ao final, concluímos que Teoria Formal e informal estão ambas presentes nas representações de nossos sujeitos. Elas influenciam o processo de formação docente inicial, essencialmente, no que diz respeito a crenças e expectativas que divergem entre os grupos de participantes, acarretando em desmotivação, construção de estereótipos e criação de expectativas irrealistas que podem retardar ou impedir o aprovisionamento de necessidades para o desenvolvimento da competência linguísticocomunicativa na língua estrangeira.
Título em inglês
Beliefs and expectations about teaching/learning to be a foreign language teacher: (representations of graduates, educators and government agents: the case of initial teacher education at Unifesspa)
Palavras-chave em inglês
Beliefs
Expectations
Foreign language
High education
Initial teacher education
Teaching/learning
Resumo em inglês
This study investigates the implications of governments, undergraduate students, and teachers educators beliefs and expectations about teaching/learning English as a Foreign Language during initial teacher education in an undergraduate degree in English from a public university in Marabá/PA, Brazil. The relevance of studying this theme is related to the failure of teaching/learning English as a foreign language in Brazilian public elementary, and high schools (BRASIL, 2012a, 2013b, 2013f, 2013g, 2013h; LIMA, 2011; LEFFA, 2011; RUIZ; 2009; MASCARENHAS, 2007; PAIVA, 2003), what is often attributed to the lack of linguistic competence of English teachers (SILVA, 2013a and 2013b; PAVAN, 2012; LIMA, 2011, BARCELOS, 1995; ALMEIDA FILHO, 2010). Our goal is to understand the beliefs and expectations of government, undergraduates and educators about teaching/learning of English as a Foreign Language during the Brazilian initial education of English teachers for elementary, and high schools and, from this understanding, obtain the representations about the process of language teaching/learning in the region studied, leading us to open perspectives for applications and ways to teacher education by counterposing informal theory to Formal Theory as part of the education of this professional. In order to reach the outlined objective, we developed a qualitative research with quantification of arguments that involves the application of questionnaires, focus groups, and interviews, whose data we explore using content analysis. We also included documental study, and bibliographic research based on theoretical reference concerning studies on these issues in the area of Applied Linguistics that focus on investigations in the context of the teaching/learning of languages and teacher education (ALMEIDA FILHO, 2010 and 2017; BARCELOS, 1995 and 2001; HYMES, 1972; LEFFA, 2001; LIMA, 2011; LOVE, 2012; PAJARES, 1992; PAVAN, 2012; SAMURA, 2015). In the end, we conclude that both Formal and informal Theories are present in the representations of our subjects. They influence the process of initial teacher education, essentially, regarding their beliefs and expectations that diverge between the groups of participants, leading to demotivation, construction of stereotypes and creation of unrealistic expectations that may delay or prevent the provision of needs for the development of linguistic-communicative competence in the foreign language.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
volume1_rev.pdf (5.33 Mbytes)
volume2_rev.pdf (6.59 Mbytes)
Data de Publicação
2019-04-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.