• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2017.tde-07082017-155126
Documento
Autor
Nome completo
Francisco de Assis Nascimento Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Piassi, Luis Paulo de Carvalho (Presidente)
Barata, Germana Fernandes
Higa, Ivanilda
Nascimento, Silvania Sousa do
Pataca, Ermelinda Moutinho
Título em português
Crise de identidade: gênero e ciência nos quadrinhos de super-heróis
Palavras-chave em português
Ensino de ciências
Gênero
Histórias em quadrinhos
Intervenções em espaços formais
Resumo em português
Este trabalho analisa a influência das representações do diálogo gênero/ciência presentes na Cultura das Histórias em Quadrinhos de Super-Heróis na construção da identidade de gênero de seus consumidores. Utilizando bases da semiótica , buscamos compreender seus efeitos na construção da identidade de gênero e na relação que seus consumidores desenvolvem com a aprendizagem e o conhecimento das Ciências: em sua origem, os Quadrinhos representavam uma mídia de entretenimento descompromissado, fortemente ligado ao desenvolvimento cultural e econômico de sua sociedade de origem, mas no decorrer dos últimos anos do século XX e início do XXI, seus personagens evoluíram e passaram a convergir entre as muitas mídias de entretenimento disponíveis em nossa sociedade, que passaram a transmiti-los como produto, acompanhados de um discurso carregado por ideologias e valores sociais. Nossa pesquisa iniciou a partir de uma investigação das teorias dos Estudos Culturais e das questões de Gênero, seguida pelo levantamento histórico da origem da Cultura dos Quadrinhos de Super-Heróis até seu ponto focal: a publicação das aventuras dos dois primeiros super-heróis de cada gênero, Superman e MulherMaravilha, uma concepção binária. Com essa base teórica, desenvolvemos uma série de intervenções informais em um ambiente formal, sob a forma de oficinas ministradas a alunos de uma EMEF de tempo integral, no contra turno de suas aulas. A análise do material envolveu o uso de elementos da Semiótica de Greimas e da técnica DAST desenvolvida por Chambers (1983). Os resultados permitem concluir uma forte relação entre as representações de gênero e a propagação de estereótipos masculinos de cientistas na Cultura dos Quadrinhos de Super-Heróis. Indo além, este conhecido universo narrativo de predominância masculina se baseia da interpretação binária para gênero, estabelecendo uma ligação entre os atributos masculino/feminino e um conjunto de valores, no qual a Ciência é ligada somente ao masculino. Ao final, concluímos que a Cultura dos Quadrinhos de Super-Heróis desempenha um papel importante na formação da identidade de gênero de seus consumidores.
Título em inglês
Identity crisis: gender and science in super-heroes comicbooks
Palavras-chave em inglês
Comics
Gender
Science teaching
Superheroes
Resumo em inglês
This Thesis analyses the dialogue between gender / science representations in the Superheroes Comic Book Culture, starting from a semiotic study, to understand its effects on the construction of gender identity of its consumers and the vision they develop about learning and doing Science. In its origin, the Comic Books was an uncompromising entertainment media, with a strong link to the cultural and economic development of its society, present in their narratives. During the last years of the XX century and the arrival of the XXI, its characters evolved and converged between many media platform that become present in our society, thus making their speech, fulfilled with ideologies and social values, kind of omnipresent. Our research started with an investigation about how the Cultural Studies and Gender theories can be applied over the Culture of Comics of Superheroes, chasing its focal point: the publication of the adventures of the first two binary superheroes, Superman and Wonder-Woman. From this theoretical basis, we developed a series of informal interventions in a formal learning space, workshops that was ministered to students of a full-time School. The analysis of our data has been made using elements of the Greimas Semiotics and the Chambers (1983) DAST technique. Our results allow to conclude a strong relationship between gender representations and the propagation of scientists stereotypes in the Culture of Superheroes. Going further, this well-known narrative universe of masculine predominance bases itself on a binary gender interpretation, establishing a connection between masculine / feminine attributes and a set of values, in which Science is viewed as a masculine field of knowledge, acting as an important player in the formation of the gender identity of its readers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.