• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2012.tde-06112012-160824
Documento
Autor
Nome completo
Wanderley José Deina
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Francisco, Maria de Fatima Simoes (Presidente)
Almeida, Vanessa Sievers de
Carvalho, José Sergio Fonseca de
Duarte, Andre de Macedo
Severino, Antonio Joaquim
Título em português
A educação na esteira da crise política da modernidade: uma análise a partir das reflexões de Hannah Arendt
Palavras-chave em português
Crise da Educação
Filosofia
Hannah Arendt
Modernidade
Política
Resumo em português
Esta tese aborda alguns problemas da Educação Moderna apontados nas reflexões de Hannah Arendt em seu artigo A Crise da Educação, um texto relativamente sucinto, mas que remete a praticamente toda a sua produção teórica no campo da Filosofia e da Política. O objetivo é esclarecer as principais críticas que a autora dirige à educação moderna, a partir de seu próprio referencial teórico. Para Arendt, a crise da educação é uma manifestação particular da crise política que aflige a civilização ocidental desde o início da modernidade. Apesar da relação entre a crise política e a crise na educação, ela defende a separação entre ambas, de modo que a política não determine (em absoluto) a educação e a educação não seja utilizada como instrumento da política, algo que se tornou bastante corriqueiro nas sociedades modernas. A pedagogia, imbuída do espírito científico característico da Era Moderna, apesar dos grandes avanços que trouxe para o campo da educação, não é poupada pela autora, na medida em que colaborou para a ruptura com a tradição, um fenômeno que marcou a perda do senso comum que orientava a vida humana na Terra. A falta de um sentido comum em relação ao mundo é apontada como um dos fundamentos da alienação moderna, que se relaciona diretamente com o problema da falta de responsabilidade dos adultos em relação às crianças, os recém-chegados ao mundo pelo nascimento. Analisamos o artigo de Arendt, buscando subsidiar a sua leitura a partir, também, dos demais autores e teorias com quem ela se defronta em A Crise da Educação.
Título em inglês
Problems of Education in the Political Crisis of Modernity: an analysis from the reflections of Hannah Arendt.
Palavras-chave em inglês
Crisis in Education
Hannah Arendt
Modernity
Philosophy
Policy
Resumo em inglês
This thesis approaches the problem of the modern education from the reflections of Hannah Arendt in her article The crisis of the Education, a text relatively summarized, but in which involves practically all of her theoretical production in the fields of Philosophy and Politics. The goal is to clarify the main critics that the author directs to the modern education, from her own theoretical references. For Arendt the crisis of the education is a particular manifestation of the political crisis that affects the western civilization since the beginning of the modern times. Despite the relationship between the political crisis and the educational crisis, Arendt defends the separation between the two, in a way that the political matter would not determine the educational, and that the education would not be utilized as a tool of the political, something that have turned very common in the modern societies. The pedagogy has the goal of the scientifical spirit, a characteristic of the modern era, despite the great evolution that this brought for the educational field, this is not spared by the author, in that it collaborated to break with tradition, a phenomenon that marked the lost of common sense that used to orient the human life on Earth. The lack of a common sense in relation to the world is appointed as one of the fundaments of the modern alienation, that relates directly with the problem of the lack of responsibility of adults in relation to children, the newborns. We have analyzed the article of Arendt searching to subsidize her readings and also the others authors and theories in which Arendt faces in The crisis of the Education.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-11-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.