• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Keli Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Masini, Elcie Apparecida Fortes Salzano (Presidente)
Montoto, Claudio César
Silveira Junior, Walter Garcia da
Título em português
A música, linguagem tradutora: a Nota Azul e outros matizes
Palavras-chave em português
Alain Didier-Weill
Arte
Lacan
Música
Nota Azul
Psicanálise
Resumo em português
Esta dissertação expõe uma investigação sobre como a música pode tocar o sujeito humano, sobretudo no Real da teoria lacaniana, em uma experiência denominada, pelo psicanalista francês Alain Didier-Weill, Nota Azul, e perscrutar elementos da música que atingem o sujeito ouvinte no que ele sente e pensa o traduzir e mobilizar identificações da ordem racional e da ordem inconsciente. O trabalho constitui-se de um levantamento teórico sobre o entendimento da música como linguagem, a partir dos olhares da Linguística e da Psicanálise, expondo a forma como a música pode falar sobre os mais diversos afetos humanos aquilo que se sabe dizer sobre o que se sente e também aquilo que escapa à linguagem. Atém-se à teoria da Nota Azul, que vem falar desse lugar inapreensível pelo entendimento. Apresenta a pesquisa qualitativa realizada, composta de entrevista com cinco sujeitos músicos em escuta sobre suas experiências como ouvintes de música e sobre como se sentem tocados por ela. A análise de dados seguiu as diretrizes da análise de conteúdo de Bardin (2016). Os resultados obtidos trouxeram dados significativos sobre como a música é uma importante via da arte que tenta dar conta de questões profundas do sujeito humano.
Título em inglês
Music - translating language: the Blue Note and other shades
Palavras-chave em inglês
Alain Didier-Weill
Art
Blue Note
Lacan
Music
Psychoanalysis
Resumo em inglês
The present dissertation exposes an investigation about the way music can touch the human subject, especially in relation to the Real in lacanian theory, in an experience called the Blue Note by French psychoanalyst Alain Didier-Weill, and examines musical elements which touch the listener in what he/she feels and thinks translating and mobilizing identifications in rational and unconscious level. The work is a theoretical research about music as language, from the Linguistics and Psychoanalysis perspective, showing the way music can talk to a variety of human affections what it is possible to be said and also what escapes from language. The theory of Blue Note talks about this place which is inapprehensible. We use qualitative research, with interviews made with five musicians when they shared their experiencies as music listeners and how they feel touched by it. The data analysis followed the content analysis guidelines by Bardin (2016). The results brought significant data about how music is an aspect of art that tries to understand deep issues about the human subject.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.