• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2004.tde-01042015-151307
Documento
Autor
Nome completo
Elisabete Zardo Búrigo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Moraes, Carmen Sylvia Vidigal (Presidente)
Bruno, Lucia Emilia Nuevo Barreto
Cunha, Luiz Antonio Constant Rodrigues da
Ferreti, Celso João
Ramos, Marise Nogueira
Título em português
O ensino técnico industrial segundo os professores: adaptações e resistências à reforma em duas escolas estaduais gaúchas
Palavras-chave em português
Currículo
Educação profissional
Ensino industrial
Ensino técnico
Política educacional
Reforma do ensino técnico
Resumo em português
São enfocados neste trabalho os processos de reconfiguração dos currículos dos cursos técnicos de duas escolas estaduais gaúchas, no contexto da reforma empreendida pelo Governo Fernando Henrique Cardoso a partir de 1997. A investigação é baseada em entrevistas semi-estruturadas com professores, nos planos de curso e em outros documentos produzidos nas escolas e por órgãos governamentais durante o processo de reestruturação, complementados por observações de aulas e de eventos escolares, questionários e entrevistas com estudantes. Na análise dos processos de reconfiguração curricular são examinadas as interpretações, apropriações e reações, por parte dos professores que atuam nas escolas, às políticas governamentais e às pressões oriundas do mundo do trabalho. São identificados nexos entre as visões relativas ao mundo do trabalho e ao ensino e as vivências e identificações profissionais dos professores, construídas nas trajetórias individuais de formação e trabalho e no interior de cada instituição. O estudo mostra que a afirmação do caráter generalista dos cursos técnicos e a relevância atribuída à iniciação dos estudantes numa cultura técnica que não se reduz à aprendizagem dos processos em uso nas empresas antepõem-se, nas escolas, à lógica governamental da flexibilização, do aligeiramento e estrita adequação da formação às demandas da esfera produtiva. As resistências a essa lógica são atribuídas à validação dos modelos praticados de ensino técnico e à autonomia relativa das escolas face ao mercado de trabalho, mas também à persistência da idéia de profissão e da figura de técnico industrial tal como é projetada pelos professores, diversa das formas predominantes de inserção dos egressos. O estudo mostra também uma apropriação seletiva de elementos da pedagogia das competências pelos professores. O uso da linguagem oficial é combinado com a preservação de uma estrutura disciplinar dos cursos, da avaliação segundo notas e de objetivos relacionados à fundamentação das técnicas que não podem ser descritos como competências. A crítica ao ensino centrado na transmissão de conteúdos é incorporada por uma parcela dos professores e refutada, num dos estabelecimentos, por professores que rejeitam esse discurso pedagógico como estranho ao chão-de-escola. O estudo mostra ainda que a política governamental de ampliação de vagas com redução de custos encontra limites numa seletividade interna aos cursos atribuída, em parte, à disposição de preservação de um perfil de profissional egresso por parte dos professores, mas também às dificuldades de incorporação, pelas escolas, das diferentes expectativas e experiências de escolarização dos estudantes. Enfim, o estudo mostra que os professores do ensino técnico nessas escolas reivindicam para si uma profissionalidade baseada nos saberes construídos através da experiência e da formação e no compromisso com a ação docente, a despeito de sua contratação como emergenciais ou temporários. Ao retratarem suas concepções e práticas docentes, os professores revelam combinações singulares de aceitação de modelos existentes e esforços de inovação que estão referidos a essa profissionalidade reivindicada.
Título em inglês
The reform of technical education according to teachers: adaptations and resistances in two industrial technical schools gaucho
Palavras-chave em inglês
Curriculum
Educational policy
Industrial education
Reform of technical education
Technical education
Vocational education
Resumo em inglês
This thesis addresses the process of reconfiguration of the curricula of technical courses of two state schools in Rio Grande do Sul, Brazil, in the context of reform undertaken by the government of Fernando Henrique Cardoso in 1997. The research is based on semi-structured interviews with teachers, the course plans and other documents produced in schools and by government agencies during the restructuring process, supplemented by classroom and school events observations, questionnaires and interviews with students. In the analysis of the processes of curriculum reconfiguration, interpretations, appropriations and reactions from teachers who work in schools to government policies and the pressures from the productive realm are examined. Connections between the visions of productive and educational realms and teachers' professional experiences and identifications, built in their individual training and work careers within each institution are identified. The study shows that the persistence of the general character of technical courses and the relevance attributed to initiation of students in a technical culture are opposed, in schools, to the governmental logic of flexibility and strict fitness to the training demands of the productive realm. The resistance to this logic is assigned to the validation of the practiced models of technical education and the relative autonomy of schools in face of the labor market, but also to the persistence of the idea of profession and the figure of technical industrial as it is designed by teachers, unlike the prevalent forms of insertion of the graduates. The study also shows a selective appropriation of elements of the so called competences pedagogy by teachers. The use of the official language is combined with the preservation of a disciplinary structure of the courses, the evaluation according to notes and related reasoning techniques that can not be described as skills objectives. The critique on content transmission focused teaching is embraced by a portion of the teachers and refuted, in one of the establishments, by teachers who reject this teaching speech as foreign to the school ground. The study also shows that the government policy of enrollment increase and costs reducing is limited by an internal selectivity. That selectivity is assigned, in part, to the teachers' willing of preserving a professional profile within the schools graduates, but also to the difficulties of taking into account the different expectations and educational experiences of students. Finally, the study shows that technical education teachers in these schools claim for themselves a professionalism based on knowledge built through experience and training and commitment to teaching action, despite their hiring as temporary. In portraying their conceptions and teaching practices, teachers reveal unique combinations of acceptance of existing models and innovation efforts that are referred to that claimed professionalism.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-07-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.