• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Marina Rigolin Pikel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Piemonte, Maria Elisa Pimentel (Presidente)
Barela, José Angelo
Helene, André Frazão
Título em português
Efeitos de um treinamento de prática mental associada à prática física sobre o desempenho de marcha em pessoas com Doença de Parkinson
Palavras-chave em português
Doença de Parkinson
Marcha
Prática mental
Treinamento
Resumo em português
A Doença de Parkinson (DP) é uma doença degenerativa do sistema nervoso progressiva e incurável, que causa, entre outras alterações, distúrbios de movimento que levam ao prejuízo de habilidades motoras, em especial da marcha. O uso da prática mental (PM) como um método para aquisição e aperfeiçoamento de habilidades motoras é bem evidenciado na literatura para indivíduos saudáveis e na reabilitação de pessoas pós acidente vascular encefálico (AVE). Porém, ainda há evidências insuficientes da efetividade desse método para a melhora da marcha de indivíduos com DP. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de um treinamento de PM associada à PF guiada por estratégias cognitivas sobre o desempenho de marcha de pessoas com DP. Participaram do estudo 33 indivíduos com DP nos estágios 2 e 3 da Escala Hoehn & Yahr (HY). Eles foram distribuídos aleatoriamente nos grupos experimental (GE: n=17, idade media=62,6 anos, n=10 em estágio 2 e n=7 em estágio 3, segundo HY), que realizou duas sessões do treinamento e controle (GC: n=16, idade media=62,8, n=11 em estágio 2 e n=5 em estágio 3, segundo HY), que não realizou nenhum tipo de treinamento. O treinamento do GE foi composto de 2 sessões, com duração de aproximadamente 60 minutos cada, em uma frequência de uma vez por semana, totalizando 2 semanas. Cada sessão foi subdividida em 5 etapas: conscientização sobre as alterações de marcha decorrentes da DP; familiarização das fases da marcha; memorização das fases da marcha; treinamento isolado da PM em ambiente simples e complexo e treinamento de PM associada à PF da marcha em ambiente simples e complexo. O GC apenas realizou a avaliação de desempenho de marcha em momentos diferentes, que equivalem aos momentos imediatamente, 7 e 14 dias após o término do treinamento do GE. A velocidade média (medida primária) e o número de palavras evocadas durante a tarefa secundária de fluência verbal fonológica e semântica (medida secundária) foram obtidas pelo Teste de Marcha de 30 segundos em condições de tarefa simples e dupla tarefa. Os resultados mostraram que houve uma melhora significativa no desempenho da marcha em termos de velocidade apenas em condições de dupla tarefa para o GE (RM-ANOVA, p<0,05, ES>0,70). Em conclusão, o treinamento proposto que associa a PM a PF da marcha afeta positivamente o desempenho da marcha em condições de tarefa dupla de pessoas em estágios iniciais e intermediários da DP
Título em inglês
Effects of mental practice combined with physical practice training for gait improvement in Parkinsons disease patients
Palavras-chave em inglês
Gait
Mental Practice
Parkinsons Disease
Training
Resumo em inglês
Parkinson's disease (PD) is a progressive degenerative nervous system disease that causes, among other changes, movement disorders that lead to loss of motor skills, especially in gait. The use of mental practice (MP) as a method for the acquisition and improvement of motor skills is well evidenced in the literature for healthy individuals and stroke patients, but there is still insufficient evidence for the effectiveness of this method in PD gait improvement. Thus, the purpose of this study was to evaluate the effects of MP combined with physical practice (PP) for gait training guided by cognitive strategies in patients with PD. In the procedure, 33 individuals with PD in stages 2 to 3 on Hoehn & Yahr scale (HY) were randomly assigned to experimental group (EG: n = 17, mean age = 62.6 years, n = 10 in stage 2 and n = 7 in stage 3, according to HY), which performed two training sessions, and control group (CG: n = 16, mean age = 62.8, n = 11 in stage 2 and n = 5 in stage 3, according to HY), which did not perform any type of training. The EG training consisted of 2 sessions, 60 minutes each, once per week over 2 weeks. Each session was divided into 5 stages: awareness of gait changes due to PD; familiarization of gait phases; memorization of gait phases; MP training in a simple and complex environment and MP combined with PP training of gait in a simple and complex environment. The CG only carried out gait performance evaluation at different moments, which were equivalent to the moments immediately, 7 and 14 days after the end of EG training. Gait speed (primary outcome) and the number of evoked words during the phonological and semantic verbal fluency secondary gait task (secondary outcome) were obtained by the 30-second Walking Test in single and dual task conditions. The results showed that there was a significant improvement in gait performance for EG in terms of gait speed in dual task conditions only (RM-ANOVA, p<0,05, ES>0,70). In conclusion, the proposed training that associates MP with PP of gait positively affects gait performance under dual task conditions in patients with PD in the early and intermediate stages
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
pikel_me.pdf (2.15 Mbytes)
Data de Publicação
2017-10-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.