• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2014.tde-25112014-105621
Documento
Autor
Nome completo
Nicole Nöthen de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Tassara, Eda Terezinha de Oliveira (Presidente)
Canevacci, Massimo
Schmidt, Maria Luisa Sandoval
Título em português
Através do estigma e o que se encontrou por lá: um estudo psicossocial sobre identidade, metamorfose e violência
Palavras-chave em português
Estigma
Identidade
Metamorfose
Psicologia Social
Violência
Resumo em português
A presente investigação teve por objetivo estudar a história de vida de uma família em um bairro (localizado em uma cidade do Vale do Paraíba-SP) estigmatizado pela violência. Buscou-se, com este estudo de caso, a melhor compreensão da maneira como a violência opera neste lugar e quais as consequências disso para as identidades de seus moradores no caso, os membros da família entrevistada. O método utilizado para a coleta de dados foi o percurso comentado / itinerário, o qual consiste em caminhadas com os sujeitos da pesquisa pelos lugares onde vivem, enquanto relatam sua história de vida nestes lugares. A postura adotada para a realização dos procedimentos de coleta inspirou-se na abordagem etnográfica, atentando-se pra as peculiaridades de uma etnografia contemporânea. Para a apresentação dos dados foi escolhida a forma de narrativas de personagens, fazendo-se um paralelo com a história de Lewis Carroll Alice no país do espelho (ou Alice através do espelho e o que ela encontrou por lá), e cotejando-se com observações da pesquisadora. A análise dos dados teve inspiração na análise literária e na escrita etnográfica, ou seja, articulando os momentos de estar lá (no campo da pesquisa) e de estar aqui (de volta à universidade), e buscando a interpretação das narrativas à luz de teorias que versem sobre os temas emergidos das falas. A partir dos relatos e da articulação teórica oferecida neste trabalho, buscou-se visualizar de forma mais clara o possível caminho através do qual emerge o que se chamou de violência no território estudado. Para isso, o trabalho apoiou-se em teorias psicossociais e dramatúrgicas da identidade, tais como a do interacionismo simbólico, focalizando o processo de estigmatização, tal como entendido por Goffman. E para o melhor entendimento da dinâmica social atuante no território em questão, buscaram-se subsídios em teorias provindas da psicologia socioambiental, em particular, a contribuição dos estudos urbanos, e, ainda, em teorias que versam sobre a marginalidade social, tais como a obra de Quijano. A título de conclusão, poder-se-ia entender que a questão da violência não pode ser atribuída somente a características individuais, nem apenas à sociedade em que o indivíduo se encontra inserido. Espera-se ter evidenciado, através das discussões, que a problemática existente no território estudado a questão da violência pode ser identificada como resultado ou até como um elemento intrínseco a determinadas interações humanas e estruturas sociais (estereotipadas, hierarquizadas e subjugadoras, gerando, assim elementos marginais); e que a sua maior contraposição é representada pela possibilidade de metamorfose (nos âmbitos individual e coletivo, constituindo aquilo que é propriamente humano) e pela participação verdadeiramente ética e política, de atores sociais capazes de serem protagonistas não somente de suas próprias histórias mas também do contexto que os rodeia
Título em inglês
Through the stigma and what was found there: a psychosocial study of identity, metamorphosis and violence
Palavras-chave em inglês
Identity
Metamorphosis
Social Psychology
Stigma
Violence
Resumo em inglês
This research aimed to study the life history of a family in a neighborhood (a city located in Vale do Paraíba-SP) stigmatized by violence. We sought, with this case study, a better understanding of how violence operates in this place and which are the consequences for the identities of its residents - in this case, the family members interviewed. The method used for data collection was the route commented / itinerary, which consists of walking with the subjects in the places where they live, while reporting his story of life in these places. The posture adopted for carrying out the procedures of collection was inspired by the ethnographic approach, considering the peculiarities of a contemporary ethnography. For the presentation of the data, we chose the form of narratives of characters, making a parallel with the story of Lewis Carroll - "Through the Looking-Glass and What Alice Found There"), and interpolating with observations of the researcher. Data analysis took inspiration in literary analysis and ethnographic writing, ie, articulating the moments of "being there" (in the research field) and "being here" (back to the university), and sought the interpretation of the narratives under the light of theories that deal with the themes emerged from the speeches. Based on the narratives and on the theoretical articulation offered in this work, we attempted to visualize more clearly the possible path through which emerges what is called "violence" in the studied territory. For this, the work was based on psychosocial and dramaturgical theories of identity, such as the symbolic interactionism, focusing on the process of stigmatization, as understood by Goffman. And for the better understanding of the social dynamics acting in the territory in question, we sought grants in theories of environmental psychology, in particular, the contribution of urban studies, and also in theories that deal with the social marginality, such as the work of Quijano. In conclusion, it would be possible to understand that the issue of violence can not be attributed only to individual characteristics, nor only to the society in which the individual is inserted. We expect to have demonstrated, through the discussions, that the existing problematics in the study area - the issue of violence - can be identified as a result or even as an intrinsic element to certain human interactions and social structures (stereotyped, hierarchical and dominator, generating, this way, marginal elements); and that his greatest contraposition is represented by the possibility of metamorphosis (at the individual and collective levels, constituting what is properly human) and by the truly ethical and political participation of social actors, capable of being not only the protagonists of their own stories but also of the context that surrounds them
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
oliveira_me.pdf (1.55 Mbytes)
Data de Publicação
2014-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.