• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2019.tde-18122018-182042
Documento
Autor
Nome completo
Tassia Bertoncini de Almeida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Fabio de (Presidente)
Coutinho, Maria Chalfin
Paparelli, Renata
Tomizaki, Kimi Aparecida
Título em português
O desgaste mental de motoristas de ônibus: um recorte de gênero
Palavras-chave em português
Desgaste mental
Gênero
Motoristas de ônibus
Psicologia social do trabalho
Resumo em português
Esta pesquisa inscreveu-se no campo da Saúde Mental Relacionada ao Trabalho (SMRT). Intencionou investigar a relação entre o desgaste mental em mulheres motoristas de ônibus da cidade de São Paulo e a questão de gênero, ou seja, tendo como base a Teoria do Desgaste Mental, proposta por Edith Seligmann-Silva, pretendeu compreender as possíveis influências do gênero e de suas relações no processo de desgaste mental no trabalho. A metodologia foi qualitativa e se dividiu em etapas. A primeira consistiu em um período de observação do trabalho dessas motoristas. Na segunda foram realizadas entrevistas semi-estruturadas, para que fosse possível acompanhar e compreender a organização do trabalho das motoristas, além de destacar os significados atribuídos ao trabalho e às relações de gênero vivenciadas e os impactos disso no processo de desgaste mental. Concluímos que os processos de desgaste das mulheres trabalhadoras do transporte têm particularidades que envolvem as questões de gênero. A estrutura física dos ônibus e terminais, a organização das linhas e as relações de trabalho afetam as mulheres e sua saúde de forma particular. A divisão sexual do trabalho e a conciliação entre trabalho doméstico e trabalho assalariado mostraram-se como um desafio para essas mulheres. Finalmente, o modo como elas veem a si mesmas e as outras mulheres também se mostrou como um fator central no processo saúde-doença
Título em inglês
Female bus drivers mental strain
Palavras-chave em inglês
Bus drivers
Gender
Mental strain
Social psychology
Resumo em inglês
The main purpose of this research was to investigate the relation between mental strain in female bus drivers of São Paulo and gender. The theoretical support is Edith Seligmann-Silvas Mental Strain Theory. It intended to understand the possible influences of gender and their relations in the process of mental strain at work. The methodology is qualitative and is divided into stages. The first consisted of observation of the daily work of these drivers. The second part was the semi-structured interviews. It was possible to understand the works organization of the drivers, besides highlighting the ways the signify their work and the gender relations in it, to understand their consequences in the process of mental exhaustion. The conclusion was the mental strain processes contains specificities related to gender issues. The structure of bus stops and vehicles, the routes organizations and relations in work environment, impact women health in a particular way. The sexual division of labor and the conciliation of house work and labor are a challenge to these women. Finally, the way they see themselves and other women is also central to the mental health process
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
almeida_corrigida.pdf (895.93 Kbytes)
Data de Publicação
2019-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.