• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2010.tde-16042010-111448
Documento
Autor
Nome completo
Leila Aparecida Bomfim
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Tassara, Eda Terezinha de Oliveira (Presidente)
Biccas, Maurilane de Souza
Garcia, Maria Lucia Teixeira
Lima, Laura Camara
Massola, Gustavo Martineli
Título em português
Projeto social: um objeto de estudo construído na teia de suas significações sociais
Palavras-chave em português
Avaliação de projetos
Direitos humanos
Intervenção social
Justiça social
Projeto social
Representação social
Resumo em português
Esta pesquisa tem como objeto de estudo a expressão projeto social. A investigação partiu da identificação, delimitação e análise de imagens, pensamentos, sentidos e significações do termo, manifestados por agentes sociais envolvidos em sua prática. Estes agentes constituíram-se em sujeitos da investigação, tendo sido organizados em grupos segundo os papéis exercidos no campo prático-institucional dos projetos sociais. São eles: beneficiários, técnicos e decisores de investimentos. Utilizando-se do método ALCESTE (análise dos lexemas co-ocorrentes num conjunto de segmentos de texto) para análise das falas e do desempenho dos Grupos Operativos, no que se refere à dinâmica das interações entre os participantes em tarefa de investigação, julgamos ter identificado thematas comuns aos diferentes grupos. Estes thematas, representados pelos termos: cuidar e felicidade, emergiram como imagens e atravessaram todos os grupos, associando projeto social a noções de prover que orientam condutas de pessoas e/ou instituições para autosatisfação e/ou bem comum. Tais ideias subjazem em configurações vinculares, subjetivas e objetivas, polarizadas e hierarquizadas entre provedores e desprovidos, fortes e frágeis, habilitados e desabilitados, empreendedores e dependentes, as quais condicionam posições de incluídos ou aspirantes à inclusão social. Em função do pertencimento dos participantes da pesquisa a diferentes coletivos sociais, as sociedades são vistas como comunidades em que se vive ou como conexões entre localidades e planeta sob uma ótica geopolítica globalizada de enfoque econômico. Com base no desenvolvimento da pesquisa e da análise das representações sociais do objeto projeto social sob a inspiração da teoria crítica de Adorno, aponta-se para abertura de uma reflexão crítica. Do conjunto das representações depreendem-se dois aspectos a serem dialetizados: (1) o lado conhecido construções racionais de planos de intervenções sobre necessidades/problemas sociais, visando soluções ou transformações em direção a realidades desejadas e (2) o lado obscuro núcleos de interações sociais dinamizados por projetos nos quais se entrevê três âmbitos imbricados: o psicossocial, estruturado por relações entre desiguais e de forma hierarquizada; o epistemológico, em que vigoram formas de pensamento naturalizado e cisões entre pensamento concreto e abstrato; e o político, circunscrito ao jogo de forças que podem viabilizar, dificultar, reduzir ou inviabilizar projetos. Na semântica subjacente denota-se ausência de conotações referentes à Justiça Social nas dimensões psicossocial, epistemológica e política, o que causa perplexidade. Isso porque a ideia de Justiça poderia e deveria fundamentar construções racionais e condutas direcionadas à realização dos Direitos Humanos como paradigmas para imaginar realidades ideais, orientadoras da ação nos projetos investigados.
Palavras-chave em inglês
Human rights
Projects evaluation
Social intervention
Social justice
Social project
Social representation
Resumo em inglês
This research aims to study the expression social project. The investigation originated in the identification, delimitation and analysis of images, thoughts, feelings and meanings of this term, as they were expressed by social agents directly involved in such practice. These agents were the subjects in our investigation and were organized in groups according to their roles in the institutional and practical realm of social projects, namely: beneficiaries, technicians and investment decision-makers. Using the ALCESTE method (lexical analysis of co-occurring words within a setting of text segments) for analyzing speeches and the performance of Operative Groups in so far as the dynamics of interactions between participants was concerned, we consider that common thematas have been identified in different groups. Such thematas, as manifested by the following expressions: caring for and happiness, emerged as images and could be found in all groups, thus associating social project to notions around providing, which orient behaviors of people and/or institutions towards self-satisfaction and/or general welfare. These ideas underlie link configurations that are subjective and objective, polarized and hierarchical between providers and destitute, strong and frail, capacitated and incapacitated, enterprisers and dependent, and these shall condition positions of either included or aspiring to social inclusion. Due to research participants belonging to different social groups, societies are seen as communities where either one lives in, or as connections between specific places and the planet, under an economic point of view of globalized geopolitics. Based on the development of this research and on the social representations analysis of the object social project, along with Adornos critical theory perspective, we come to an opening towards a critical reflection. From the whole of these representations, two aspects are gathered in order to go under dialectic scrutiny: (1) the known side rational constructions over intervention plans on social needs/issues aiming to solutions or transformations towards desired realities and (2) the dark side nuclei of social interactions turned dynamic on account of projects where three intertwined realms can be seen: psycho-social, structured over relations between the unequal under a hierarchical form; epistemological, where naturalized forms of thinking predominate and where concrete and abstract thinking are split; political, bounded to a interplay of forces that may give feasibility to, turn difficult, reduce or even render projects impossible. In the underlying semantics an absence of connotations referring to Social Justice can be found in the psycho-social, epistemological and political dimensions, which brings in some perplexity. This can be accounted for because the idea of Justice could and should base rational constructions and behaviors towards the actualization of Human Rights as paradigms used to imagine ideal realities that would orient action within the investigated projects.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
bomfim_do.pdf (68.20 Kbytes)
bomfim_doa.pdf (876.63 Kbytes)
bomfim_dob.pdf (2.09 Mbytes)
Data de Publicação
2010-06-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.