• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2011.tde-31082011-152735
Documento
Autor
Nome completo
Leandro Alves Rodrigues dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Dunker, Christian Ingo Lenz (Presidente)
Kehl, Maria Rita Bicalho
Kupermann, Daniel
Loffredo, Ana Maria
Voltolini, Rinaldo
Título em português
O trabalho do psicanalista: das dificuldades da prática aos riscos do narcisismo profissional
Palavras-chave em português
Clínica psicanalítica
Narcisismo
Psicanálise
Psicanalistas
Trabalho
Resumo em português
Este estudo aborda o trabalho do psicanalista, tomando como vértice de investigação as dificuldades que esses profissionais atravessam na sua prática clínica cotidiana. Nesse contexto, mudanças no perfil dos pacientes, crises de demanda frente ao incremento da concorrência com psicofármacos e psicoterapias diversas, significativas exigências da formação, estabelecimento de laços com outros analistas e vicissitudes na relação com a família podem ser considerados índices do mal-estar do psicanalista frente ao ato de psicanalisar nos dias atuais. Tendo por objetivo, então, aprofundar o olhar sobre as dificuldades da profissão impossível sublinhada por Freud, toma como guia para seu percurso metodológico um conceito central intitulado narcisismo profissional, forjado a partir da concepção de narcisismo proposta por Freud e desenvolvida por Lacan. Investiga por meio de recortes específicos três autores, Freud, Ferenczi e Lacan. Em Freud, prioriza as dificuldades ligadas ao manejo da transferência e às exigências do próprio analista frente ao seu fazer. Quanto a Ferenczi, evidencia os percalços desse psicanalista nas questões do tempo e do dinheiro, especialmente no que relata por meio da correspondência trocada com Freud. No que diz respeito a Lacan, prioriza o depoimento e os testemunhos de quem com ele conviveu, apontando as múltiplas formas de identificação geradas e o advento do lacanismo, que faz surgir um novo tipo de psicanalista, que toma como missão defender a verdadeira psicanálise no mundo, a partir do retorno a Freud empreendido por Lacan. O estudo problematiza as formas de enfrentamento das dificuldades apontadas: o tratamento possível pela análise pessoal dos psicanalistas, a construção de novos laços entre os participantes do campo, o envolvimento com a leitura e o estudo diligente de autores de dentro e de fora da Psicanálise, e com a escrita, tomada como uma forma de elaboração do psicanalista em relação aos impasses da clínica. Conclui-se que cada psicanalista necessita ressignificar sua atividade, o que inclui o constante exercício de des-idealização de diversos aspectos inerentes à profissão, e o cuidado com sua oferta na Cultura, com a difusão da Psicanálise, além de uma nova tomada de posição frente à formação geral e específica
Título em inglês
The labour of the psychoanalyst: from the difficulties of practice to the risks of professional narcissism
Palavras-chave em inglês
Labour
Narcissism
Psychoanalysis
Psychoanalysts
Psychoanalytic clinic
Resumo em inglês
This study approaches the psychoanalysts labour, taking as its apex of investigation the difficulties these professionals are faced with in their daily practice. In this context, changes in the patients profile, the crises of demand due to the varied and expanding competition of psychofarmacotherapy and psychotherapy, relevant requirements in his/her professional formation, the establishment of bonds with other analysts, and the vicissitudes related to quality time can be considered as indicators of the uneasiness the psychoanalyst feels when he/she is involved in the process of psychoanalyzing nowadays. Thus, keeping the goal of delving into the tribulations of the impossible profession so stressed by Freud, this research takes as its methodological guideline a central concept called professional narcissism, conceived from the notion of narcissism suggested by Freud and developed by Lacan. By means of specific pieces, it investigates three authors Freud, Ferenczi and Lacan. In Freud it prioritises the problems related to handling transference and the demands of the analyst himself/herself in his professional practice. As to Ferenczi, it reveals the troubles the psychoanalyst goes through concerning issues such as time and money, especially as to what he reports by means of the correspondence exchanged with Freud. As far as Lacan is concerned, it prioritises testimonies and reports of those he lived close to, pointing at the multiple forms of identification generated and the advent of Lacanism, which has led to the emergence of a new sort of psychoanalyst, one who takes over the mission of defending the true psychoanalysis in the world, by returning to Freud via Lacan. This study problematizes the forms of confrontation of the difficulties mentioned: a possible treatment through personal analysis of the psychoanalysts themselves, the building of new bonds among the field participants, their involvement with reading and careful study of authors inside and outside Psychoanalysis, and with writing here taken as a means of elaboration by the psychoanalyst with regard to the predicaments in his/her practice. The conclusion, thus, is that each psychoanalyst needs to resignify his/her activity, which includes the constant exercise of deidealization of various aspects inherent in the profession, and caution in providing and diffusing psychoanalysis to Culture, besides taking a new stand concerning his/her general and specific formation
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
santosleandro_do.pdf (1.89 Mbytes)
Data de Publicação
2011-09-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.