• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2016.tde-22092016-155158
Documento
Autor
Nome completo
Cláudio Kazuo Akimoto Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Moretto, Maria Livia Tourinho (Presidente)
Dunker, Christian Ingo Lenz
Guerra, Andréa Máris Campos
Pereira, Mario Eduardo Costa
Título em português
Potencial iatrogênico da psicanálise
Palavras-chave em português
Efeitos iatrogênicos
Formação do psicanalista
Iatrogenia
Poder
Psicanálise
Responsabilidade
Resumo em português
Este trabalho aborda o tema do potencial iatrogênico da psicanálise. Desde a Grécia Antiga, com Hipócrates, estabeleceu-se como princípio basilar das práticas de cura a necessidade de que, antes de tudo, não se deve causar mal ao paciente. Sabe-se que qualquer tratamento com potencial para curar um paciente tem também potencial de produzir efeitos iatrogênicos. Contudo, no campo da saúde mental, a pesquisa sobre o tema ainda pouco avançou, enfrentando resistência por parte dos profissionais e também obstáculos metodológicos, em particular, a falta de terminologia adequada para identificar, classificar e analisar os efeitos iatrogênicos. Pesquisas sobre o tema mostram que tratamentos em saúde mental provocam piora do quadro clínico do paciente em até 10% dos casos. Indicam também a importância da relação entre paciente e terapeuta, enquanto fonte de eficácia do tratamento, mas também fonte de produção de efeitos iatrogênicos. O presente trabalho é uma pesquisa teórica, que por meio de uma revisão sistemática da literatura sobre o tema do potencial iatrogênico da Psicanálise, visa investigar em que condições o psicanalista e/ou o tratamento psicanalítico podem produzir efeitos iatrogênicos e de que modo a formação psicanalítica pode contribuir para redução desses efeitos. Espera-se que a pesquisa sirva de base para o desenvolvimento de um esquema teórico conceitual que amplie a discussão sobre o tema do potencial iatrogênico da psicanálise. Até o momento foi possível elaborar a proposta de terminologia aplicável ao campo das iatrogenias, a partir da diferenciação entre iatrogenias dolosas e culposas, e com uso das categorias como: imperícia, negligencia e imprudência. Abordamos também a questão dos diversos usos feitos do poder no curso do tratamento, articulado ao tema da responsabilidade do psicanalista, a partir da proposta de formalização da práxis psicanalítica à semelhança de um jogo composto por três elementos - o sujeito, o saber e o sexo, tal como proposto por Jacques 11 Lacan no Seminário XII. Concluímos que nas tentativas de simplificação, redução, recortes ou amputações da prática e da teoria psicanalítica é que residem os maiores riscos de aumento no potencial iatrogênico do tratamento. Espera-se que a presente pesquisa contribua de modo relevante para a construção de um esquema teórico conceitual que amplie a discussão sobre o tema da iatrogenia dos tratamentos em saúde mental, visando, em última instancia, compreender as possibilidades de redução de danos decorrentes do tratamento psicanalítico
Título em inglês
Iatrogenic Potential of Psychoanalysis
Palavras-chave em inglês
Iatrogenesis
iatrogenic effects
Liability
Power
Psychoanalist training
Psychoanalysis
Resumo em inglês
This paper discusses the iatrogenic potential of psychoanalysis. Since ancient Greece, with Hippocrates, it was established as a basic principle of healing practices that, first of all, the doctor shall not cause harm to the patient. Today, it is known that any potential treatment for curing a patient also has the potential of producing iatrogenic effects. However, in the field of mental health, research on the subject has made little progress, facing resistance from professionals and methodological obstacles, particularly the lack of a proper terminology to identify, classify and analyze the iatrogenic effects. Research on the subject shows that mental health treatments may cause worsening of the clinical condition of the patient in up to 10% of cases. Researches also indicate the importance of the relationship between patient and therapist, as a source of treatment efficacy, but also as the source of iatrogenic effects. This work is a theoretical research that through a systematic review of the literature on the iatrogenic potential of psychoanalysis, aims to investigate under what conditions the analyst and/or psychoanalytic treatment may produce iatrogenic effects and how psychoanalytic training can help reduce these effects. It is hoped that this research will serve as a basis for the development of a conceptual theoretical framework to broaden the discussion on the subject of the iatrogenic potential of psychoanalysis. So far it was possible to develop a proposal of terminology applicable to the field of iatrogenic effects in mental health, based on the distinction between intentional and culpable iatrogenic, and use of categories such as malpractice, negligence and recklessness. This research also addressed the issue of the different uses made of power in the course of treatment, linked to the psychoanalysts responsibility when conducting a treatment, based on the proposed formalization of psychoanalytic practice like a game, revolving around three elements - the subject, knowledge and sex - as proposed by Jacques Lacan, in Seminar XII. We conclude to argue that in the attempts of simplification, reduction, cuts or amputations of psychoanalytical practice and theory resides the greatest increases in iatrogenic potential of psychoanalysis. It is hoped that this research will 13 contribute in a relevant way for the construction of a conceptual theoretical framework to broaden the discussion on the subject of iatrogenic treatments in mental health, aimed at ultimately, understand the harm reduction opportunities arising from psychoanalytical treatment
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
akimoto_corrigida.pdf (1.96 Mbytes)
Data de Publicação
2016-09-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.