• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2015.tde-10122015-100311
Documento
Autor
Nome completo
Hugo Leonardo Lana dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Dunker, Christian Ingo Lenz (Presidente)
Iannini, Gilson de Paulo Moreira
Leite, Nina Virginia de Araujo
Título em português
A noção de estilo em Lacan
Palavras-chave em português
Clínica
Estética
Estilo
Jacques
Lacan
Psicanálise
Resumo em português
O presente trabalho surge a partir do descompasso verificado entre a produção extensa na psicanálise lacaniana dos anos 1990-2010 sobre a noção de estilo e o lugar enigmático que Lacan confere a essa noção em sua obra. Os poucos movimentos de definição ao longo do texto lacaniano contrastam com resposta a questões centrais do corpus epistêmico, entre os comentadores. Levantamos, assim, a hipótese de um efeito ideológico que essa noção concentra em termos da transmissão da psicanálise e da teorização sobre o fim do tratamento. Dito isso, esta pesquisa realiza um levantamento das ocorrências da temática do estilo em Lacan para então problematizá-las com o momento de sua produção e com suas origens na teoria estética, a fim de compreender como as mudanças que a temática e seu tratamento sofrem se relacionam com a sua posição epistêmica. Em seguida, ela investiga a reverberação e o tratamento do estilo nas produções posteriores de filiação lacaniana. Para tanto, nosso método de leitura parte da intersecção entre os campos da estética, da clínica psicanalítica e da política da psicanálise; campos que podem adquirir certa funcionalidade de troca e construção entre si com a problematização da noção de estilo. A pesquisa resulta na demonstração de que ignorar a especificidade da questão do estilo em Lacan
Título em inglês
The Notion of Style in Lacan
Palavras-chave em inglês
Aesthetics
Clinic
Jacques
Lacan
Psychoanalysis
Style
Resumo em inglês
This study arises from the question that the extensive production gap in Lacanian psychoanalysis and the enigmatic place that Lacan gives the sense of style in his work produces, since the notion of style has few defining definitional movements along the Lacanian text, but takes a often central place in response to important issues of the epistemic corpus, such that of transmission of psychoanalysis or the end of an analysis. We propose in the paper to investigate the style of thematic events in Lacan in order to problematize them with the time of its production so we can understand how changes to the theme and its treatment suffer relate their epistemic position. Then we investigated the reverbaration and treatment of style in later productions of Lacanian afiliation as well as a correlation in the field of their history of aesthetics. The methodological bet is that there is something at the intersection of the fields of aesthetics, the psychoanalytic clinic and psychoanalytic politics that can acquire a certain feature of trade and construction among them with the questioning of the notion of style. We believe that ignoring the question of style in Lacan can cause deadlocks and ideological deviations both theoretical and clinical
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
santos_me.pdf (634.87 Kbytes)
Data de Publicação
2015-12-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.