• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2012.tde-07022013-092525
Documento
Autor
Nome completo
Brunella Carla Rodriguez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Gomes, Isabel Cristina (Presidente)
Araujo, Maria de Fatima
Nunes, Maria Angela Favero
Título em português
A representação parental de casais homossexuais masculinos
Palavras-chave em português
Família
Homoparentalidade
Parentalidade
Representação parental
Resumo em português
Esta pesquisa teve como objetivo investigar as representações parentais de casais homossexuais masculinos, por meio das imagos parentais e legados geracionais, atualizados pelo processo de transmissão psíquica. Com o crescente aparecimento dos novos arranjos familiares e do papel fundamental da família na constituição psíquica do indivíduo, faz-se necessário o estudo das novas funções e das novas formas de se relacionar dentro destes grupos. Não há um modelo de família dominante e a ampliação de seu conceito acarreta a dificuldade de se abstrair um sentido único. Buscando compreender como se dão tais representações e suas possíveis ligações e/ou influências na relação do casal homoafetivo e, possivelmente, na família homoparental, foram entrevistados cinco casais homossexuais masculinos sem filhos, além da aplicação do DF-Es (Desenhos de famílias com estórias) adaptado. Como resultados gerais encontramos casais ainda muito ligados à suas famílias de origem; com questões conflitivas associadas ao processo de construção de suas identidades homossexuais; presos ao modelo de conjugalidade heteronormativa; cujos relacionamentos caracterizaram-se pela brevidade com que se tornaram compromissados e de coabitação, com a finalidade principal de apoio mútuo à assunção da identidade homossexual de cada um. Diante do material encontrado, concluiu-se que o despreparo para deixar o lugar de filho é fator influente para não se pensar na parentalidade; e ambos estão relacionados com conflitos de cerne familiar, especialmente a falta de aceitação da homossexualidade. Enfatizamos a necessidade de maior número de pesquisas nessa área, da psicanálise à interface interdisciplinar, para que se possa estabelecer uma ética pontuada no vínculo filiativo, base da construção de um novo modelo relacional, conjugal, familiar e parental
Título em inglês
The parental representation of homosexual men couples
Palavras-chave em inglês
Family
Homoparenthood
Parental representation
Parenthood
Resumo em inglês
This research aimed to investigate the parental representation of men couples, through parental imago and generational legacy, updated by the process of psychic transmission. With the increasing of the new family configurations and the fundamental family role in the individuals psychic constitution, it is necessary the study of the new roles and new ways of relating in these groups. There is not a prevailing family model and the amplification of its concept leads to the difficulty of abstraction of a unique meaning. Trying to comprehend how such representations happen and its possible relations and influences on the homosexual couple relation and, possibly on the homoparental family, five homosexual childfree couples were interviewed, besides the application of DF-E (Drawing of Family with stories) adapted. As general results we found out couples still very attached to their original families; stuck to the heterosexual conjugality model; whose relationships are characterized by the brevity they became compromised and cohabitation, with the finality of mutual support to the assumption of the homosexual identity of each of them. Before the found material, it has been concluded that the lack of preparation to leave the place of son is an influent factor to not think about the parenthood, and both are related to conflicts of family core, specially the lack of the homosexuality accepting. We emphazise the need for a greater number of researches in this area, from psychoanalysis to the interdisciplinarity interface, so that an ethic marked by the filial bond can be established, construction base of a new relational, conjugal, familiar and parental model
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-02-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.