• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2014.tde-07012015-092611
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Ferreira Chagas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Moretto, Maria Livia Tourinho (Presidente)
Faria, Michele Roman
Rosa, Miriam Debieux
Título em português
Afinal, segredo de quê? Uma leitura metapsicológica da função do segredo na violência sexual e o atendimento em instituição de saúde
Palavras-chave em português
Abuso sexual
Psicanálise
Serviços de saúde pública
Tratamento
Violência contra mulher
Resumo em português
A violência sexual provoca sofrimento e produz consequências de ordem física e psicológica que se fazem escutar no espaço clínico. É preconizado pelo Ministério da Saúde que a assistência se faça por meio de abordagem interdisciplinar capacitada, porém, nota-se que existe uma carência na literatura a respeito de atendimentos psicológicos realizados e seus resultados, principalmente na abordagem psicanalítica. É dado clínico que a violência sexual se repete em muitos casos, que mulheres adultas que relatam ter vivido essa experiência na infância mantenham segredo, e que a manutenção desse segredo resulta em consequências, muitas vezes sobrecarregando os serviços públicos de saúde. Temos percebido que o segredo vem sendo justificado em função do vínculo afetivo existente entre agredido e agressor, entretanto a clínica nos mostra que apesar da presença dessas características, nem sempre esse silenciamento se dá em função disso e que frequentemente o segredo vem ocupar uma função de possível manutenção de uma posição subjetiva que talvez não possa ser revelada. Assim, essa justificativa engessada poderia impossibilitar que essas mulheres fossem tratadas. Acreditando na relevância da compreensão clínica da função do segredo no tratamento psíquico de cada mulher, tanto do ponto de vista conceitual quanto da manutenção de uma posição subjetiva, apresentamos uma investigação teórica a respeito da violência sexual e do conceito de segredo nas obras de Freud e de Lacan, bem como uma revisão da literatura científica especializada. Abordamos também conceitos psicanalíticos como silêncio, não-dito, complexo de édipo e constituição de sujeito, trauma, repetição e fantasia, para discutir questões relacionadas às articulações da violência sexual e o segredo com a psicanálise, enfatizando a escolha pelo segredo como algo que tem a função de resguardar a fantasia. Refletimos também a importância de serviços à violência sexual para o sistema de saúde brasileiro no que se refere a possível contribuição para a diminuição da sobrecarga nas instituições públicas, bem como caminhos para que psicólogos que trabalhem ou pretendam trabalhar em instituições de saúde e/ou consultórios particulares com pacientes que apresentam histórico de violência sexual, possam pensar em possibilidades de prevenção, direção de tratamento do sofrimento psíquico e interlocução com os demais saberes da área da saúde, corroborando para novos projetos de serviços interdisciplinares e novas pesquisas
Título em inglês
What is the secrecy after all? A metapsychological reading of the function of secrecy in sexual violence and the clinical treatment at the health institutions
Palavras-chave em inglês
Psychoanalysis
Public health services
Sexual abuse
Treatment
Violence against women
Resumo em inglês
The Sexual violence causes suffering and produces physical and psychological consequences that can be listened in the clinical space. The Brazilian health department recommends that social assistance should be provided by specialized interdisciplinary approach; however, there is a lack of literature about psychological services and results performed, especially in the psychoanalytic approach. The clinical observation testifies that sexual violence can be a repetition in many cases, that the adult women who have suffered abuse during their childhood keep the that as a secret, and that the maintenance of such secrecy results in consequences, that often overload the public health services. We realized along the studies that the secret has been justified by the emotional connection between the abused and the abuser, however the clinic experience shows us that despite the presence of these characteristics, this silencing is not always related to the emotional relationship described above but is often related to the possibility of maintaining a subjective position which may not be revealed. Therefore, this "assumed" reason could make it impossible for these women to be treated. Based on the belief that clinically the secrecy has its function on the way we can conduct the treatment of each women from the theoretical point of view as well as the maintenance of a subjective position we present a theoretical research about sexual violence and the concept of secrecy in the Freud and Lacan literature, as well as review of the specialized scientific researches. We analyzed psychoanalytic concepts such as silence, the unsaid, the Oedipus complex and the psychic constitution, trauma, repetition and fantasy. We discussed the issues related to the links of sexual violence and secrecy with the psychoanalysis, emphasizing the "choice" for the secrecy as something that has the function of protecting the fantasy. We also considered the importance of multidisciplinary services supporting treatments of sexual violence victims in the Brazilian health system in order to reduce the overload on public institutions, as well as, the possibility of finding ways for psychologists to work with patients who have sexual violence history. At last, we discussed the possibilities of prevention, the treatment of psychological suffering and the dialogue among the health fields such as medical and social services, corroborating for new projects of interdisciplinary services and new researches
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
chagas_me.pdf (630.66 Kbytes)
Data de Publicação
2015-01-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.