• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2015.tde-03062015-124546
Documento
Autor
Nome completo
Sarah Izbicki
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Bertolla, Márcia Helena da Silva Melo (Presidente)
Kubo, Olga Mitsue
Teixeira, Maria Cristina Triguero Veloz
Título em português
Aceitação e rejeição de alunos por seus professores em diferentes níveis escolares
Palavras-chave em português
Aceitação social
Ensino fundamental
Ensino médio
Interação professor-aluno
Rejeição social
Resumo em português
Percepções, expectativas e preferências dos professores variam em função de diversos fatores (características do aluno, currículo escolar, regras da escola etc.) e são expressas através de diferentes atitudes diante dos alunos, de modo a exercerem considerável influência no repertório comportamental dessas crianças e adolescentes. Considerando (a) a importância de uma relação positiva entre professor e aluno no decorrer da vida escolar do estudante, (b) as mudanças que ocorrem nesse relacionamento ao longo dos anos, e (c) que mesmo mudanças pequenas na qualidade dessa relação apresentam implicações relevantes para o desenvolvimento do aluno, necessita-se examinar quais fatores se associam a essas modificações. O objetivo geral da pesquisa foi explicitar as variáveis controladoras da rejeição e da aceitação de alunos, relatadas por seus professores, avaliando-se possíveis diferenças entre três níveis distintos de ensino. Especificamente, o estudo visou a (1) comparar as frequências com que os alunos de cada sexo são indicados como aceitos ou como rejeitados pelos professores nos três níveis, (2) comparar as razões alegadas pelos professores ao indicarem os alunos como aceitos ou como rejeitados nos três níveis e (3) identificar possíveis associações entre as razões para aceitação e para rejeição e o sexo dos alunos indicados. Vinte e um professores de 1º ano do Ensino Fundamental I, 16 do 6º ano do Ensino Fundamental II e 28 do 1º ano do Ensino Médio preencheram questionário em que indicaram três alunos que manteriam em sua classe e três que não manteriam, explicitando as razões para tais indicações. Análises inferenciais não apresentaram diferenças entre os sexos dos alunos aceitos e houve pouca associação entre as razões para aceitação e rejeição e o sexo dos alunos. Por outro lado, encontraram-se diferenças nos sexos dos alunos rejeitados nos três anos estudados, com uma proporção maior de meninos rejeitados. Também foram encontradas diferenças nas razões mencionadas para aceitação, havendo um aumento de citações de engajamento nos estudos e redução de citações de disciplina ao longo dos níveis. Por fim, encontraram-se diferenças nas razões citadas para rejeição, com um aumento de citações de falta de engajamento nos estudos e redução de menções de indisciplina. Os resultados sugerem padrões diferenciados de aceitação e rejeição ao longo dos níveis escolares estudados, os quais podem ser utilizados no delineamento de intervenções que tenham por objetivo lidar de modo mais eficiente com os comportamentos dos envolvidos, estabelecendo relacionamentos mais reforçadores para alunos e professores e repertórios socialmente habilidosos nos estudantes
Título em inglês
Acceptance and rejection of students by their teachers at different grade levels
Palavras-chave em inglês
Elementary education
Secondary school
Social acceptance
Social rejection
Teacher-student interaction
Resumo em inglês
Perceptions, expectations and preferences of teachers differ according to several variables (students characteristics, school curriculum, schools rules etc.) and are expressed by them through different attitudes taken before the students, so that they considerably influence those youngsters behavioral repertoire. Given (a) the importance of a positive relationship between teacher and student in the course of students school life, (b) the changes which occur in this relationship over the years, and (c) that even minor changes in the quality of this relationship have relevant implications for the students development, it is necessary to investigate which factors are associated with those changes. The general aim of this research is to reveal the controlling variables of rejection and acceptance of students, as reported by their teachers, assessing potential differences between three different grade levels. Specifically, the study aimed to (1) compare the frequencies in which the students of each gender are indicated as accepted or rejected by their teachers at the three levels, (2) compare the reasons reported by the teachers to indicate the students as accepted or rejected at the three levels and (3) identify possible associations between the reasons for acceptance and rejection and the gender of the indicated students. 21 teachers of first grade of elementary school, 16 of sixth year of middle school and 28 of ninth grade of high school completed a questionnaire in which they indicated three students they would keep in their class and three students they would not, explaining the reasons for the indications. Inferential analyses did not show differences between the gender of the accepted students, and revealed small associations between the reasons for acceptance and rejection and the sex of the student. Nonetheless, there were differences between the genders of the rejected students, where a higher proportion of rejected boys was found. There were also differences between reasons for acceptance along the different educational levels, where there was an increase in the number of citations to engagement in studies and a reduction in the number of citations to discipline. Finally, we found differences in the reasons for rejection, with an increase in the number of citations to the lack of engagement in the studies, and a reduction in the number of citations to the indiscipline. The results suggest different patterns of acceptances and rejection along the different educational levels, which can be used to delineate interventions that aim to deal effectively with the behavior of the people involved, creating more reforcing interactions for students and teachers and socially skilled repertoires in students
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
izbicki_corrigida.pdf (2.06 Mbytes)
izbicki_parcial.pdf (563.53 Kbytes)
Data de Liberação
2017-06-09
Data de Publicação
2015-06-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.