• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2012.tde-19032013-113247
Documento
Autor
Nome completo
Luana Rezende Zeolla Inhauser
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Hübner, Maria Martha Costa (Presidente)
Benvenuti, Marcelo Frota
Juliani, João
Título em português
Controle por unidades verbais mínimas e extensão da unidade ensinada: o efeito do treino de fonemas na emergência da leitura recombinativa
Palavras-chave em português
Controle por unidades mínimas
Fonema
Leitura recombinativa
Matching to sample
Pseudoalfabeto
Resumo em português
A leitura é uma habilidade complexa que envolve uma rede de relações entre estímulos e entre estímulos e respostas. Para que um repertório de leitura seja considerado proficiente, o leitor deve apresentar a leitura de novas palavras, não diretamente ensinadas e formadas pela recombinação de unidades aprendidas previamente em outras relações (leitura recombinativa). Um requisito fundamental para o desenvolvimento da leitura recombinativa é, portanto, o estabelecimento de um responder diferencial sob controle das unidades menores, como por exemplo, sílabas, letras ou fonemas, componentes das palavras. O objetivo do presente trabalho foi investigar o efeito do treino direto de fonemas, combinado com um treino de palavras, sobre a emergência da leitura recombinativa de palavras inteiras. Verificou-se também se o momento de inserção do treino de fonemas no procedimento de ensino, se prévio (Condição I) ou sobreposto (Condição II) ao treino de palavras, foi uma variável relevante para a emergência da leitura recombinativa. Os participantes do estudo foram 12 estudantes universitários, com idades entre 18 e 37 anos, e que foram distribuídos igualmente entre três Condições Experimentais: a) Condição I Treino Prévio de Fonemas; b) Condição II Treino Sobreposto de Fonemas; c) Condição IIITreino de palavras. A Condição III foi realizada com o objetivo permitir uma comparação entre o desempenho dos participantes que foram submetidos ao treino de fonemas (Condições I e II) com o dos participantes que foram expostos somente ao treino de palavra (Condição III). Os estímulos utilizados no estudo consistiram de palavras faladas (A) e palavras escritas com um pseudoalfabeto (C), bem como de fonemas e letras do pseudoalfabeto, correspondentes a estes fonemas. Os procedimentos empregados tanto para o treino de fonemas como para o treino de palavras inteiras foram os procedimentos de MTS (relação AC) e de Nomeação Oral (relação CD). Os testes para verificar a emergência da leitura recombinativa foram os mesmos nas três Condições Experimentais e consistiram em testes parciais de leitura oral (Testes CD) e de leitura receptiva (Testes AC), e em um Teste Final de Leitura Oral. Os resultados demonstraram que o treino direto de fonemas (Condições I e II) foi eficaz em estabelecer leitura recombinativa com elevados índices de acertos e pouca variabilidade intra e inter-participantes. O momento de inserção do treino de fonemas no procedimento de ensino foi uma variável relevante e possibilitou a observação de resultados distintos entre os participantes submetidos às Condições I e II. Os resultados sugerem que os participantes submetidos a Condição II (Sobreposto) foram os que apresentaram maior velocidade na recombinação e índices mais elevados de leitura recombinativa, enquanto os participantes submetidos a Condição I (Prévio) foram os que apresentaram menor variabilidade entre si
Título em inglês
Minimal verbal units control and extension of the unit taught: effect of the phoneme training upon the emergence of recombinative reading
Palavras-chave em inglês
Matching to sample
Minimal units control
Phoneme
Pseudo-alphabet
Recombinative reading
Resumo em inglês
Reading is a complex skill that involves a network of relationships between stimuli and between stimuli and responses. A repertoire of proficient reading is considered when the reader is able to read new words, not directly taught and composed by the recombination of units previously learned in other relationships (recombinative reading). An essential requirement for the development of recombinative reading is thus establishing a differential responding under the control of smaller units, such as syllables, phonemes or letters, components of the words. The objective of this study was to investigate the effect of direct training of phonemes, combined with a training of words, upon the emergence of recombinative reading of whole words. It was also verified the effect of the moment of insertion of phoneme training in the teaching procedure, prior (Condition I) and overlapping (Condition II) to word training. The participants were 12 college students, aged between 18 and 37 years, which were equally distributed among three Experimental Conditions: a) Condition I Prior Phoneme Training, b) Condition II Overlapping Phoneme Training; c) Condition III Word Training. Condition III was conducted in order to allow a comparison between the performance of participants who were submitted to phoneme training (Condition I and II) and the performance of participants who were exposed only to word training (Condition III). The stimuli used in the study consisted of spoken pseudowords (A) and printed pseudowords (C), as well phonemes and letters form the pseudo-alphabet corresponding to these phonemes. The procedures applied for both phoneme and word training were MTS (AC relation) and Oral Naming (CD relation). Tests to verify the emergence of recombinative reading were the same in all three Experimental Conditions and consisted of partial tests of oral reading (Tests C'D) and receptive reading (Tests A'C'), as well as of a Final Test of Oral Reading. The results showed that the direct training of phonemes (Conditions I and II) was effective in establishing recombinative reading with high scores and low variability within and among participants. Regarding the moment of the insertion of phoneme training on the procedure, the conclusion is that this is an important variable and enables the observation of different results among participants submitted to Conditions I and II. The results suggest that participants undergoing Condition II (Overlapping) were those with greater recombinative speed and higher rates of recombinative reading, while participants submitted to Condition I (Prior) presented the lowest variability among themselves
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
inhauser_me.pdf (1.89 Mbytes)
Data de Publicação
2013-04-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.