• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2012.tde-08022013-152736
Documento
Autor
Nome completo
Leonardo Antonio Marui Cosentino
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Mauro, Patricia Izar (Presidente)
Resende, Briseida Dogo de
Siqueira, Jose de Oliveira
Souza, Altay Alves Lino de
Yamamoto, Maria Emilia
Título em português
Modulação circunstancial do desconto temporal: impacto de estímulos sobre a tomada de decisão nas esferas de negociação entre presente e futuro
Palavras-chave em português
Comportamento de risco
Etologia humana
Processos Cognitivos
Psicologia evolucionista
Risco
Tomada de decisão
Resumo em português
Seres humanos e outros organismos geralmente descontam o futuro, preferindo receber recompensas imediatas a postergadas. Essa tendência comum é compreensível, em grande parte, porque preterir o consumo de benefícios aumenta amplamente o risco de perdê-los. Ademais, a impaciência intertemporal pode ser adaptativa. A reprodução antecipada, em comparação com a tardia, produz em média um aumento na taxa de sucesso reprodutivo. Entretanto, apesar de ser uma tendência geral, o desconto do futuro pode variar transitoriamente em função de estimulações contextuais, especialmente, pistas de oportunidades sexuais. O objetivo do presente trabalho foi investigar fontes situacionais de variabilidade na preferência temporal. Para tanto, foram realizados quatro estudos visando avaliar os efeitos de indicadores de reciprocidade social, elementos arbitrários condicionados e qualidade de recursos limitantes sobre os índices de desconto do futuro, usando: (1) imagens de pessoas do sexo oposto expressando emoções de alegria e nojo; (2) vídeos de pessoas engajadas em entrevistas amigáveis e não amigáveis; (3) cores do ambiente experimental associadas a imagens de pessoas do sexo oposto e (4) imagens de alimentos atraentes e não atraentes. Os efeitos de tais estímulos foram medidos através de uma tarefa que costuma ser usada para avaliar desconto de futuro, formada por dois conjuntos de escolhas monetárias feitas pelos participantes antes e após a estimulação. Cada escolha monetária constituiu de um par de opções entre um valor (x) amanhã ou outro (x + y) daqui (z) dias. Adicionalmente, foram investigadas fontes individuais de variação na preferência temporal. Para tanto, foi realizado um estudo correlacional e transversal usando questionários estruturados, investigando possíveis preditores de desconto do futuro. O intuito foi averiguar as relações entre taxas de desconto do futuro e diferenças individuais, tais como sexo, idade, propensão ao risco e índices socioeconômicos. Os resultados apontam que a tendência ao imediatismo pode ser acentuada em contextos com a presença de cor com comprimento de onda longo associada a estados de excitação, em contraposição à cor com menor comprimento de onda; e diminuída pela exposição a estímulos alimentares com alto valor calórico, em comparação a estímulos alimentares de baixo teor energético. Além disso, o desconto do futuro apresenta correlação negativa com status socioeconômico, podendo este último predizer altas taxas de desconto temporal. Conclui-se que o desconto do futuro pode variar em função da ativação de estados de excitação e de sistemas motivacionais básicos e em resposta a escassez de recursos materiais. Conjuntamente, os resultados são compatíveis com a interpretação de que escolhas imediatistas estão relacionadas ultimamente a maximização da aptidão em determinados contextos; e que a preferência temporal é um processo multidimensional, possivelmente, englobando o funcionamento de diferentes mecanismos voltados para operar em dimensões específicas
Título em inglês
Situational modulation of temporal discounting: impact of stimuli on decision-making in trade-offs between present and future
Palavras-chave em inglês
Cognitive processes
Decision-making
Evolutionary psychology
Human ethology
Risk
Risk taking
Resumo em inglês
Humans and other organisms generally discount the future, preferring immediate over delayed rewards. This general preference is understandable, largely because delaying consumption increases the risk of losing the benefit. Moreover, the intertemporal impatience can be adaptive. Earlier reproduction produces an average increase in the rate of reproductive success than later reproduction. However, although it is a general tendency, the future discounting may vary temporarily due to contextual stimuli, especially cues of sexual opportunities. The objective of this study was to investigate situational sources of variability in time preference. To this end, four studies were conducted to evaluate the effects of cues of reciprocity, conditioned arbitrary contextual stimuli, and quality of limiting resources on the rate of future discounting, using: (1) images of the opposite sex expressing happiness and disgust, (2) videos of people engaged in friendly and non-friendly interviews, (3) colors of the experimental environment associated with images of the opposite sex, and (4) pictures of attractive and unattractive food. The effects of these stimuli were measured using a task that is often used to evaluate future discounting, formed by two sets of monetary choices completed by participants before and after the stimulation. Each monetary choice has two options: a monetary value for tomorrow (x) or more (x + y) in a specified future (z days). Additionally, we investigated individual sources of variation in time preference. For this purpose, a correlational and transversal study was conducted using structured questionnaires to investigate possible predictors of future discounting. The aim was to examine the relationship between future discounting rates and individual differences such as gender, age, risk propensity, and socioeconomic indexes. The results show that the future discounting rates can be increased in the presence of long-wavelength color associated with states of arousal as opposed to short-wavelength color, and decreased by exposure to high-calorie food stimuli compared to low-calorie food stimuli. Moreover, the future discounting shows a negative correlation with socioeconomic status, and that the latter can predict high rates of temporal discounting. It is concluded that the future discounting may vary depending on the activation of arousal state, basic motivational systems, and in response to scarcity of material resources. Jointly, the results are consistent with the interpretation that immediate choices are related in evolutionary terms to fitness maximization in certain environments, and that the time preference is a multidimensional process, possibly comprising distinct domain-specific mechanisms
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
cosentino_do.pdf (1.47 Mbytes)
Data de Publicação
2013-02-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.