• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2010.tde-20102010-160016
Documento
Autor
Nome completo
Camilla Teresa Martini Mazetto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Souza, Maria Thereza Costa Coelho de (Presidente)
Brenelli, Rosely Palermo
Lerner, Rogerio
Título em português
Reflexões acerca das construções cognitivas no autismo: contribuições piagetianas para uma leitura da terapia de troca e desenvolvimento (TED)
Palavras-chave em português
Autismo
Cognição
Desenvolvimento
Neuropsicologia
Resumo em português
O autismo infantil vem sendo amplamente estudado desde sua primeira definição por Leo Kanner em 1943, sendo um dos mais graves distúrbios do desenvolvimento infantil. Diversas hipóteses etiológicas e propostas terapêuticas foram criadas, partindo-se de concepções psicodinâmicas bem como cognitivas e comportamentais. Atualmente observa-se a possibilidade de uma abordagem do autismo apoiada na compreensão de que os padrões de desenvolvimento atípicos destas crianças seriam essencialmente determinados por alterações primárias no funcionamento neuropsicológico, que afetariam os processos cognitivos e afetivos de modo abrangente. Estudos atuais acerca do processo de maturação cerebral indicam um tratamento particular das informações sensoriais no autismo e igualmente das mensagens sociais, como os gestos, as mímicas faciais, a palavra. Os estudos de Piaget nos permitem discutir esta abordagem contemporânea do autismo a partir de uma teoria clássica do desenvolvimento infantil considerando-se: os fatores necessários ao desenvolvimento, a base biológica das estruturas cognitivas, os níveis evolutivos do período sensório-motor e da construção do real, a noção de inter-ação, construção e coordenação dos esquemas. Tais conceitos nos permitem criar hipóteses sobre os processos interativos implicados no desenvolvimento atípico da criança com autismo, bem como compreender a influência das possíveis abordagens terapêuticas sobre estes processos, tais como a Terapia de Troca e de Desenvolvimento (Thérapie dÉchange et de Développement - TED, no original francês). A TED é uma proposta terapêutica criada progressivamente nos últimos trinta anos no serviço de psiquiatria infantil da Universidade de Tours, na França, a partir de uma compreensão neurofisiológica e desenvolvimentista do autismo. Ela conjuga um enquadre e intervenções particulares, buscando enriquecer as possibilidades de interação da criança autista, e reorganizar o funcionamento neurológico e cognitivo, base dos processos de troca com o ambiente e com o outro. O objetivo deste estudo foi o de articular a teoria de desenvolvimento de Piaget à proposta metodológica da TED, refletindo sobre as construções cognitivas e os processos evolutivos alterados no autismo. Para tanto, apresenta (a) uma breve introdução dos estudos anteriores ligados ao presente trabalho, (b) os principais constructos piagetianos sobre o desenvolvimento que permitem uma articulação com a TED, (c) uma apresentação preliminar da TED, incluindo-se seus princípios organizadores e sua técnica própria, para finalmente passar à (d) uma articulação teórica entre os conceitos piagetianos apresentados e a TED, baseada na apresentação de vinhetas clínicas. Os resultados apontaram para uma relação possível entre alguns dos conceitos mais centrais à teoria piagetiana e a proposta da TED, confirmando a hipótese de uma articulação possível entre a compreensão de desenvolvimento proposta por Piaget e os processos implicados no trabalho com crianças autistas, compreendidos a partir da Terapia de Troca e Desenvolvimento (TED)
Título em inglês
Reflections on building cognitive structures in autism: piagetians contributions for understanding the Exchange and Development Therapy (EDT)
Palavras-chave em inglês
Autism
Cognition
Development
Neuropsychology
Resumo em inglês
Childhood autism has been widely studied since its first definition by Leo Kanner in 1943, being one of the most serious childhood development disorders. Several etiological hypothesis and therapeutic proposals were created, based on psychodynamic, cognitive or behavioral approaches. Presently, a new approach to autism is possible, in which the atypical developmental patterns observed in these children can be understood as essentially determined by primary neuropsychological impairments, which have an effect on cognitive and affective processes. Recent studies concerning the brain maturation process in autism indicate atypical sensory information treatment, as well as regarding social messages, such as gestures, facial expression and language. Piagets research allows the discussion of this contemporary approach to autism from the standpoint of a classical childhood development theory, considering: the necessary development factors; the biological basis of cognitive structures; the sensory-motor period evolutionary levels and the construction of the real; the inter-action, construction and coordination between schemes. Such concepts allow the creation of hypothesis about the interactive processes involved in the autistic childs atypical development, as well as enhance the understanding of the influence of possible therapeutic approaches on these processes, such as the Exchange and Development Therapy (EDT). The EDT is a therapeutic proposal progressively created over the past 30 years at the childhood psychiatric service at Tours University, in France, from a neurophysiological and developmental standpoint of autism. It combines a specific setting and interventions, seeking to enrich the child's interaction, and rearrange the neurological and cognitive functioning, which is the basis for the exchange with the environment and with the other. This research intended to associate Piagets development theory to EDTs methodological proposal, reflecting on cognitive construction and the developmental impairments in autism. In doing so, it presents (a) a brief introduction to previous studies related to this work, (b) piagetians main constructs on the development, that allow the parallel with the EDT, (c) a preliminary presentation of the EDT, including its organizing principles and its own technique, to finally move to (d) a theoretical association between the presented Piagetian constructs and EDT, based on the presentation of clinical extracts. It was concluded that the parallel between some of Piagetian central concepts and EDTs proposal is coherent, confirming the hypothesis of a possible relationship between Piagets development understanding and the processes involved in working with autistic children, considering the Exchange and Development Therapy (EDT)
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
mazetto_me.pdf (1.56 Mbytes)
Data de Publicação
2011-01-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.