• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2002.tde-20052005-203239
Documento
Autor
Nome completo
Lygia de Sousa Viégas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2002
Orientador
Banca examinadora
Souza, Marilene Proenca Rebello de (Presidente)
Andre, Marli Eliza Dalmazo Afonso de
Patto, Maria Helena Souza
Título em português
Progressão continuada e suas repercussões na escola pública paulista: concepções de educadores
Palavras-chave em português
ensino fundamental
etnografia
exclusão escolar
psicologia escolar
Resumo em português
A presente pesquisa objetiva conhecer concepções de educadores sobre a Progressão Continuada. Esta política educacional foi implementada nas escolas públicas paulistas de Ensino Fundamental em 1998, visando transformar a realidade dos altos índices de reprovação e evasão. Para tanto, apresenta um breve resgate histórico da proposta de organização do ensino em ciclos no Estado de São Paulo, bem como o entendimento da Progressão Continuada a partir das perspectivas oficial, sindical e acadêmica. Inspirada no estudo de caso etnográfico, a pesquisadora acompanhou, durante um semestre, um grupo de professores de uma escola estadual paulista. O trabalho de campo compreendeu: grupos reflexivos com professores e entrevistas individuais com coordenadora pedagógica, supervisora de ensino e professores. A análise qualitativa dos dados abordou principalmente o processo de implantação da Progressão Continuada na rede pública paulista e como, em seu interior, realiza-se a aprovação e a reprovação, a avaliação, o reforço, a frequência e o trabalho docente. A partir da pesquisa realizada, destacam-se as seguintes repercussões desta política pública sobre as escolas da rede pública paulista: a exclusão no interior da escola, que atinge alunos (promovidos automaticamente) e professores (apartados da discussão e planejamento desta proposta); a resistência docente a esta proposta (analisada da perspectiva política); o mal-estar docente vivido nesse contexto e a manutenção do preconceito que assola as escolas e atinge especialmente os alunos das classes populares.
Título em inglês
Progressão continuada and this consequences in public schools from São Paulo: conceptions of educators
Palavras-chave em inglês
ethnography
fundamental education
school exclusion
school psychology
Resumo em inglês
The purpose of this research is to know the conceptions of educators about the Progressão Continuada - an educational policy recently implemented that restricted the practice of holding the pupils in the same grade more than one year. This educational policy was implanted in 1998 at the São Paulo public school system. It aims at dealing with the high rates of school failure. This research starts with a brief summary of the history of the organization of the school system in cycles in the State of São Paulo. Following, it presents the analysis of the three different perspectives of the Progressão Continuada : the official documents, the Union’s perspective and the educational literature. Based on the ethnographic perspective, the researcher followed a group of teachers in a state school. The fieldwork included: reflexive groups with teachers, and interviews with the pedagogic coordinator, school supervisor and teachers. The data analysis is focused on the process of implementation of the Progressão Continuada in the state schools of São Paulo and how, within it, some school practices occur, such as: repetition, promotion, evaluation, support groups, as well as those practices related to the teacher work. The research brought to light some consequences of the Progressão Continuada: a) the existence of practices of exclusion within the school, such exclusion affecting not only the students (which are automatically promoted) but also the teachers (which are kept apart from the discussion and planning of this proposal); b) the teaching resistance to this proposal (analysed from the political perspective); c) the teaching malaise experienced in this context and the maintenance of the prejudices that sweeps the schools affecting especially working class students.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
lygia_viegas.pdf (2.03 Mbytes)
Data de Publicação
2005-06-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.