• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Paula Fontana Fonseca
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Loffredo, Ana Maria (Presidente)
Alves, Mara Lurdes Dias Caffe
Dunker, Christian Ingo Lenz
Título em português
Atravessamentos do feminino na clínica psicanalítica: um estudo sobre Dora e Schreber
Palavras-chave em português
feminilidade
Freud Sigmund 1856-1939
histeria
Lacan Jacques 1901-1981
loucura
psicanálise
Resumo em português
O trabalho tem por objetivo explicitar as possíveis relações entre loucura e feminilidade, tomando como ponto de partida observações efetuadas no exercício clínico, tanto em consultório particular como em instituições de saúde mental, a partir das contribuições teóricas de Freud e Lacan. Denominamos de atravessamentos do feminino as expressões de sofrimento psíquico, em particular nos pacientes que passavam momentos de crise ou desorganização psíquica grave e que, de formas variadas, apresentavam signos referidos ao universo feminino. Inicialmente, realizamos uma retomada histórica da construção do conceito de histeria e, neste percurso, abordamos o quadro da loucura histérica, a partir do qual salientamos como a inclusão da histeria no campo médico acabou por desarticular os três termos que o quadro de loucura histérica carregava: loucura - histeria - feminino. Em seguida, foram analisados os relatos clínicos freudianos de Dora e de Schreber, desde que ambos são ilustrativos de como certos aspectos da feminilidade que irrompem na vida desses sujeitos podem ser entendidos como manifestações clínicas, produzidas como respostas possíveis à hiância aberta pelo encontro com o enigma da feminilidade.
Título em inglês
Feminine cross-over in the pychoanalytic clinic: a study on Dora and Schreber
Palavras-chave em inglês
femininity
Freud Sigmund 1856-1939
hysteria
Lacan Jacques 1901-1981
madness
psychoanalysis
Resumo em inglês
The aim of this paper is to establish the possible relationships between insanity and femininity, using observations from clinical practice, (private practice as well as mental health institutions), as a jumping off point, beginning with theorical contributions from Freud and Lacan. The title feminine cross-over is given to expressions of psychological suffering, particularly in patients who have been through moments of crisis or grave psychological disorientation and which, in their varied manifestations, show signs which refer to the feminine universe. First, a background study of the construction of the concept of hysteria was carried out, in the course of which the clinical profile of hysterical insanity became apparent. Using this, the inclusion of hysteria in the medical field ended up being articulated by three terms loaded into the profile of hysterical insanity: insanity - hysteria - feminine. Next, Dora and Schreber's Freudian clinical reports were analyzed, since both illustrate how aspects of femininity which appear in the subjects' lives can be understood as clinical manifestations, produced as possible answers to the beance (gap) opened by the shock with the enigma of femininity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
fonseca_me.pdf (426.21 Kbytes)
Data de Publicação
2008-07-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.